Cidades

Justiça faz mutirão de conciliação entre a CEA e consumidores com parcelamentos em até 60 vezes

Servidores da companhia de eletricidade passaram por capacitação em conciliação de conflitos, proporcionada pelo NUPEMEC, no primeiro semestre de 2017.

Compartilhe:

Na próxima segunda-feira (23/10) começa a 40ª Semana Mensal de Conciliação da Justiça do Amapá, com a realização de um mutirão envolvendo a Companhia de Eletricidade do Amapá – CEA e seus consumidores inadimplentes. Serão realizadas aproximadamente 300 audiências durante a semana e o montante a ser negociado pode chegar a R$ 8 milhões.

A CEA tem realizado tratativas com o NUPEMEC-TJAP e com a juíza Joenilda Lenzi, coordenadora do CEJUSC do Fórum da Comarca de Macapá, para definir a melhor forma de fazer estas audiências concentradas para negociação dessas pendências que tanto prejuízo e conflitos trazem à CEA e aos consumidores inadimplentes. E para que ocorram resultados positivos, a CEA aprovou em seu Conselho Deliberativo o parcelamento dos débitos em até 60 vezes, tudo visando solucionar a crise de inadimplência, hoje em quase 30% dos consumidores.

Servidores da companhia de eletricidade passaram por capacitação em conciliação de conflitos, proporcionada pelo NUPEMEC, no primeiro semestre de 2017. A partir de segunda-feira, colocarão esses conhecimentos em prática. “O propósito do curso não foi apenas uma capacitação de ordem teórica, mas sim o de sensibilizar para o melhor relacionamento da empresa como um todo com os consumidores”, reflete Marcelo Miranda, supervisor do CEJUSC.

Inúmeras outras entidades públicas e privadas têm buscado o Tribunal de Justiça do Amapá para a mediação de conflitos com os consumidores inadimplentes. “Quando se trata de conflito envolvendo valores, débitos, isso se transforma em um gargalo para as empresas e um dilema para a sociedade, que precisam encontrar solução entre credores e devedores. É importante que o resultado assegure a quitação dos débitos, mas também a manutenção do fornecimento do serviço ou o crédito para os consumidores”, explica a juíza Joenilda Lenzi. O mutirão envolvendo a CEA ocorrerá no período de 23 a 27 de outubro, na Central de Conciliação do Fórum da Comarca de Macapá, no horário de 8 às 17 horas.

 
Compartilhe:

Tópicos: