Cidades

Evento apresenta contribuições dos novos mestrados da Unifap

Os três novos programas de pós-graduação stricto sensu da Universidade Federal do Amapá (Unifap) – Mestrado em Educação, Mestrado em Ciências Ambientais e Mestrado Profissional em Estudos de Fronteira – aprovados recentemente pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) juntam-se aos outros oito programas já existentes, consolidando a pesquisa que, aliada ao ensino e à extensão, constituem-se no tripé fundamental da Universidade.

Compartilhe:

Com o objetivo de demonstrar a importância da aprovação de três novos mestrados para o desenvolvimento do estado do Amapá e reconhecer os esforços dos pesquisadores envolvidos na elaboração e envio das propostas de cursos de pós-graduação stricto sensu, a Universidade Federal do Amapá (Unifap) realiza nesta quarta-feira, 11 de janeiro, às 8h30, o evento “Novos mestrados em Educação, Ciências Ambientais e Estudos de Fronteira: novos horizontes para a pesquisa científica no Amapá”. O auditório do Centro Integrado de Pesquisa e Pós-graduação (Cipp), no campus Marco Zero do Equador, em Macapá (AP), recebe o evento.
O pró reitor de Pesquisa e Pós Graduação em exercício, Alaan Ubaiara, afirma que a aprovação dos novos mestrados possibilita a criação de novas linhas de pesquisas em áreas nas quais o estado é carente de produção de conhecimento. “Essas pesquisas vão permitir avançar na fronteira do conhecimento que, por sua vez, irão fomentar a realização de novas atividades de extensão. Ao mesmo tempo, tem-se mais alunos de iniciação cientifica que poderão dar continuidade em suas pesquisas que, muitas vezes, é paralisada na graduação. Fortalece também o ensino, pois será ampliado o número de docentes da graduação atuando também na pós-graduação”, diz.

 
Compartilhe:

Tópicos: