Esportes

Secretário da Sedel participa de evento comemorativo dos 10 anos da realização do Rio 2007

Dentre diversas personalidades do esporte, esteve presente o nadador Thiago Pereira. Para falar das glórias dos atletas brasileiros durante os Jogos Rio 2007

Compartilhe:

O secretário estadual de desporto e lazer e presidente da Confederação Brasileira de Taekwondo , Júnior Maciel, participou do evento de celebração dos 10 anos da realização do Rio 2007. O evento foi realizado nessa quinta-feira, 13, e alguns dos principais personagens do evento conversaram bastante sobre os desafios e conquistas daquela que foi considerada a melhor edição de Jogos Pan-americanos de todos os tempos.

“Os Jogos Pan-Americanos Rio 2007 marcam a grande mudança do esporte brasileiro. Considerados os melhores Jogos da história, o Rio 2007 se tornou um dos elementos fundamentais para que o Brasil fosse escolhido para organizar os Jogos Olímpicos Rio 2016” destacou Júnior Maciel.

Dentre diversas personalidades do esporte, esteve presente o nadador Thiago Pereira. Para falar das glórias dos atletas brasileiros durante os Jogos Rio 2007, ninguém melhor do que Thiago Pereira, que conquistou nada menos que oito medalhas, sendo seis de ouro, uma de prata e uma de bronze, abrindo caminho para se tornar o maior medalhista pan-americano de todos os tempos. “Foi uma das principais competições da minha vida. Eu já havia participado de um Pan e de uma Olimpíada, mas o fato de ter sido no nosso país trouxe um gostinho especial. Foi a minha primeira oportunidade de nadar com a casa cheia, aquela vibração toda. Foi maravilhoso”, disse Thiago.

Para o presidente do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), Carlos Arthur Nuzman os jogos do Rio serviram para mostrar a capacidade de organização do esporte olímpico brasileiro. “Com o Pan, nós mostramos a nossa capacidade de organização, instalações de porte olímpico e a forma apaixonada como os brasileiros vivem o esporte. Por isso vamos ter que rememorar sempre a realização dos Jogos Rio 2007. Principalmente dos momentos de glória que os atletas brasileiros tiveram durante os Jogos”, desatacou presidente do COB.

 
Compartilhe:

Tópicos: