Polícia

Suspeito de atirar contra guarita do Fórum de Santana morre em confronto com a PM

‘Rogerinho’ ostentava armas de fogo em redes sociais, sempre desafiando a polícia. A polícia vai investigar o possível envolvimento dele em alguns crimes recentes

Compartilhe:

Um homem identificado como Rogério dos Santos Pena, de 18 anos, morreu na noite de segunda-feira (11) durante uma troca de tiros com policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) em uma área de passarela localizada na área portuária do município de Santana, distante 17 quilômetros de Macapá.

Rogério havia sido denunciado como sendo um dos dois homens que abriu fogo no último sábado (09) contra uma guarita da Polícia Militar (PM) instalada no Fórum de Santana. Mais de dez disparos foram feitos contra o posto de serviço, mas nenhum policial ficou ferido. Os suspeitos estavam em uma motocicleta de cor vermelho que a polícia diz ter encontrado com o suspeito.

Após a denúncia de que um grupo estava comercializando drogas no local, agentes da Coordenadoria de Inteligência e Operações Especiais (CIOP/Sejusp) e policiais do Bope e 4º Batalhão de Polícia Militar (4º BPM) seguiram por volta de 23h10 para a passarela Esperança, onde supostamente estariam também os dois suspeitos. Durante a abordagem, Rogério, que havia se homiziado em uma casa, abriu fogo contra as equipes.

No revide ele acabou alvejado. O elemento ainda foi socorrido e encaminhado ao Hospital de Emergências, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O corpo foi removido para o Departamento de Medicina Legal (DML) da Polícia Técnico Científica (Politec) para ser necropsiado.

De acordo com o comando do Bope, com o criminoso foi encontrado um revólver calibre 38 com três munições deflagradas, drogas, balança de precisão e apetrechos para embalagem de entorpecentes. Todo material foi apresentado na delegacia.

 
Compartilhe:

Tópicos: