Erros de amor

Meus erros foram erros de amor, portanto, não toques minhas feridas que já são por elas mesmas doloridas demais, e em noites de chuva são tão companheiras quanto o abraço que tu me deves por eu ter errado tanto nesta vida ao teu lado; meus erros foram somente os teus. Só fui atrás das contrapartidas […]

Compartilhe:

Meus erros foram erros de amor, portanto, não toques minhas feridas que já são por elas mesmas doloridas demais, e em noites de chuva são tão companheiras quanto o abraço que tu me deves por eu ter errado tanto nesta vida ao teu lado; meus erros foram somente os teus.

Só fui atrás das contrapartidas de uma solidão insana que nunca saiu de dentro de mim, por costume, por vício, por insistência do meu coração feito por poetas de terras longínquas de reis poderosos e maus, um coração de sonhador, por assim dizer.

Essa coisa da paixão não tem conceitos, não tem fórmulas, não se aprende em univesidades, apenas se sente, entre mágoas e delírios, entre a vida e a certeza do fim; analisar o amor a partir da psicologia é muito engraçado, não topo encontros de casais, meu encontro é com você à luz de velas e vinho tinto, sem falar da vida, só rindo dela, falando besteiras, quem entenderia nossas dores e desencontros, senão nós mesmos?

O segredo da vida é você fingir que não tem medo, é você manter seu corpo vivo e sua alma voando, ou seja, tudo pelo desejo de viver e compreender a liberdade, mil vivas a você que entendeu a verdadeira fonte do amor.

É muito estranho ver alguém que pensa que o amor é besteira se deitar no asfalto de braços abertos e querer morrer de repente; ainda existem aqueles que tratam o amor como uma instituição, ou um negócio fechado, há quem pense ser dono da pessoa física, pobres de espírito não sabem que só os sentimentos nos garantem a verdade, os sentimentos têm matéria, como os ventos têm as velas, e você, minha companheira, é um porto, ou planeta, se preferir, é mais que um barco. Gosto de dormir ao seu lado, perto de você e seus sonhos; não posso dormir com seus pesadelos ou beijar sua língua pesada, não posso ser seu desespero, sou sua espera, minha pátria é a sua casa, minha vida é uma porta que você deixa aberta o tempo todo, quero ser como essa porta na velhice, sentindo as passagens do ir e vir da vida.

Bom domingo,


 
Compartilhe: