Todos contra o Coronavírus

As organizações  com participação ativa na vida internacional têm desenvolvido intensa campanha destacando os problemas gerais causados pelo temível Coronavíus que, de momento inesperado, incendiou  o mundo com suas mazelas das quais a morte é caminho sem volta, pesadelo que coloca as famílias das vitimas em desespero. A Organização Mundial Saúde (OMS), diretamente ligada ao […]

Compartilhe:

As organizações  com participação ativa na vida internacional têm desenvolvido intensa campanha destacando os problemas gerais causados pelo temível Coronavíus que, de momento inesperado, incendiou  o mundo com suas mazelas das quais a morte é caminho sem volta, pesadelo que coloca as famílias das vitimas em desespero.

A Organização Mundial Saúde (OMS), diretamente ligada ao assunto é a primeira a tomar decisões, nem sempre aceitas pela maioria dos países,embora o descontentamento seja natural, porque padece do mal de querer, naturalmente, o melhor. A entidade de Tedros Adhenonn vigia os quatro  quantos do mundo e, claro, não satisfaz a todos, porém, edita normas que são seguidas pelos países.

Outra entidade de volume mundial é a ONU, que juntou-se  à OMS para defender o sofrimento da população mundial, ao mesmo tempo que faz alerta sobre a novicidade da pandemia, principalmente no campo escolar. O Secretário Geral, Antonio Gutteres, fez diversos alertas objetivando o prejuízo da juventude mundial com esses meses do Coronavírus.

Segundo Gutterres, 40 milhões de alunos de todo o mundo ficaram sem acesso as escolas,  em fase da faixa etária cujo ensinamento é vital para o desenvolvimento. “Esse momento é decisivo para as crianças  e os jovens de todos os países”, disse Gutterres.

A linha defendida pela OSM é diferente e trata da saúde do povo, sendo este lado mais afetivo porque ´são as emoções das pessoas que estão em jogo”. Nem sempre as observasões pessoais de Adhanon agradam porque levanta um tema que desagrada todo mundo,  ou seja, de que pandemia semelhante ao do  Coronavírus costuma durar uma décadas, opinião que pode ser verdadeira, mas no momento em que o mundo espera por uma vacina que acabe com tudo isso, é o que o mundo espera, para acabar com a agonia que parece não ter fim.

Juntas as duas entidades têm força e condição de sustentar suas opiniões porque representa o consenso de tantas outras pessoas, cujas decisões são balizadas nos critérios mas elevados, representando de fato o melhor para ser seguido.

Gutterres defende o ensino, dizendo que essa fase da vida mundial será certeza sentida mais tarde, porque não há  nada possa substituir a educação na formação das elites  mundiais, quando terão mais capacidade de desenvolver política mais sadia para a normalidade do mundo, principalmente mundo sem guerra.

É dificil entender a opinião de Tedros Adhanon de uma pandemia de 10 anos. Para isso todas as autoridades ligadas aos Covid 19, recomenda maior vigilância para não permitir a propagação do vírus.  As ordens mais sensatas não forem  respeitadas qualquer previsão sem sentido, no fim prevalecerão.


 
Compartilhe: