Polícia

Revista localiza drogas, estoques, celulares e ‘biricotico’

O material apreendido foi levado para a direção do presídio. Como sempre, não se conseguiu identificar quem eram os donos dos materiais apreendidos. Apesar disso, a direção do Iapen assegura que manterá o reforço na fiscalização do presídio para evitar qualquer tipo de tumulto ou rebelião.

Compartilhe:

O temor de que cenas como a do Complexo Prisional Anísio Jobim (Comapj), em Manaus (AM), registradas no dia 1 de janeiro passado, ocorram no Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen), levou a direção do presídio a intensificar as revistas dentro do complexo penitenciário amapaense.
Na tarde de segunda-feira, 9, agentes do Grupo Tático Prisional (GTP) devassaram as celas do Pavilhão F4, onde estão recolhidos os presos condenados de justiça e que cumprem pena no regime fechado. Os presos foram extraídos das celas para uma área de contenção enquanto a revista era feita por outra equipe.
Foram encontrados estoques, carregadores e aparelhos celulares, drogas e bebidas artesanais chamadas de ‘biricotico’, que é feita pelos próprios presos a partir da destilação de frutas cítricas e outros componentes químicos.

 
Compartilhe:

Tópicos: