Saiba o que é a Piracema

Durante a piracema, os peixes nadam contra a correnteza. Esse processo é extremamente importante para o sucesso reprodutivo, uma vez que o esforço físico aumenta a produção de hormônios e causa a queima de gordura.

Compartilhe:

A piracema é um fenômeno que ocorre com diversas espécies de peixes ao redor do mundo. A palavra vem do tupi e significa “subida do peixe”. O processo recebe esse nome porque, todos os anos, eles nadam rio acima para realizar a desova.

Durante a piracema, os peixes nadam contra a correnteza. Esse processo é extremamente importante para o sucesso reprodutivo, uma vez que o esforço físico aumenta a produção de hormônios e causa a queima de gordura. Os testículos dos peixes machos nesse período aumentam de tamanho, ficando repletos de sêmen. No momento da fecundação, que ocorre externamente, a fêmea lança óvulos na água, enquanto o macho lança os espermatozóides diretamente sobre eles. Após esse momento, os peixes descem novamente o rio. Vale destacar que ovos e larvas também fazem a viagem no sentido contrário ao da piracema enquanto amadurecem. No nosso país, esse processo ocorre nas épocas de chuvas de verão, que causam o aumento do nível dos rios. Um grande obstáculo à piracema é a presença de barragem. Os peixes, ao tentarem subir o rio, encontram esse obstáculo e, muitas vezes, ferem-se gravemente, além de ficarem muito exaustos. É nesse momento que muitos predadores se fartam de alimento. Mesmo quando os peixes conseguem se reproduzir, as larvas e ovos não conseguem sobreviver nos reservatórios. Além disso, há as turbinas que podem causar a morte tanto dos peixes quanto dos ovos e larvas. Vale destacar que, geralmente, as barragens apresentam sistemas para a transposição de peixes com a finalidade de diminuir os impactos relatados. Esses sistemas consistem normalmente em uma espécie de escada que facilita a subida e descida dos peixes, úteis nos países do Hemisfério Norte, entretanto, nos países da América do Sul, não teve tanto sucesso.

 

  • Será?

A falta de uma política pública cultural no Amapá, que desenvolva projetos viáveis e ande junto com os artistas.
Será essa a culpada por não agregar os segmentos?

 

  • Descoberta

Ouço todos os dias que, nos bairros distantes da capital Macapá, existem muitos bons artistas escondidos e ou guardados a serem achados ou descobertos. Será que a falta de uma política pública cultural, no Amapá, contribui com essa realidade?

 

  • Até quando?

“Chega de tentar dissimular, disfarçar e esconder o que não dar mais pra ocultar…”. Com essa frase da música “Explode Coração”, do consagrado cantor e compositor brasileiro, Gonzaguinha, vem a pergunta:
Até quando vamos ter que aceitar e conviver com a falta de projetos que atendam todos os segmentos artísticos culturais no Amapá?

 

  • Respeito

O artista merece e deve receber, diariamente, respeito por ser cidadão e pelas belas obras que realiza em favor da vida.
São peças inéditas que desenvolvem em nome da arte de cada um. Mais respeito com ele, por favor.

 

  • Não!

Chega a informação que alguns artistas, de diversos segmentos, estão se organizando para o “Dia do Não”.
É uma forma de manifestação contrária ao o que está sendo feito em favor das classes, e do que não está sendo feito.

 

  • Agenda

Dia 4 de maio tem show nacional “Todo Caminho é Sorte, em Macapá, da cantora Roberta Campos.
Na casa de show Prime (antiga Green). Informações: 98137-3130.

 

  • Corrida

A 1ª Corrida da Polícia Civil vai acontecer dia 22 de abril, em comemoração a semana do policial civil, de 16 a 22 deste mês.
Inscrições ao preço de R$ 50,00, pelo www.chiptiming.com.br.


 
Compartilhe: