Geral

No Dia do Advogado o Amapá registra 3.900 profissionais inscritos na OAB

Inscrição foi deferida na noite dessa quinta-feira (11). Presidente da instituição, Paulo Campelo anunciou também que o governo do estado já está finalizando o edital da o concurso público da Defenap, cujo lançamento deverá ocorrer em outubro

Compartilhe:
O presidente da Seccional do Amapá da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/AP), Paulo Campelo, revelou na manhã desta sexta-feira (11) no programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90.9) que no dia consagrado à classe o estado conta com exatamente 3.900 profissionais, número este que foi atingido na noite anterior, com o deferimento da 3.900ª inscrição. Segundo Campelo, anualmente a instituição lança, através do Exame de Ordem, 300 novos advogados no mercado de trabalho, mas o número ainda está bem abaixo da média considerada como aceitável pelo Conselho Federal da OAB, que é de um advogado para cada grupo de 100 habitantes. Ele também anunciou também que o governo do estado já está finalizando o edital da o concurso público da Defenap, cujo lançamento deverá ocorrer em outubro.

“O Amapá possui seis faculdades que ofertam o curso de Direito, e através do Exame de Ordem são lançados anualmente cerca de 300 novos advogados no mercado de trabalho. Por feliz coincidência ontem a noite nós deferimos a 3.900ª inscrição; esse número, entretanto, ainda está muito abaixo do aceitável de acordo com estudo feito pelo Conselho Federal da OAB, que é de um advogado para cada grupo de 100 pessoas. E é importante ressaltar que se não tivéssemos Exame de Ordem hoje teríamos entre 10 e 12 mil advogados em todo o estado”.

Perguntado se ele concorda com a exigência do Exame da OAB para que o bacharel possa exercer a profissão, Paulo Campelo disse que é favorável, mas defende o aperfeiçoamento do exame: “Outras profissões já estão fazendo esse exame de proficiência para qualificar melhor os profissionais; eu sou favorável ao exame, mas tenho defendido o aperfeiçoamento do sistema de avaliação, inclusive eu faço parte da Coordenação Nacional do Exame de Orrdem, da qual fazem parte apenas dois presidentes seccionais, eu e o presidente da OAB do Rio de Janeiro; minha proposta é fazer uma avaliação curricular ao longo da vida estudantil. Eu acredito que se conseguíssemos fazer essa exame curricular ao longo da historia do estudante no desenvolvimento do seu curso teríamos uma avaliação eficiente”.

 
Concurso da Defenap
 Outro motivo de comemoração da classe é o que chamou de “movimento” por parte do governo do estado (GEA) para a realização do concurso para a Defensoria Pública (Defenap): “Recebi oficio da secretaria de administração do estado (Sead) para indicar um advogado representante da OAB pra compor a comissão do concurso público para a Defensoria, com o objetivo de fechar o decreto de nomeação da comissão e já encaminhamos esse nome; além do empenho do governador para que esse concurso aconteça, o desembargador Tork (presidente do Tribunal de Justiça) deu prazo de 45 dias para o lançamento do edital, e de acordo com esse prazo e com o movimento do governo nesse sentido eu acredito que o edital será lançado até outubro deste ano.
 
Compartilhe:

Tópicos: