Polícia

Policiais federais ocupam sede do Ibama em Macapá

Informações extra-oficiais dão conta de que se trata de desdobramentos de duas operações que apuram crimes ambientais, mas se cogita também que se trata de desdobramento da Operação Minamata, deflagrada na semana passada.

Compartilhe:

Dezenas de policiais federais ocuparam na manhã desta terça-feira (05) a sede do Ibama em Macapá. Uma equipe de reportagem do programa LuizMeloEntrevista (DiárioFM 90,9) esteve no local, mas até o fechamento desta matéria a Polícia Federal (PF) não se manifestou sobre o assunto, mas informações extra-oficiais dão conta de que a ação se trata de desdobramentos de duas operações deflagradas em abril desde ano que apura a prática de crimes ambientais no estado.
As operações ‘Pantalassa’ e ‘Quantum Debeatur’, deflagradas no dia 26 de abril, foi deflagrada pela PF e Ministério Público Federal (MPF/AP) para investigar crimes contra o meio ambiente e mobilizou cerca de 100 policiais federais que cumpriram 16 mandados de busca e apreensão, 20 mandados de condução coercitiva e um mandado de prisão preventiva, nos municípios de Macapá, Santana, Pedra Branca do Amapari e Porto Grande e para apurar o envolvimento de empresas de mineração em esquema de exploração ilegal de madeira para exportação.
De acordo com a investigação, que contou com o apoio do Ministério Público Federal e do próprio Ibama, a empresa aliciava assentados de localidades rurais como Munguba, Nova Canaã e Nova Colina para a retirada de madeira ilegal em seus lotes e extraía matéria-prima florestal além do permitido pelos órgãos ambientais. Na ocasião servidores públicos foram apontados como suspeitos de facilitarem a tramitação de licenças e autorizações de desmatamento.

 
Compartilhe:

Tópicos: