Mestre Vieira: o criador da “Guitarrada”

Música – Ritmo

Compartilhe:

A Guitarrada é um gênero musical paraense instrumental surgido da fusão do choro com carimbó, cúmbia e jovem guarda, entre outros. É também chamado de lambada instrumental. O seu criador é o Mestre Vieira. Neste estilo a guitarra elétrica é solista. Os principais representantes da atualidade são os grupos: Mestres da Guitarrada, Cravo Carbono e La pupuña.

Joaquim de Lima Vieira, o Mestre Vieira, nasceu em 29/10 de 1934, é um músico brasileiro, tem 20 discos solo gravados. A música “Lambada Jamaicana” (lançada em 82, vinil “Melô da Cabra”) é seu maior sucesso. Desde 2003 integra também o grupo Mestres da Guitarrada, tendo 2 cds lançados: Mestres da Guitarrada (2004, selo Funtelpa) e Música Magneta (2008, Selo Candeeiro Records). Em 2008 recebeu do Ministério da Cultura a medalha de Ordem ao Mérito Cultural pelo seu relevante serviço prestado à cultura brasileira.

É um gênero musical único no mundo. Criado por Mestre Vieira, natural de Barcarena, o ritmo musical surgiu em Belém (PA), a guitarra faz sempre o solo em ritmos como cúmbia, carimbó e merengue. A guitarrada tem como marco o lançamento do disco “Lambadas das Quebradas” (1978). A inovação do disco foi apresentar temas instrumentais para guitarra, sempre valorizando os ritmos amazônicos e caribenhos. Mestre Vieira, tem seu trabalho fortemente influenciado pelo choro e revelou-se virtuose ainda criança. Depois de ter tocado bandolim, banjo, cavaquinho, violão e instrumentos de sopro, ele só teve contato com a guitarra elétrica na década de 70.

Mestre Curica, também está ligado à tradição musical paraense. Ao lado de Verequete e Pinduca, é um dos importantes artistas que tocam carimbó. Ele foi o principal arranjador dos discos de Verequete e participou do primeiro registro de carimbó em disco, no ano de 1971. Curica também fabrica seus instrumentos e é considerado um dos responsáveis pela popular utilização do banjo nos arranjos de carimbó.

Aldo Sena, conta que se apaixonou pela guitarrada quando ouviu o disco “Lambadas das Quebradas”, de Mestre Vieira. No mesmo ano, Aldo Sena já estava apresentando ao público o seu trabalho autoral, feito com a banda “O Popular de Igarapé Mirim”.

 

AMULETO: É um objeto que um indivíduo acredita que pode trazer sorte ou proteção. Está muito vinculado ao imaginário popular. Muitos indivíduos costumam ter seu amuleto da sorte como algo que garante sucesso, ou imune a determinadas situações. É geralmente dado como presente por uma pessoa ou entidade de grande importância para o recebedor.

 

Para afagar seu rosto fino
E fazer com que você me ame
Xingo o avatar do Virgulino
Surfo de barriga em tsunami
Enrico Di Miceli & Joãozinho Gomes

 

  1. “Beijo Clandestino”

Título da música de Enrico Di Miceli em parceria com Joãozinho Gomes, que está no repertório do primeiro disco solo de Enrico, “Todo Música”.
O lançamento do projeto está agendado para depois do carnaval.

 

  1. Show beneficente

Artistas de vários segmentos se mobilizando para realizar um show beneficente em prol da saúde do cantor Lula Gerônimo, que está enfermo precisando de tratamento especial.
O evento está agendado para domingo (13), 12h, na sede da Assemp (Rod. Duca Serra – Alvorada). Mais de 30 artistas confirmados.

 

  1.   Carnaval

E agora os olhares se voltam para o carnaval, próxima agenda festiva do calendário brasileiro, que esse ano será na primeira semana de março.
Em Macapá – AP, será o quarto ano consecutivo que não teremos o desfile oficial das escolas de samba (2016, 2017, 2018 e 2019).
Nenhuma manifestação foi feita, por parte da instituição realizadora do evento, na tentativa de tentar realizar o evento.

 

  1. “Então, Foi Assim?”

Título do livro do escritor, Ruy Godinho, sobre os bastidores da criação musical brasileira – amapaense.
O lançamento está agendado para o início de fevereiro. Um belo registro da música regional tucuju.

 

  1. Banzeiro

Logo começarão os ensaios e oficinas do projeto Banzeiro do Brilho-de-Fogo, na Praça Floriano Peixoto, às 19h.
Em preparação para o Cortejo de 4 de fevereiro, aniversário da cidade de Macapá. Aguardem.

 

  1. 10 anos

Programa “O Canto da Amazônia” (Diário FM 90,9) vai completar 10 anos no ar. De segunda à sexta, 16h
Sempre renovando o seu compromisso de valorizar e divulgar a cultura artística tucuju.

 

  1. “Caia na Folia”

Nome do tradicional baile de carnaval de salão, esse ano marcado para acontecer, dia 23 de fevereiro, na sede da Aseel (Rodovia JK). Informações: 98114-0202.


 
Compartilhe: