Cidades

Mais de mil famílias de Calçoene estão aptas a ter Tarifa Social

Retomado pela Companhia de Eletricidade do Amapá.

Compartilhe:

No município de Calçoene, 1.199 famílias são aptas ao benefício da Tarifa Social, programa que começa a ser retomado pela Companhia de Eletricidade do Amapá (CEA), apesar dos procedimentos ora tomados para a privatização da estatal.

A informação foi dada na manhã desta quinta-feira, 20, pela gerente de vendas da CEA, Chiara do Carmo, ao vereador de Calçoene, Raimundo Piaba, do Partido Verde. O parlamentar, que tem programa de rádio no distrito calçoenense de Lourenço, inclusive entrevistou a gerente Chiara para a emissora.

Para conseguir o benefício, que significa abatimento de 65% na fatura de consumo de luz, o cliente da Companhia de Eletricidade do Amapá tem que se cadastrar em um dos postos de atendimento da empresa com apresentação de RG, CPF e conta de energia. No local, receberá o CAD Único, o NIS (número de inscrição social) e o Código Familiar.

A gerente de vendas Chiara do Carmo explicou que a CEA chegou ao número de 1.199 famílias em condições de terem o benefício da Tarifa Social por meio de levantamento do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Chiara destacou que o programa abrange todo o estado do Amapá, e ainda como parte dele a população de baixa renda com geladeira com mais de dez anos de uso terá o eletrodoméstico substituído por um novo.

O vereador Piaba, além da gerente de vendas Chiara, encontrou-se com o presidente da CEA, Marcelino da Cunha, e com o diretor de licitação da companhia, Rui Barbosa. Com esses, além da Tarifa Social, o representante político de Calçoene tratou do andamento das obras de interligação de energia elétrica e o retorno programa do Luz para Viver Melhor.

 
Compartilhe:

Tópicos: