História do carnaval e suas origens

Tradição – Festa

Compartilhe:

Continuação da matéria sobre a história do carnaval e suas origens. As associações entre o carnaval e as orgias podem ainda se relacionar às festas de origem greco-romana, como os bacanais (festas dionisíacas, para os gregos). Seriam festas dedicadas ao deus do vinho, Baco (ou Dionísio, para os gregos), marcadas pela embriaguez e pela entrega aos prazeres da carne.

Havia ainda em Roma as Saturnálias e as Lupercálias. As primeiras ocorriam no solstício de inverno, em dezembro, e as segundas, em fevereiro, que seria o mês das divindades infernais, mas também das purificações. Tais festas duravam dias com comidas, bebidas e danças. Os papeis sociais também eram invertidos temporariamente, com os escravos colocando-se nos locais de seus senhores, e estes colocando-se no papel de escravos.

Mas tais festas eram pagãs. Com o fortalecimento de seu poder, a Igreja não via com bons olhos as festas. Nessa concepção do cristianismo, havia a crítica da inversão das posições sociais, pois, para a Igreja, ao inverter os papéis de cada um na sociedade, invertia-se também a relação entre Deus e o demônio.

A Igreja Católica buscou então enquadrar tais comemorações. A partir do século VIII, com a criação da quaresma, tais festas passaram a ser realizadas nos dias anteriores ao período religioso. A Igreja pretendia, dessa forma, manter uma data para as pessoas cometerem seus excessos, antes do período da severidade religiosa. (continua amanhã – parte III. (www.brasilescola.uol.com.br).

 

***************************

 

PRAXIÚBA: É o nome popular de uma palmeira da família das Arecáceas (ex-Palmáceas), que ocorre na América Central e do Sul, e no Brasil, no estado do Amazonas. Trata-se de uma palmeira de até 25 metros de altura, com fruto de
forma globosa, com até 3 cm, de diâmetro, de coloração verde-amarelada, quando maduro.

 

********************************

Minha cidade é tão linda
Quando é noite de lua cheia
A maré vazando batendo no quebra mar
A luz da lua é quem clareia
Bebeto Nandes
***************************

 

  1. Gigantes

Maracatu da Favela vai comemorar aniversário, nesta sexta (20), com participações especiais das escolas: Boêmios do Laguinho, Piratas da Batucada, Império do Povo, Piratas Estilizados e Império da Zona Norte.
O Encontro dos Gigantes 2, como é chamado o evento, ainda terá o lançamento do samba 2020 da verde e rosa, com o intérprete carioquinha (Rio de Janeiro), além de pontos técnicos da Maracatu e outras atrações convidadas.
Na quadra da escola (av: Padre Júlio, entre as ruas Santos Dumond e Marcelo Cândia) – Stª Rita, a partir das 22h.

 

  1. Internacional

Cantora amapaense, Patrícia Bastos, irá realizar shows no México, em agosto de 2020, credenciada pelo Edital Internacional Ibermúsica. A produtora Duas Telas Produções é a responsável inscrição do projeto da artista. Parabéns.

 

  1. “Fábrica de Festa”

Poetinha Osmar Júnior está lançando mais um projeto musical em sua carreira, o “Fábrica de Festa”, que destaca o ritmo do Brega, sua força e importância, como uma das maiores culturas musicais do Brasil, criação da região norte do país, mais precisamente do Pará.
“Nós temos uma fábrica, uma indústria, um movimento brega que envolve milhares de pessoas. Uma boa parte da população é simpatizante do brega, porque existe a dança e o povo nortista é de expressão indígena, negra e sua necessidade de se expressar é intensa”, disse o artista.

 

  1.  “Caia na Folia”

O tradicional baile de carnaval de salão, Caia na Folia, que não foi realizado em 2019, já tem data confirmada para acontecer em 2020. Dia 15 de fevereiro, na sede da Aseel (Rodovia JK), com assinatura do radialista, Azevedo Picanço. Informações: 98114-0202. Agenda aí.

 

  1. Atrações

Intérpretes de sambas enredos de escolas do Rio de Janeiro, Bakaninha (Beija Flor) e Emerson Dias (Salgueiro), serão atrações no carnaval amapaense, esses já contratados por Piratas Estilizados para o desfile de 2020, além de Luana Bandeira (Tuiutí – SP), como Rainha de Bateria da escola alaranjada.

 

  1. Casal

Adriano Almeida e Lica da Favela assinam como o 1º casal de Mestre Sala e Porta Bandeira, de Maracatu da Favela, para o carnaval 2010.
Ela está de volta ao posto que, há anos, brilhantemente ocupou, e ele continua, já que estava no posto. Formam um belo par e um casal nota 10. Boa sorte.

 

  1. “Mulheres Negras”

Professora doutora, Piedade Videira, está compartilhando a versão final de sua obra literária, “Mulheres Negras: Fortalezas Tecidas de Dores, Resistências e Afetos”. Parabéns, amiga.


 
Compartilhe: