Hoje sai o outro finalista da Copa

Com forte equilíbrio técnico, franceses e belgas concorrem para fazer uma partida sem favoritos, em duelo entre ataque e defesa os mais destacados durante as fases preliminares. A partida será às 15 horas, em São Petersburgo.

Compartilhe:

Conhecido o primeiro finalista da Copa da Rússia, hoje será a vez de Inglaterra e Croácia para ganhar o privilégio de disputar o título máximo do futebol mundial. Com forte equilíbrio técnico, franceses e belgas concorrem para fazer uma partida sem favoritos, em duelo entre ataque e defesa os mais destacados durante as fases preliminares. A partida será às 15 horas, em São Petersburgo.

Catar 2022
Depois da saída nas quartas de final, a seleção brasileira começa a se movimentar para a formação de novo elenco para competir na Copa do Mundo de 2022, no Catar. A manutenção de Tite é considerada certa, embora o treinador tenha pedido 10 dias para responder. A quase certeza de Tite provém do interesse dos jogadores da própria CBF. Além da Copa de 2022, o futebol brasileiro terá que se preparar para sediar a Copa América em 2019, em vários estados brasileiros. De inicio já pensado em planos de trabalho para ampliar o leque de jogadores novos, alguns até pertencentes à atual equipe da Rússia. Há nomes obrigatórios na nova formação , entre os quais Felipe Coutinho, Gabriel Jesus, Lucas Paquetá, Arthur, Vinicius Junior, Casemiro, Douglas Costa, Firmino, Neymar. A continuidade de Tite o obrigará a trabalhar mais com a base com intuito crescente de renovação no elenco.

Neymar
O modelo atual de alguns analistas do futebol é colocar Neymar como o centro de atração das críticas da participação brasileira na Rússia. O fato é que vários dos críticos de hoje não atentaram que o jogador estava sendo usado pelos grandes grupos internacionais e seus excessos não eram analisados. Deram-lhe uma posição inadequada quanto ao seu valor como jogador e, agora, descobrindo as suas carências, usam de pesadas criticas. Neymar foi vítima de gente que só se interessa pelo futebol para ter lucro, deixando de lado a vida física do jogador.

Argentina
Depois do apagado papel na Rússia, os dirigentes da Associação de Futebol do país se movimenta para recolocar o pais no âmbito de sua importância. O treinador Jorge Sampaoli quer continuar dirigindo a seleção, mas a entidade o rejeita e a solução é contratar outro nomes para bem do futebol bicampeão do mundo.


 
Compartilhe: