A pipa

comentários

Neste quarto domingo de Quaresma encontramos o evangelho do cego de nascença.


A pomba

comentários

Neste domingo, em Macapá, festejamos o nosso Padroeiro S. José. Aos seus cuidados Deus entregou a Virgem Maria e o Menino Jesus. Pelo evangelho de Mateus, José é o homem “justo”, confiável, fiel; ele merece toda nossa admiração e...


O exemplo

comentários

No domingo do evangelho da Transfiguração todos ficamos curiosos com o brilho do evento e com alguma inveja dos três discípulos escolhidos. Quem não teria gostado de contemplar a glória antecipada do Senhor Jesus? No entanto, ninguém ficou por...


CF 2017: “Cultivar e guardar a criação”

comentários

Deus respeita a nossa liberdade e ama a todos porque é um Pai que não sabe fazer outra coisa a não ser amar os seus filhos, também aqueles que já o excluíram dos seus pensamentos e projetos de vida.


Uma só refeição

comentários

Chegamos ao último domingo de fevereiro e em pleno clima de Carnaval. Quarta-feira próxima iniciaremos o caminho da Quaresma.


O último

comentários

Uma história imaginária, como sempre. No entanto, muito fiel aos ensinamentos e ao exemplo de Jesus. Infelizmente, a nossa experiência nos diz que é mais fácil ter inimigos e adversários do que amigos e companheiros de caminhada.


Palavra que aquece e ilumina

comentários

Continuando a leitura do “discurso do monte” encontramos, a partir do evangelho deste domingo, umas palavras de Jesus repetidas como um refrão


A caverna

comentários

Após a página das Bem-aventuranças, no “discurso do monte”, que continuamos a ler nestes domingos antes da Quaresma, Jesus nos fala de “sal e luz”. Ele diz aos ouvintes, aos seus seguidores de ontem e de hoje, que eles...


A igreja demais cheia

comentários

Na leitura do evangelho de Mateus, deste ano litúrgico, encontraremos vários discursos de Jesus. O primeiro é o chamado “discurso do monte”. Ocupa três capítulos e vai nos acompanhar por alguns domingos. No início está a página bem conhecida...


No começo

comentários

O primeiro anjo era um cientista, o segundo era um filósofo, o terceiro um filantropo, o quarto um comerciante. O quinto anjo olhava encantado e batia palmas. Era um místico.