Uma só refeição

comentários

Chegamos ao último domingo de fevereiro e em pleno clima de Carnaval. Quarta-feira próxima iniciaremos o caminho da Quaresma.


O último

comentários

Uma história imaginária, como sempre. No entanto, muito fiel aos ensinamentos e ao exemplo de Jesus. Infelizmente, a nossa experiência nos diz que é mais fácil ter inimigos e adversários do que amigos e companheiros de caminhada.


Palavra que aquece e ilumina

comentários

Continuando a leitura do “discurso do monte” encontramos, a partir do evangelho deste domingo, umas palavras de Jesus repetidas como um refrão


A caverna

comentários

Após a página das Bem-aventuranças, no “discurso do monte”, que continuamos a ler nestes domingos antes da Quaresma, Jesus nos fala de “sal e luz”. Ele diz aos ouvintes, aos seus seguidores de ontem e de hoje, que eles...


A igreja demais cheia

comentários

Na leitura do evangelho de Mateus, deste ano litúrgico, encontraremos vários discursos de Jesus. O primeiro é o chamado “discurso do monte”. Ocupa três capítulos e vai nos acompanhar por alguns domingos. No início está a página bem conhecida...


No começo

comentários

O primeiro anjo era um cientista, o segundo era um filósofo, o terceiro um filantropo, o quarto um comerciante. O quinto anjo olhava encantado e batia palmas. Era um místico.


Também eu não o conhecia

comentários

Interpretação? Anedota? Não sei. O que essas poucas palavras querem nos dizer é que a fé exige decisão e firmeza. Algo de maravilhoso sempre acontece, quando nós acreditamos no que estamos fazendo, ou queremos fazer, e nas motivações que...


Para aonde foi a estrela?

comentários

Grande é a responsabilidade de nós cristãos que nos dizemos seguidores de Jesus. Cabe a nós continuar a iluminar o mundo com a luz da estrela de Belém.


O medo

comentários

Por que essa preocupação tão grande? Que medo é esse? Não tenho capacidade de fazer grandes considerações existenciais ou filosóficas e nem quero fazer uma lista dos tantos medos que aparecem ao longo da nossa vida.


A fuga

comentários

Não se preocupe! Logo que um caranguejo consegue subir um pouco, outro o agarra e a este segundo caranguejo um outro vai se juntando.