Cidades

Fiscalização apreende produtos automotivos sem certificação

Devido a quantidade de produtos apreendidos, as equipes do Ipem irão intensificar esse tipo de fiscalização.

Compartilhe:

O Instituto de Pesos e Medidas no Amapá (Ipem) realizou no período de 7 a 10 deste mês, em Macapá e Santana, a operação “Boa Viagem’. O trabalho fiscalizou a venda de produtos automotivos.
Ao total foram fiscalizados 24 estabelecimentos comerciais, sendo 4 em Santana e 20 em Macapá. Desse número, 7 foram autuados. Foram encontrados 1.400 produtos irregulares, entre lâmpadas de faróis, amortecedores, buzinas, baterias e carregadores de bateria, entre outros.

“Um dos principais objetivos foi reduzir os acidentes provocados por esses componentes. Sabemos que no passado esse material não possuía o requisito mínimo de segurança. É importante o consumidor ficar atento a produtos que tenham a certificação do inmetro, para reduzir os riscos de acidentes”, explicou Simon Silva, gerente do Núcleo de Gestão de Qualidade do IPEM, no Amapá.

Devido a quantidade de produtos apreendidos, as equipes do Ipem irão intensificar esse tipo de fiscalização. Tais produtos precisam chegar até ao consumidor com a certificação de qualidade que comprove que os mesmos passaram por testes e ensaios de laboratórios.

Simon Silva lembra ainda que os componentes automotivos fabricados nos anos de 2000 a 2013, referentes a veículos de produção descontinuada, ou seja, veículos que saíram de linha, podem ser comercializados até o final do estoque pelos comerciantes.

Se o comerciante for pego comercializando produtos irregulares, primeiramente ele será advertido, porém, isso não o isenta de também receber uma multa que vai de um salário mínimo até 1,5 milhão de reais.

 
Compartilhe:

Tópicos: