Futebol vai mal no Sub-20

Os problemas sociais de um país afetam todo o seu universo e o futebol e o esporte é o termômetro dessa harmonia

Compartilhe:

Pouca gente está sentindo o declínio do futebol brasileiro, exatamente na base de sustentação para os grandes feitos nesse esporte, que o Brasil já foi grande e invejável. Veja o que está acontecendo na disputa do Sul-Americano, da categoria Sub-20, no Chile. O Brasil perdeu seu último jogo para o Uruguai, por 3 a 2, e, simplesmente, despencou na classificação, sem qualquer possibilidade de chegar ao título e com raras chances de seguir entre os classificados para o Pan-Americano, de maio e, ainda ficar fora do mundial, do ano que vem na Polônia. Entre as classificadas a seleção brasileira é a última, com apenas um ponto ganho, contra sete do Uruguai. Os problemas sociais de um país afetam todo o seu universo e o futebol e o esporte é o termômetro dessa harmonia

Ganso
A apresentação de Ganso no Fluminense foi só alegria. Mas não é para menos. Longe dos gramados brasileiros, por quase nove anos, Ganso amargou um fel muito ruim e agora volta com toda corda para defender o tricolor, que acreditou nele, fazendo um contrato de cinco anos. Na oportunidade, o jogador alfinetou o treinador Jorge Sampaoli que o maltratou, quando jogava no Sevilla e ele era o treinador.

Neymar
Neymar recebe elogios de uns e críticas de outros. Por exemplo, o seu treinador Thomas Tuchel fez rasgados elogios ao craque, dizendo, durante a festa dos 27 anos do jogador, ontem em Paris, que ele está ótimo e já apresenta melhora no pé e, que talvez, nem é preciso operar. Enquanto isso, aqui no Brasil, Neto, o ex-jogador e comentarista não concordou com as atividades do jogador, taxando-o de “mimadinho”. Concorda ?Cristiano

Ronaldo
Cristiano Ronaldo satisfeito ou não no Juventus, o fato é que o jogador anda dizendo muitas coisas, tudo, é claro, para fortalecer o time italiano. Agora ele disse que está atrás do Real Madrid para levar três dos seus craques, inclusive Marcelo. Pode ser, mas é dificil o time espanhol soltar seu lateral, o melhor do mundo.

Iatismo
Depois de 18 anos fora do mar competindo, Robert Scheitd, cinco vezes medalhas em Jogos Olímpicos, anunciou que está de volta no laser, nos Jogos de Tóquio, 2020. Ele tem 45 anos e durante os jogos chegará aos 47.


 
Compartilhe: