Nota 10

Beija-Flor define enredo para o Carnaval 2018

O fechamento do enredo foi comemorado no restaurante Pigale do posto seis de Copacabana pelo puxador de samba da escola Neguinho da Beija-Flor, produtora Elaine Reis, jornalista Elpidio Amanajas e empresário Mercidio Paiva.

Compartilhe:

A mais tradicional escola do carnaval Carioca Beija-flor já definiu o seu enredo para o carnaval 2018 “Monstro é aquele que não sabe amar.

Os filhos abandonados da pátria que os pariu” é o título do enredo da Beija-Flor de Nilópolis para o Carnaval de 2018. O enredo fará crítica social, inclusive, abordando o lado político. Serão falados no desfile também a “guerra santa brasileira”, o sagrado x profano, a religião na política, o dízimo cobrado dos fiéis, e a escola nilopolitana pedirá a reinvenção do brasileiro e o poder de amar, além da valorização da cultura.

“Nós somos da rua, das praças, dos botecos. Nunca vão conseguir nos calar”, diz um trecho do enredo da Beija-Flor, que aproveitará o desfile de 2018 para abordar a crise com das escolas de samba com a Prefeitura do Rio de Janeiro e o prefeito Marcelo Crivella.

 
Compartilhe:

Tópicos: