Emblema do Patrimônio Cultural Brasileiro

O Emblema faz parte das comemorações do Iphan, que completa 80 anos de atividade

Compartilhe:

Uma Comissão Julgadora, nomeada pela presidência do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), esteve reunida nesta terça-feira (25) para avaliar as propostas inscritas no Edital de Concurso para a seleção do Emblema do Patrimônio Cultural Brasileiro. Das 283 inscrições recebidas entre 16 de janeiro a 02 de março de 2017, 220 foram homologadas e 63 indeferidas. A comissão fará considerações sobre os trabalhos apresentados e o resultado será divulgado até o dia 10 de maio.

O prêmio para o trabalho vencedor será de R$ 30 mil. O Emblema escolhido passará a ser de propriedade exclusiva do Iphan e será utilizado na promoção e difusão do Patrimônio Cultural Brasileiro, podendo ser cedido a terceiros desde que o uso proposto esteja de acordo com a sua finalidade.

O Emblema faz parte das comemorações do Iphan, que completa 80 anos de atividade em 2017. O objetivo do concurso é estabelecer um novo marco para a promoção, difusão e a sinalização do Patrimônio Cultural Brasileiro, por meio de um emblema específico, a exemplo do que ocorre com o Patrimônio Mundial e Patrimônio Imaterial da Humanidade, da Unesco e do Patrimônio Cultural do Mercosul e do Patrimônio Cultural Europeu. Presidida pelo diretor do Departamento de Articulação e Fomento (DAF/Iphan), Marcelo Brito, a Comissão Julgadora contou com Airton Jordani Jardim Filho (indicado pela Associação dos Designers Gráficos do Brasil); Antonio Carlos Motta de Lima (indicado pela Associação Brasileira de Antropologia); Fernando Barboza (indicado pelo Conselho Internacional de Monumentos e Sítios); Flávio Rizzi Calippo (indicado pela Sociedade Brasileira de Arqueologia); Ivan Geraldo Ferreira (indicado pelo Instituto de Arquitetos do Brasil); Maria Virgínia Casado (indicada pela Representação da UNESCO no Brasil); e Virgínia da Rosa (indicada pela Secretaria Especial de Políticas de Promoção da Igualdade Racial). (www.portal.iphan.gov.br).

 

  • Miss Amapá

A modelo amapaense Tharcila Hellen, vai realizar o concurso “Miss Amapá Model 2018”, com mulheres de 16 a 26 anos de idade.
Data e local a definir, mas a Inscrições estão abertas. Informações 98135-6619 e 99132-5323.

 

  • “Festa do Tambor”

É o título da programação em comemoração ao aniversário do bairro do Laguinho, que este ano vai completar 78 anos de história, no dia 20 de maio.
No Banco da Amizade (rua Elizer Levy – Laguinho), a partir das 9h.

 

  • Cantando Marabaixo”

Nome do festival de Marabaixo realizado pelo Movimento Nação Marabaixeira, que este ano será sua 3ª edição.
Esse projeto envolve as escolas e estudantes.

 

  • Agenda

Músico, compositor, arranjador, produtor e amigo, Manoel Cordeiro, estará em Macapá dia 4 de maio comemorando, realizando o show “Baile do Papai”, com a renomada cantora amapaense Patrícia Bastos.
Na Trina Cervejaria, na esquina da av: Tupis com a rua Jovino Dinoá- Beirol. Informações: 98400-4395.

 

  • Adiada

O projeto Arte Amazon informa que a exposição “ Reminiscência – Macapá 260 Anos”, do consagrado artista plástico e designer amapaense Ralfe Braga, foi adiada. Agora vai acontecer no dia 3 de maio (quinta), às 19h, no Garden Shopping – 1º piso. Entrada franca.

 

  • “Cantando a Amazônia”

Segunda, 30, às, 22h, no Norte das Águas (Complexo Marlindo Serrano) – Araxá, tem o show “Cantando a Amazônia”, com Nilson Chaves e participação especial de Enrico Di Miceli.
Informações: 99193-8466 e 98110-5404.

 

  • Humor

O humorista Epaminondas Gustavo e o cantor Adilson Alcântara, estarão em Macapá (Teatro das Bacabeiras), dia 5 de maio, às 21h.


 
Compartilhe: