Historia

comentários

Saiu trocada na coluna de ontem a foto oficial da turma de 38 profissionais de imprensa de todo o país que participaram do Estágio para Jornalistas e Assessores de Imprensa em Áreas de Conflito. Desde 2010, esta é a sétima turma que as Forças Amadas dão a qualificação internacional.

A volta
Jornalistas que concluíram o estágio de correspondentes de guerra no Rio de Janeiro retornaram para casa ontem levando na bagagem muito mais que o certificado, o boton e o gorro azul da ONU. Mas lições para a carreira profissional e para a vida.

Tópicos
Entre as disciplinas ministradas, coisas técnicas, ligadas a cuidados em uma área de conflito, como guerra química, campo minado, fogo cruzado, terremotos e terroristas. Mas outras pra vida cotidiana, sabe?

Vitais
Um exemplo são matérias como prevenção e combate a incêndio, como também primeiros socorros. Todo mundo deveria entender um pouco disso. São técnicas e cuidados que podem sim valer uma ou mais vidas.

Camaradagem
Mas tem uma coisa que os militares fizeram os jornalistas conhecerem por dentro. Chamado ‘espírito de corpo’, um sentimento de coletividade, de fazer juntos em prol de um resultado comum. E eficaz.

Uma base
Na saída do curso, Tiago Eltz, que vai virar correspondente da Globo em Nova Iorque, lembrou de uma frase do instrutor-chefe, Major Félix: “Amizades forjadas em combate são para toda a vida”. Que seja!

Berço
Mais uma ferramenta para o combate à corrupção. Membro do Ministério Público Federal, o procurador Alexandre Parreira Guimarães defende educação como forma de prevenir desvios éticos. Assunto foi tratado durante discussão sobre fundo criado e gerido pelo MP estadual com este fim.

Evento
O procurador da República Arepresentou o MPF/AP no III Fórum de Boas Práticas da Administração Pública, promovido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE-AP). Ele debateu sobre o Fundo de Combate à Improbidade e à Corrupção (Funciac), criado e gerido pelo Ministério Público estadual.

Resultado
O procurador elogiou a iniciativa do MP-AP, especialmente sobre a possibilidade de haver colaboração premiada no âmbito da improbidade administrativa. Explicou que a prática não é regulamentada pelo Conselho Superior do MPF, mas vai levar a discussão entre seus colegas.


Formatura

comentários

Olha aí a foto oficial de encerramento do curso para jornalistas correspondentes de guerra, no Rio. O registro foi feito em frente ao CCOPAB, que leva o nome do diplomata brasileiro Sérgio Vieira de Melo, morto em 2003 em Bagdá. A unidade é chamada também “Casa do Soldado da Paz”.

Curso
Encerrou ontem no Rio de Janeiro, em grande estilo, o rigoroso treinamento para jornalistas que agora estão habilitados a atuar em áreas de conflito. O colunista integra o grupo, formado por 38 profissionais de todas as partes do país. Foi no CCOPAB.

Quartel
Esta sigla, que parece até nome de remédio, é uma referência chancelada pela ONU para ministrar esse estágio, denominado Estágio para Jornalistas e Assessores de Imprensa em Áreas de Conflito.

Referência
Sim, CCOPAB significa Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil e tem como atual comandante do coronel do Exército Carlos Ramires, mas como o nome diz, tem em seus quadros militares da Marinha e da Aeronáutica.

Noite
A semana dos profissionais de imprensa foi intensa no Rio, com uma “virada” de quinta para sexta-feira com direito a simulações muito reais, uma verdadeira produção ‘hollywoodiana’. Um show!

Destinos
A mística deste curso, que só é oferecido uma vez por ano, pede que seus participantes guardem segredos sobre o passo-a-passo, para não quebrar o encanto dos demais colegas. Daria um livro…

Saúde
Na próxima terça-feira Macapá recebe um empreendimento de ponta na área da medicina diagnóstica. Trata-se do Laboratório Amaral Costa, que receberá a imprensa e convidados para um coquetel de inauguração, à noite. Registramos e agradecemos convite do doutor Alberto Amaral à coluna.

Fronteira
O presidente da Associação Comercial e Industrial do Amapá, empresário Altair Pereira, aferiu pessoalmente a funcionalidade do seguro para carros na travessia da Ponte Binacional de Oiapoque. Pagou 175 euros pora té 30 dias. Mas diz que a França já prepara seguro para períodos menores.

Estrada
Outra observação feira por Pereira diz respeito a estrada para Oiapoque. Oficialmente faltam 110 quilômetros para serem asfaltados, mas ele aponta que um trecho de 60 quilômetros já pavimentados carecem de reparos emergenciais, senão o DNIT terá que refazer as contas novamente.


Alvo

comentários

Para quem ficou curioso sobre o desempenho do represetante amapaense no estágio no Rio de Janeiro olha aí uma imagem do colunista na pista de progressão que simula um ambiente de conflito. Muita tecnologia a serviço do mais próximo possível do real, com sensores que acusam tiros.

No front
No segundo dia de intenso treinamento para 38 jornalistas de todo o país, no Rio de Janeiro, o bicho pegou. Na verdade choveu bala amigos! Tudo bem que eram de festim, mas a adrenalina foi a mil com o pessoal passando numa pista que simula uma área de conflito.

Raça
Conforme a coluna reportou ontem, o Amapá participa deste rigoroso treinamento, através deste colunista, gordinho, vai, mas que ao melhor estilo tucuju vai logo avisando: “No Amapá a gente não afrouxa!”.

Direito
Entre os destaque das instruções de ontem, uma palestra da promotora de justiça Najla Palma, do Ministério Público Militar. Ela discorreu sobre Direito Internacional Humanitário. Que muitos países ignoram.

Olhar
Aliás, sobre as atrocidades na Líbia e Estado Islâmico – inclusive contra jornalistas – ela foi questionada se o Conselho de Segurança da ONU não estaria “prevaricando”. Ela sorriu e comentou: “A coisa tá russa”

Paradoxo
Outra valorosa mulher dividiu as agruras que já passou na carreira. Trata-se da repórter Vera Araújo, de O Globo. Viu um mesmo Exército ser amado no Haiti e repelido nas favelas do Rio de Janeiro.

Quartel
O curso acontece no CCOPAB, o Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil. O atual comandante, coronel Ramiro, explicou que o uso da força bélica pelas Forças Armadas é para garantir a paz, a duras penas, mas é por isso. “Daí a gente chamar nossa unidade de casa do soldado da paz”.

Destino
O militar também confirmou que a missão brasileira no Haiti está terminando. Na verdade, outros 15 países já deixaram a ilha caribenha e o Brasil será o último a embarcar de volta para casa. Mas permanecerá de prontidão, à disposção da ONU para novo emprego. Há fortes indícios de que iremos à África.

Dúvida
Aí você pode se perguntar sobre os problemas internos do Brasil, né? Sim, as Forças Armadas podem ajudar, excepcionalmente. Mas comandantes como o general Villas Bôas não gostam da ideia de ver soldados brasileiros apontando armas contra compatriotas. Está certo ele.

 


Imprensa

comentários

Olha aí a foto da turma de jornalistas que estão ralando nu quartel do Exército Brasileiro no Rio de Janeiro, tudo em nome de estarem qualificados a cobrir com segurança e técnica eventuais conflitos armados pelo mundo. O Diário do Amapá está lá com o colunista. Mandaremos notícias!

Jornalismo
Aberto ontem no Rio de Janeiro o Estágio para Jornalistas e Assessores de Imprensa em Áreas de Conflito, no Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil. Trata-se de um treinamento de excelência que leva a chancela da Organização das Nações Unidas (ONU).

Feras
O treinamento de uma semana, em regime de internato, reúne jovens e experientes nomes da imprensa, como os repórteres Márcio Campos (Band-SP), Tiago Eltz (Globo-RJ) e o também escritor Felipe Pena.

Amazônidas
O Amapá marca presença no estágio, com o editor da coluna. Mas outros nomes do Norte, como o repórter cinematográfico Ronaldo Silva, ex TV Amapá e Secom, que agora é da TV Cultura, do Pará.

Front
No primeiro dia do estágio, o jornalista Ari Peixoto, veterano correspondente de guerra, cunhou a frase: “Antes eu dizia que não tinha tempo de ter medo; bobagem, o medo te deixa mais atento”. Mandou bem!

Legado
Também foi marcante lembrar de colegas que tombaram mortos em áreas de conflito que nem são no exterior, como Tim Lopes e Santiago Andrade. Pois é, o Rio de Janeiro é uma verdadeira guerra.

Coach
Os profissionais do Clube Coach do Amapá decidiram compartilhar com o público uma experiência transformadora que ajuda as pessoas a melhorarem diversos aspectos de sua vida como produtividade, inteligência emocional, respeito à diversidade, planejamento, organização e comunicação interpessoal.

Eficácia
Para isso, trabalham com orientação para resultado e aperfeiçoamento contínuo. Por ser uma área inda não tão difundida no Estado do Amapá, os profissionais do clube coach pretendem maximizar o entendimento da sociedade amapaense quanto à nova profissão que está larga expansão no Brasil.

Evento
Esta experiência será apresenta durante a realização do 1º Coach Experience Day, que acontecerá no dia 8 de julho, no Villa Nova Shopping. Vai ser um dia inteiro de programação com palestras, oficinas e atendimentos de coach. Excelente oportunidade para o público.


‘Translate’

comentários

Colega jornalista John Pacheco fez essa foto e postou em uma rede social, para alegria dos internautas. Ele disse: “Macapá city sempre à frente de seu tempo com ônibus e tradução dos bairros em Inglês/Português”. E se você também tem uma imagem curiosa manda que a gente publica!

Afro
Aberta em grande estilo na noite de sexta (e que entrou na madrugada do sábado) a Virada Afro 2017. Trata-se de um evento inédito por aqui, quiçá no país. A proposta é uma verdadeira maratona com 72 horas de programação artística, cultural, gastronômica….

Opinião
A atração nacional da primeira noite foi o cantor Dudu Nobre, que veio com todo seu carisma, humor, talento e opinião. Sim, o artista carioca mandou bem na hora de falar a respeito do tema racismo.

Os caras
Coube a um grupo bem conhecido do público amapaense fazer o aquecimento da plateia. O Senzalas colocou todos para dançar e cantar seus grandes sucessos. Salve Val Milhomen, Joãozinho Gomes e Amadeu!

Mobilização
Mas não ficou só por aí. As comunidades tradicionais também vieram, de todas as partes do Amapá. Foi muito bom ver reunido ali um PIB cultural, digamos assim, com tanta coisa boa a se produzir.

Visão
Feliz estava também Marcos Reátegui, que mostra pegada na condução de seu primeiro mandato na Câmara Federal. Foi dele a emenda parlamentar que viabilizou a Virada Afro. Que pode emplacar ser anual.

Advocacia
A Associação das Mulheres Advogadas do Amapá e a Caixa de Assistência aos Advogados trazem a advogada Evelyn Melo, uma das idealizadoras do Movimento da Mulher Advogada no Meio do Mundo, para o lançamento local da iniciativa. A ideia surgiu no Rio de Janeiro e está pegando.

Evento
Em Macapá, o lançamento ocorrerá na próxima quinta-feira, dia 22, às 19h, no Museu Sacaca, e será aberto ao público. O objetivo do Movimento da Mulher Advogada no Meio do Mundo é monitorar o trabalho exercido pela Advocacia Feminina, dando suporte a essas profissionais. Bem interessante.

Temas
Entre os pontos elencados pelas advogadas ouvidas na pesquisa estão violência contra a mulher, salários menores que os dos advogados homens, os desafios do acúmulo de tarefas profissionais e domésticas, falta de garantia de equipamentos e prioridade para gestantes.


Hilário

comentários

Uma cena inusitada em plena hora do almoço, quando o trânsito trava e o sol aperta mais. E não é que o sujeito que viajava na carroceria desta picape arrumou uma sobra de palmeira em pleno centro da cidade? É claro que está errado transportar passageiro lá em cima, Mas valeu a foto!

Ipem
O Instituto de Pesos e Medidas está fiscalizando os produtos típicos mais consumidos nesta época do ano das festas juninas. A Operação “São João” visa fiscalizar peso, quantidade ou volume, se estão de acordo com as indicações fornecidas pelos fabricantes.

Amostras
Retirados exemplares de artigos comuns nas festas, como milho de pipoca, canela em pó, cravo-da-índia, noz-moscada, canjica e doces específicos, como pé-de-moleque, paçoca, totalizando 182 produtos.

Garantia
O Governo Federal autorizou o empenho de emendas parlamentares do deputado federal Vinícius Gurgel (PR/AP) para o município de Pracuúba. O aporte financeiro será investido obras de infraestrutura na cidade.

Ruas
Objetivo é melhorar o trafego de veículos e a locomoção dos pedestres que vivem em Pracuúba. Vinícius alocou R$ 435 mil para pavimentação, uma das principais reivindicações da comunidade.

Extensão
Unifap ofertará treinamento funcional, dança de salão, lutas, natação e hidroginástica para a comunidade acadêmica e sociedade em geral. Projeto inclusivo é do curso de Educação Física. Nota 10!


Olha essa. Em Boston, nos Estados Unidos, se um morador achar um buraco na rua é só tirar uma foto dele e enviar para a prefeitura. A ordem é mandar arrumar logo a avaria na rua e, como satisfação ao contribuinte, o poder público envia uma foto de volta, com o reparo sendo providenciado.


Por aqui, no Amapá, quando populares chegam a tirar foto de buraco logo viram memes nas redes sociais. Claro que não fica barato, pois a galera acrescenta geralmente alguma placa junto, batizando o lugar com o nome do prefeito de plantão. Asfalto deve estar entre os maiores sonhos de consumo.

Acolá
Em algumas prefeituras do interior de São Paulo, já se ouviu falar de uma modalidade de pavimento que tem o custo compartilhado entre a administração pública e os moradores de cada lado da via. E a faturaé cobrada em parcelas, que chegam às casas em um carnê. Avanço!


Cuidados

comentários

Um novo feriadão se avizinha e muita gente faz planos para pegar a estrada com seu carro.
A coluna então sugere a leitura das cinco dicas dadas por um especialista para evitar acidentes e outros aborrecimentos. É só passar em nossa página na web, digitando www.cleberbarbosa.net

Defesa
A nova fase da Operação Cabo Orange pelo Comando de Fronteira Amapá foi fechada no fim de semana e considerada um sucesso. O objetivo era intensificar a presença do Estado na região fronteiriça do Amapá, particularmente no município do Oiapoque.

Pelo ar
A ação, coordenada pelo 34º BIS, empregou um efetivo aproximado de 180 militares, além de ter contado com a participação de integrantes do 4º Batalhão de Aviação do Exército, sediado em Manaus (AM).

Agências
A operação teve apoio da Marinha (Capitania dos Portos), da Agência Brasileira de Inteligência, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Receita Federal, do Ibama, da Sefaz, das Polícias Civil e Militar.

Eficaz
Falando à coluna, o coordenador da operação, coronel Robson Mattos, destacou modelo ‘interagências’ que permite estreitamento dos laços de cooperação, a conciliação de interesses e a concentração de esforços.

Estratégia
Em suma, se o crime é organizado, cabe ao Estado brasileiro, através dessas inúmeras agências federais e estaduais, unir esforços para o enfrentamento. A base é a troca ou compartilhamento de informações.

Educação
Os professores da Escola Visconde de Mauá do SESI, participaram da segunda formação continuada de aperfeiçoamento técnico-docente na área da Inclusão. O objetivo da atividade é capacitar os profissionais da instituição para desenvolver trabalho pedagógico adequado às necessidades.

Dinâmica
Na ocasião foram abordados assuntos como, definição dos conceitos de ensino e de aprendizagem além de aspectos neurológicos, estilos e estratégias de aprendizagem. A formação faz parte do projeto “Me inclua nessa”, desenvolvido pelo Núcleo de Educação Inclusiva (NEI) da Escola além de outras atividades.

Máxima
De acordo com a coordenadora do NEI, Aline Barboza, a atividade é de extrema relevância. Ela justifica que, por meio de ações de aperfeiçoamento é possível sensibilizar os professores para o pleno exercício de uma educação inclusiva orientada pelos pressupostos filosóficos.


No campo

comentários

Alunos do curso de Padeiro e Confeiteiro do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) do Amapá, quando visitavam a empresa Soreidom. Durante a atividade, que foi acompanhada pelo instrutor da instituição, Ronaldo Costa, os alunos puderam interagir e observar a prática.

Interior
Pedra Branca do Amapari recebeu no domingo a primeira etapa do Circuito Brilho de Fogo de Corrida de Rua. Foram quase 200 competidores inscritos na prova, que percorreu ruas e avenidas da cidade. Mas desde a véspera, a cidade recebeu bem os turistas.

Potencial
Segundo uma das idealizadoras do evento, Rose Maia, existem tratativas para que outros municípios recebam uma prova, como Serra do Navio e Ferreira Gomes. Esporte e turismo ajudando a economia.

Intercambio
Depois do IFAP, será a vez de escolas estaduais virarem centros bilingues (português e francês). A Associação dos Professores de Francês do Amapá (Aprofap) já recrutas educadores com domínio na língua.

Seleção
Em parceria com a Embaixada da França no Brasil, a ação quer identificar professores para atuarem no projeto Escola com Classes Bilíngues. Interessados devem ir ao Centro Franco Amapaense até quarta-feira.

Currículo
A chamada é dedicada a professores formados nas diversas disciplinas (história, artes, sociologia, letras, geografia, entre outras) do Ensino Fundamental I e II que tenham fluência em língua francesa.

Imprensa
O Prêmio Estácio de Jornalismo – Edição 2017 prorroga suas inscrições até 25 de junho. Jornalistas poderão inscrever suas reportagens direto pelo site da premiação e concorrer a um total de R$ 125 mil em prêmios, que serão distribuídos para as melhores matérias do ano sobre ensino superior.

Estradas
Educação é tudo, vamos combinar, né? E no trânsito é a mesma coisa, daí a gente aplaudir a iniciativa do GEA, através da Secretaria da Educação (Seed), de firmar parceria com a Polícia Rodoviária Federal para encampar ações educativas nas rodovias federais que cortam o estado. Termo de Adesão será assinado hoje.

De frente
Outra boa notícia vinda do governo vem da Equipe de Nefrologia do HCAL,que se reuniu com pacientes para solucionar demandas da unidade. Os pacientes entraram em acordo para que aqueles com menos condições financeiras façam tratamento durante o dia e não mais à noite.


Mineração

comentários

Aspecto da participação do novo superintendente do DNPM-AP (Departamento Nacional da Produção Mineral) no Amapá, Romero Peixoto. Este pernambucano de nascimento atua no Amapá desde os anos 80, quando entrou para os quadros da tradicional Icomi S.A. como engenheiro de minas.

Comércio
Longe de ‘legislar em causa própria’, empresário Edevaldo Xavier envia mensagem para falar da importância dos homens serem mais criativos na hora de presentear as namoradas. “Nada de panela ou avental”, diz ele que sugere eletrônicos, como os smartphones.

Gastronomia
Uma novidade que chegou por esses dias está garantindo um fim de semana longe do fogão e das panelas. É a “Feijoada do X”, que está apresentando o modelo de feijoada do sul do país. Lá no X do Sul!

Rádio
Novo superintendente do DNPM no Amapá, engenheiro Romero Peixoto, foi ao rádio ontem falar do enorme desafio de arrumar o setor. Foi durante a audição do nosso programa Conexão Brasília.

Infra
Para Romero, o acidente com o Porto da Anglo ainda é o maior gargalo, juntamente com o estado de abandono da velha Estrada de Ferro do Amapá. “Estamos contando com o apoio de todos para resolver isso”, disse.

Paradoxo
Outro grande problema é a diminuta equipe local do DNPM para dar conta de fiscalizar a grande área sob a jurisdição do órgão por aqui. Simplesmente toda a área territorial do estado do Amapá.

Pesquisa
Equipe de Otávio Ohashi permanece no Amapá por mais tempo. Ele esteve visitando o Amapá esta semana e já se mandou, mas deixou alinhavado um trabalho de pesquisa e consultoria a empreendimentos locais. Ele concedeu entrevista exclusiva ao nosso canal. Acesse YouTube.com/cleberbarbosa.

Música
Tem uma safra de novos talentos na música surgindo. Ontem, no rádio, dois irmãos mostraram que apesar da falta de oportunidades pelas vias tradicionais do showbiz dá para romper as barreiras pela rede mundial de computadores. Faype e sua irmã Sarah mandaram muito bem cantando ao vivo na Diário FM.

Turismo
Pedra Branca do Amapari recebe neste domingo a I Etapa do Circuito Brilho de Fogo de Corrida. Uma prova de rua, aliada a uma caminhada, além de gente bacana ocupando a rede hoteleira para conhecer o interior do Amapá. Sacada das amigas Josi Maia e Rosângela Chagas.


Na conta

comentários

Estão nos cofres da Prefeitura de Mazagão R$ 500 mil para a construção de uma escola na comunidade São João, no lago do Ajuruxi, em Mazagão. O recurso, que foi destinado em 2016, e o pagamento realizado em maio de 2017, é fruto de emenda do deputado Cabuçu Borges.

Saindo
Governo do estado mostra pragmatismo na questão da duplicação da rodovia Duca Serra. Aliás, a obra está sendo denominada ‘alargamento’. O que já resolve, convenhamos, afinal aquela via é a principal para escoamento de cargas do porto até Macapá.

Manancial
Um dos pontos nervosos dessa obra, que quase fizeram o secretário Jorge Amanajás perder seus últimos fios de cabelo, era a Lagoa dos Índios. A intervenção no leito hídrico é pontual e bem conduzida.

Segurança
Ericlaudio Alencar, da Sejusp, costuma dizer que antes de ser secretário da Sejusp, é delegado de polícia. Ele inclusive levou a função de xerife para o nome político. Dizem que o posto é a realização de um sonho.

Maternidade
No hangar do GTA, o grupo aerotransportável da segurança pública vibra pela semana marcada pelo nascimento de uma menina do Bailique em pleno voo. Um pouco de ternura naquele ambiente tenso, claro.

Rádio
Na próxima semana o nosso programa de rádio inaugura um novo quadro. A inspiração é o famoso ‘Arquivo Confidencial’, do Faustão. Muitas surpresas estão por vir, nas homenagens aos convidados.

Artigo
“Motivos para continuar acreditando no Brasil”, esse é o título do artigo do executivo Carlos Bretos, da multinacional Lexmark, publicado com exclusividade no Amapá em nossa página na web. Que aliás está com novo domínio, agora personalizado. Acesse www.cleberbarbosa.net.

Amanhã
O ex presidente José Sarney vai de ‘O perigo de falar’, em seu artigo semanal que o Diário do Amapá publica no domingo. Olha um trecho: “Falar já é um perigo, falar demais é um desastre. Por isso, o rei David já advertia que o melhor é “guardar a língua, porque guarda a alma de muitos atropelos”.

Só love
Procon finalizou ontem a operação Dia dos Namorados, que vistoriou motéis e sex shops de Macapá. Foram visitados 20 motéis e dois sex shops. Cinco empresas foram autuadas por comercializar produtos vencidos e apresentarem irregularidades em precificação por lá.