Esportes

Pela sobrevivência na Copa Verde, dirigentes do Santos anunciam demissão de Minga

Minga foi contratado no início de fevereiro para disputar a Copa do Brasil e a Copa Verde pelo Santos-AP, mas o técnico não iniciou bem a temporada.

Compartilhe:

Em semana decisiva para enfrentar o Fast-AM, no domingo, 19, em jogo de volta pela Copa Verde, o técnico Minga foi demitido do Santos-AP. A diretoria do Peixe da Amazônia ainda não se pronunciou sobre o caso.

Minga foi contratado no início de fevereiro para disputar a Copa do Brasil e a Copa Verde pelo Santos-AP, mas o técnico não iniciou bem a temporada. Na primeira competição, o time amapaense foi eliminado pelo Vasco e, na segunda, acabou perdendo o primeiro jogo e colocando em risco a vaga para a próxima fase.

Quem assumirá os treinos do Peixe será o auxiliar técnico Elcio do Rosário, mas quem deve comandar o alvinegro na partida contra o Fast-AM é o presidente Luciano Marba. Se confirmado, esta não será a primeira vez que o cartola vai para a beira de campo. Em 2015, e em alguns jogos de 2016, o dirigente foi o treinador do Santos-AP no Campeonato Amapaense e na Série D do Brasileirão.

Partida de volta entre Santos-AP e Fast-AM está marcada para às 17h (horário de Brasília), no Estádio Olímpico Zerão, em Macapá. Como o time amazonense venceu por 1 a 0, o Peixe terá que fazer dois gols para avançar à segunda fase da Copa Verde. Caso o placar se repita, dessa vez para os donos da casa, o jogo irá para os pênaltis.

 
Compartilhe:

Tópicos: