Polícia

Caseiro é morto com vários golpes de terçado em ramal do bairro Goiabal

Vítima foi atacada por um suspeito com o qual havia discutido momentos antes em um bar.

Compartilhe:

O corpo de homem com vários golpes de terçado foi encontrado por volta das 11h deste domingo em frente à casa onde morava no Ramal Murarema no bairro Goibal (Zona Oeste de Macapá). Identificado como Edcarlos Liant da Costa, de 42 anos, ele era natural de Pedra Branca do Amaparí e trabalhava no local há dois anos como caseiro. Uma vizinha, que não teve o nome revelado foi quem encontrou o corpo, que estava na parte externa da residência, praticamente todo retalhado, inclusive com o pescoço quase totalmente decepado e um dos antebraços amputados, que foi localizado dentro da casa.
De acordo com essa vizinha, o caseiro era muito querido na comunidade e o conhecia desde quando chegou ao local. “Hoje, ao sair da igreja, eu vim trazer água ungida pra ele, mas já o encontrei desse jeito”, lamentou. Acionada, uma equipe do 6º Batalhão da Polícia Militar comandada pelo Sargento Jonathan constatou que há indícios de luta corporal e o suspeito é outro morador das imediações, com o qual o caseiro havia discutido momento antes do crime.
“Provavelmente a vítima estava dormindo bateram na porta e ao abrir foi atacado. Apesar de aparentemente ele ter sido atacado de surpresa, ainda houve reação, porque um dos antebraços dele foi totalmente decepado e foi encontrado no chão, dentro da casa. O homicídio deve ter ocorrido por volta das 8h e bem antes disso várias pessoas presenciaram um desentendimento entre ele e outro homem, também morador da comunidade, que é apontado como o autor do crime”, informou uma fonte, que preferiu o anonimato.
Os policiais militares realizaram várias diligências para localizar o suspeito, mas ele não foi localizado. O local foi periciado pela Polícia Técnica (Politec) e o corpo levado ao IML para necropsia. O caso será investigado pela Delegacia de Homicídios.

Reportagem: Jair Zemberg
Texto: Ramon Palhares

 
Compartilhe:

Tópicos: