Macapá: a capital do meio do mundo

Os dados de 2012 do IBGE revelam que a população da cidade é de 415. 554 habitantes, sendo a 53ª cidade mais populosa do Brasil e a quinta cidade mais populosa do norte. Atualmente, vive um momento de crescimento tanto econômico quanto populacional, o que vem mudando o seu cenário e atraindo investimentos externos para o estado.

Compartilhe:

Macapá é um município brasileiro, capital do meio do mundo (monumento Marco Zero do Equador), e a maior cidade do estado do Amapá. Situa-se no sudeste do estado e é a única capital estadual que não possui interligação por rodovia a outras. Além disso, é a única cortada pela linha do Equador e que é localizada às margens do Rio Amazonas, o maior rio de água doce do planeta. Macapá pertence à mesorregião do Sul do Amapá e à microrregião homônima. É localizada no extremo norte do país, a 1.791 quilômetros de Brasília.

O município é o 98º maior PIB da nação, e a quinta cidade mais rica do norte brasileiro, respondendo por 2,85% de todo o Produto Interno Bruto (PIB) da região. Na Amazônia, é a terceira maior aglomeração urbana, com 3,5% da população de toda a Região Norte do Brasil, reunindo em sua região metropolitana mais de 519 mil habitantes. Aproximadamente 60% da população do estado está na capital. Sua área é de 6.407 km² representando 4,4863 % do estado, 0,1663 % da Região e 0,0754 % de todo o território brasileiro.

Os dados de 2012 do IBGE revelam que a população da cidade é de 415. 554 habitantes, sendo a 53ª cidade mais populosa do Brasil e a quinta cidade mais populosa do norte. Atualmente, vive um momento de crescimento tanto econômico quanto populacional, o que vem mudando o seu cenário e atraindo investimentos externos para o estado.

A toponímia é de origem tupi, como uma variação de “Macapaba”, que quer dizer lugar de muitas bacabas, uma palmeira nativa da região (Oenocarpus bacaba Mart.). Antes de ter o nome de “Macapá”, o primeiro nome concedido oficialmente às terras da cidade foi “Adelantado de Nueva Andaluzia”, em 1544, por Carlos V de Espanha, numa concessão a Francisco de Orellana, navegador espanhol que esteve na região.

Macapá é uma cidade que tem o ritmo contagiante do Marabaixo e do Batuque, principais identidades musicais desse lugar que tem a cara e o jeito do seu povo, que mora nessa imensa floresta amazônica. Uma cidade vigiada pela exuberante Fortaleza de São José, patrimônio tucuju.

Samba
Na sexta, 8, tem projeto Samba no Mercado Central, a partir das 7 da noite.
Grupos de samba Nosso Jeito e Trio Bom Ki Só.

Festimap
De 7 e 16 de julho, Macapá vai sediar o 4º Festival Internacional de Música Instrumental – de todas as músicas.
São mais de 20 cursos dentro da programação, com mais de 25 professores, da França, Guyana Francesa, São Paulo, Rio de Janeiro, Holanda, Cuba, além do Amapá com coral e orquestras.
No colégio Antônio Pontes (antigo GM – Fab), Praça Veiga Cabral e Garden Shoping. Informações: 99189-8067.

São Batuques
Dia 9/7 tem show musical “São Batuque”, com Beto Oscar e Helder Brandão, no Coffee Beer (ao lado do Macapá Hotel), às 9 da noite.
Artistas convidados: Naldo Maranhão, Enrico Di Miceli, Rebecca Braga, Alan Yared e Osmar Júnior. Informações: 98137-3130/9125-9182.

Macapá Verão
Contagem regressiva para o início da programação artística cultural do Macapá Verão 2016.
Domingo, 10, no balneário de fazendinha.

Expofeira
GEA já anunciou que não irá realizar a Expofeira Agropecuária 2016, alegando falta de recurso financeira para realizar o evento.

“Amapá”
Nome do novo CD (disco) do cantor e compositor Mauro Guilherme, que já está finalizado.
Logo teremos o lançamento. Aguardando.

“Oura”
Título do novo CD (disco) do cantor e compositor paraense, Allan Carvalho, que desenvolve belos projetos de valorização à cultura regional amazônica.
Recebi de presente. Obrigado, mano velho.


 
Compartilhe: