Esportes

Santos-AP treina bolas paradas no estádio Zerão

Além das correções, o Santos-AP busca manter o entrosamento do time. Para isso, Edson Porto manteve no treino a mesma equipe que enfrentou o Altos-PI no jogo de ida.

Compartilhe:

O técnico do Santos-AP, Edson Porto, comandou um coletivo no Estádio Olímpico Zerão, em Macapá, e já mostrou que a principal preocupação contra o Altos-PI está nas bolas levantadas dentro da área. Por isso, Porto reforçou no treino a necessidade de redobrar os cuidados com a bola parada do adversário.

Além das correções, o Santos-AP busca manter o entrosamento do time. Para isso, Edson Porto manteve no treino a mesma equipe que enfrentou o Altos-PI no jogo de ida. O coletivo teve uma atenção especial nas cobranças de escanteio contra o time titular do Peixe, onde o técnico repetiu o exercício várias vezes e passou algumas instruções.

O time titular foi formado por Axel, Lauri Junior, Roberto Batata, Dedé e Jari; Lessandro, Balão Marabá, Bruno Maranhão e Rafinha; Fabinho e Jean Marabaixo. No final do treino, o atacante Luquinha, que havia acabado de entrar no lugar de Bruno Maranhão no time titular, teve que encerrar o treinamento mais cedo após dividida com companheiro. O atacante sentiu muitas dores no pé esquerdo e precisou tirar a chuteira.

O Santos-AP enfrenta o Altos-PI neste domingo, 16, no estádio Zerão, pelo jogo de volta da segunda fase da Série D do brasileirão. Caso o Peixe empate em até 1 a 1, a vaga para as oitavas de final ficará com o time amapaense. Mas se o placar de 2 a 2 se repetir, o duelo vai para os pênaltis. Empates acima de três gols dão a classificação para a equipe piauiense.

 
Compartilhe:

Tópicos: