Exposição “Só um Pouco Mais de Memória”

A exposição, que ficará disponível para visitação até o dia 22 de abril, conta com mais de 40 fotografias históricas nunca publicadas da cidade de Macapá. As imagens fazem parte de uma pesquisa iniciada pela artista em 2011, que se estendeu em trabalhos artísticos, museológicos e resíduos textuais.

Compartilhe:

O Sesc-AP inicia as atividades na Galeria de Artes Antônio Munhoz Lopes, no Sesc Araxá (Rua Jovino Dinoá – Beirol), no dia 22 de março, a partir das 19h, com a vernissage da exposição “Só um pouco mais de Memórias”, da artista Lene Moraes.

A exposição, que ficará disponível para visitação até o dia 22 de abril, conta com mais de 40 fotografias históricas nunca publicadas da cidade de Macapá. As imagens fazem parte de uma pesquisa iniciada pela artista em 2011, que se estendeu em trabalhos artísticos, museológicos e resíduos textuais.

Todas as obras foram selecionadas a partir de traços subjetivos e que não suprem imagens de cunho museológico crucial. Em parceria com o MIS (Museu da Imagem e do Som) e com a curadoria do antropólogo Luciano Magnus de Araújo, a exposição conta também com fotografias do acervo do MIS, onde são expostas imagens dos rostos, costumes e religiosidades do povo amapaense.

Durante o período de exposição serão realizadas visitas mediadas na galeria (horário de expediente), nas quais serão feitas discussões e esclarecimentos sobre a temática abordada nas obras. A exposição apresenta classificação livre e é aberta para o público em geral. (www.sescamapa.com.br)

 

  • Poeta

Na quinta (14) tem um encontro com o escritor, Fernando Canto, na Biblioteca Elcy Lacerda (Rua São José – Centro), às 15h30. Entrada franca.

 

  • Condições

Federação de Futebol (FAF) precisa dar as mínimas condições para os jogos do campeonato sub-20, que estão acontecendo no estádio Zerão.
Falta de policiamento e de profissionais de saúde para a ambulância (que está somente com o motorista), além de outras obrigatoriedades.

 

  • Pior colocação

A Beija-Flor ficou em 11º lugar na classificação geral do carnaval carioca de 2019, ocupando a pior colocação na história da escola, que sempre esteve bem pontuada na disputa pelo título.
Com a baixa pontuação de 267,6 pts, a representante de Nilópolis ficou fora do desfile das campeãs, que ocorreu no sábado (9).

 

  • Resultado

A classificação geral do carnaval carioca 2019, ficou assim: 1º Mangueira (270,0), 2º Viradouro (269,7), 3º Vila Isabel (269,4), 4º Portela (269,3), 5º Salgueiro (269,3), 6º Mocidade (269,0), 7º Unidos da Tijuca (268,8), 8º Tuiutí (268,5), 9º Grande Rio (267,9), 10º União da Ilha (267,7), 11º Beija-Flor (267,6), 12º São Clemente (267,4), 13º Imperatriz (266,6), 14º Império Serrano (263,8).

 

  • 10 anos

Quinta (14) o programa “O Canto da Amazônia” estará completando 10 anos no ar, sempre valorizando nossa aldeia tucuju.
De segunda à sexta, às 16h, na Diário FM 90,9.

 

  • “Bento Banto”

Título de uma música de Zé Miguel e Joãozinho Gomes, gravada pelo grupo Senzalas.
“A caixa, a murta, o mastro, o santo. A dança, a santa, a cor, o canto. Bento Banto, Bento Banto…”.

 

  • Destaque

Cantora amapaense Patrícia Bastos continua com a carreira em alta e crescendo a cada dia, em São Paulo.
O lançamento do disco em vinil Zulusa, no final de semana, foi destaque nos melhores jornais do estado, marcado como um “recolocar no palco um álbum que se tornou clássico”, assim disse o Estadão. Parabéns.


 
Compartilhe: