Cidades

Colônia de Pescadores habilita associados para o seguro-defeso

No total, 828 dos 859 associados são beneficiados, mas programa contempla mais de 15 mil pescadores em todo o estado.

Compartilhe:

O presidente da Colônia de Pescadores Z1 de Macapá, José Viana, alertou na manhã desta segunda-feira (13) no programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) que o prazo para cadastramento dos pescadores para o seguro-defeso encerrará no dia 15 de dezembro. Mais de 15 pescadores serão contemplados pelo programa em todo o estado. O cadastramento dos associados está sendo feito na sede da Colônia Z1, no bairro Perpétuo Socorro. Durante o período do defeso os pescadores vão receber quatro parcelas no valor de um salário mínimo durante os 120 dias de suspensão da pesca.

“Estamos fazendo a recepção dos pedidos e não estamos tendo nenhum problema com relação a demora, porque 50% do nosso pessoal está empenhado no trabalho de inserção dos dados no sistema do INSS, pois tudo tem que ser digitalizado, o que vai permitir aos beneficiados terem acesso pela internet a todas as informações, inclusive liberação de pagamentos, cuja previsão é inicia a partir do dia 15 de dezembro. Nós também disponibilizamos aos nossos associados que não possuem internet o acesso às informações aqui na nossa sede”, pontuou.

De acordo com Viana, as relações dos sócios e dos contemplados pelo seguro-defeso serão disponibilizadas aos órgãos de controle externo, para dar transparência a todo o processo: “Nós temos 859 associados, dos quais 828 são beneficiados com o seguro-defeso. E a gente faz questão de mandar essas relações para a Polícia Federal, Ministério Público e todos os demais órgãos interessados, para que haja total transparência em todo o processo”.

Viana destacou que o período de proibição à pesca começa no dia 15 deste mês e vai até o dia 15 de março de 2018. Ouvido pela reportagem do Diário do Amapá o presidente da Federação dos Pescadores do Amapá, Ledinaldo Gama, mais de 17 mil pescadores estão cadastrados no programa, mas só 15 mil estão aptos para receber o benefício. Conforme ele explicou, para se habilitar no programa os pescadores cadastrados devem procurar colônias ou associações de pescadores com a carteira de trabalho, comprovante de contribuição previdenciária e o Número de Identificação Social (NIS).

 
Compartilhe:

Tópicos: