“Se o Senhor não edificar a casa”

Assim sendo, o fiel desse salmo quer exaltar o quanto é importante e definitiva a graça de Deus para dar força e coragem ao ser humano na sua breve e frágil vida terrena.

Compartilhe:

O salmo 126, das Sagradas Escrituras, pode ser definido como o ‘salmo urbano’, que nos dá dicas essenciais para uma vida de cidade. A ‘vida de cidade’ se resume no meio de casas, construções, mercados, negócios, entradas e saídas de cidadãos, trabalho, segurança, conquistas, intrigas de poderes e famílias, conquistas e derrotas, insucessos e sucessos. O salmista diz que toda essa realidade feita de tanto trabalho e desgaste humano é um insucesso, se for sem Deus: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a constroem. Se o Senhor não guardar a cidade, debalde vigiam as sentinelas.” A verdadeira felicidade, uma vida sem desgaste humano, provem da bênção e proteção de Deus.

Assim sendo, o fiel desse salmo quer exaltar o quanto é importante e definitiva a graça de Deus para dar força e coragem ao ser humano na sua breve e frágil vida terrena. Uma vida que não se entrega à confiança de Deus parece que perde a capacidade de se tornar fecunda e tranquila, porque é o amor e os dons Dele que garantem tudo isso: “Inútil levantar-vos antes da aurora, e atrasar até alta noite vosso descanso, para comer o pão de um duro trabalho, pois Deus o dá aos seus amados até durante o sono.”

E o maior prêmio e bênção por parte de Deus aos seus ‘justos’ é o dom dos filhos. “Vede, os filhos são um dom de Deus: é uma recompensa o fruto das entranhas.” Os filhos são o maior patrimônio dos seus pais. E por isso são gratos ao Senhor. Nesse sentido, também se reconhecia que aquele pai que tivesse tido filhos quando foi jovem teria sido sortudo porque teriam mais força, mais vigor e, portanto, teriam mais vida: “Tais como as flechas nas mãos do guerreiro, assim são os filhos gerados na juventude.”

Assim sendo, diz o salmista que quem tem filhos fortes e vigorosos, frutos da juventude, pode ficar tranquilo que enfrentará um futuro seguro, parecido a um forte guerreiro que sabe lutar e derrubar o inimigo. “Feliz o homem que assim encheu sua aljava: não será confundido quando defender a sua causa contra seus inimigos à porta da cidade.” Os filhos numerosos e fortes são a segurança para um pai que vive numa cidade para enfrentar os seus inimigos dentro e fora dela. E se quisermos fazer uma leitura cristã de tudo isso poderíamos dizer o seguinte que podemos ter que enfrentar tribulações e ameaças de vida, mas a confiança em Jesus nosso Senhor nos dá certeza que Ele venceu tudo isso.

O Santo Padre papa Francisco falou no dia 05.05.2015: “Tenham coragem nestes momentos. Eu venci, vocês também serão vencedores… “Esta primeira palavra nos ilumina para superarmos os momentos mais difíceis da vida, aqueles momentos que nos fazem sofrer. Somente Ele é capaz de nos dar a força, de nos dar a perseverança na fé, de nos dar a esperança”… “Na vida, temos que percorrer caminhos tortuosos, é a lei da vida. Mas nestes momentos, ao entregar-se ao Senhor, Ele nos responde com a paz. Este Senhor que é Pai e nos ama tanto e não desaponta jamais.”


 
Compartilhe: