Nota 10

Dia 23 de abril tem festa para São Jorge no bairro Laguinho

O novenário, que faz parte da programação, é rezado desde o início da semana, e encerra dia 21, e no dia dedicado ao santo, de 6h até meia-noite, tem missa, refeições, ladainha, roda de marabaixo e festejos.

Compartilhe:

No próximo domingo, 23, por mais um ano São Jorge é festejado pela família Prazeres, no bairro Laguinho, em Macapá. Durante o dia inteiro, devotos e visitantes podem participar da programação organizada pela família, que dá continuidade à tradição deixada pela matriarca Geralda Prazeres, que tinha devoção pelo santo e soldado.

Os descendentes de Geralda Prazeres continuam a tradição e a cada ano reúnem mais devotos de São Jorge, que agradecem e têm fé no santo, que não renunciou sua fé em Cristo apesar da pressão de militares superiores. Igrejas e terreiros de religiões de matriz africana, onde e chamado de Ogum, e casas de devotos, mantém a imagem mitológica e festejam o mártir, cuja desobediência ao imperador Diocleciano, e persistência na fé em cristo, resultaram em torturas, suportadas por ele, que não renegou sua crença. Ele morreu degolado, a mando de Diocleciano.

Para a família Prazeres, São Jorge deixou como mensagem, que não devemos nos abater diante dos desafios, e que os problemas devem ser encarados, e a fé, nunca renegada. “Minha avó foi uma grande mulher, guerreira, inspirada em São Jorge. Criou filhos e netos, trabalhou a vida inteira, sempre humilde e acreditando em Deus, e isso é um exemplo que deve ser seguido. Por isso reunimos todos os anos a família e amigos, que são devotos de São Jorge, para estas homenagens e agradecimentos”, disse Carla Patrícia.

Programação

A partir das 6:00 da manhã uma salva de fogos dá início à programação. Às 7h, levanta-se o mastro com a bandeira de São Jorge, 9:00 é rezada a missa especial para o santo seguido de um café da manhã. Ao meio-dia é servido o almoço,  e durante o restante do dia tem atrações musicais. A ladainha, rezada em latim será às 20h, e logo após inicia a roda de marabaixo, que encerram a programação á meia-noite. A festa é aberta para todos os seguidores de São Jorge. A casa da Tia Geralda fica na avenida Nações Unidas, atual José Tupinambá e rua São José.

 
Compartilhe:

Tópicos: