Geral

Vara do Trabalho promove acordos de mais de R$1 milhão com a Jari Celulose

A juíza titular da VT de Laranjal do Jari – Monte Dourado, Nubia Soraya da Silva Guedes, conta que tomou a decisão de realizar a pauta extraordinária porque a empresa

Compartilhe:

Paulo Silva
Da Redação

Entre os meses de julho e agosto deste ano, a Vara do Trabalho (VT) de Laranjal do Jari – Monte Dourado realizou 46 acordos em processos que estavam em fase de execução e envolviam a empresa Jari Celulose e Embalagens S/A, com um valor total de R$1.017.643,21, sendo R$997.363,86 – líquido dos reclamantes e R$19.281,99 em encargos sociais.

A juíza titular da VT de Laranjal do Jari – Monte Dourado, Nubia Soraya da Silva Guedes, conta que tomou a decisão de realizar a pauta extraordinária porque a empresa, devido a um acidente na fábrica que interrompeu sua produção, optou por paralizar o pagamento das dívidas trabalhistas para não atrasar os salários dos funcionários.

Ela destaca que os acordos só puderam ser feitos devido em razão de disponibilidade das partes credoras e da devedora para conciliar. “As partes estabeleceram novos prazos para pagamento para dívida consolidada, o que vejo como positivo em processos nesta fase, visando garantir o cumprimento das decisões transitadas em julgado. Houve uma resposta positiva dos advogados da parte credora e, com isso, a devedora pode estabelecer um calendário de pagamentos sem comprometer as demais despesas, especialmente a folha de pagamento de seus empregados”, ressaltou.

Os 46 acordos firmados beneficiaram 158 trabalhadores, alguns com​ processos ​que ​estavam tramitando desde 2015. As audiências durante a pauta extraordinária aconteceram no período da tarde.

(Com informações da VT de Laranjal do Jari/Monte Dourado.)

 
Compartilhe:

Tópicos: