Cidades

Semsa fará mutirão para previnir DSTs durante o carnaval

A Prefeitura de Macapá disponibiliza gratuitamente, em todas as unidades de saúde, preservativos masculinos e femininos.

Compartilhe:

O carnaval é comprovadamente o período em que a contaminação de doenças como hepatite, HPV, HIV e sífilis têm seus números elevados por conta das relações sexuais desprotegidas. Para sensibilizar a população sobre os perigos de manter relações sexuais sem proteção, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) distribuirá mais de 180 mil preservativos masculinos e femininos, além de géis lubrificantes, nas programações previstas para o período carnavalesco.

Nesta sexta-feira, 17, trinta e cinco funcionários irão distribuir preservativos em um evento que será feito no sambódromo. No sábado e domingo, 18 e 19, respectivamente, a Coordenação Municipal de DST’s/Aids e Hepatites Virais fará a abordagem por toda a extensão da orla da cidade, distribuindo não somente os preservativos, como também o material informativo relativo à transmissão das DST’s.

O cuidado com essas doenças é fundamental, pois, segundo o coordenador Cesar Melo, muito se fala de Aids porque ela não tem cura. Entretanto, várias outras DST’s também não têm. “O compartilhamento de objetos pessoais, o uso de banheiros coletivos, também são propícios para a transmissão de uma DST. Não precisa somente do contato sexual para adquirir essas doenças, como, por exemplo, a herpes, que pode ser passada pelo vaso sanitário”.

A Prefeitura de Macapá disponibiliza gratuitamente, em todas as unidades de saúde, preservativos masculinos e femininos. “O interessante do feminino é que a mulher pode colocar e ficar por até seis horas. Ela pode usar antes e é um meio de proteção, porque, às vezes, a menina quer ficar com o menino e ele não tem camisinha, então, ela leva a sua”, alerta o coordenador.

Antes de sair para a folia, o ideal é que os brincantes passem em uma UBS para fazer um teste rápido e verificar a existência de alguma DST. Ele é o mecanismo seguro que detecta a doença em até 5 minutos e é feito por meio da coleta de uma gota de sangue da ponta do dedo. O teste rápido é disponibilizado em todas as UBS’s de Macapá, de segunda a sexta-feira.

 
Compartilhe:

Tópicos: