Aviação

A titular da Secretaria Extraordinária do Amapá em Brasília, Sueli Colares, estava no voo da Latam que viria a Macapá e chegou a fazer um vídeo sobre a situação a bordo. Mesmo diante das informações repassadas pela tripulação de uma rotina contornável, ela e outros cinco passageiros passaram mal e não seguiram no voo.

Compartilhe:

A titular da Secretaria Extraordinária do Amapá em Brasília, Sueli Colares, estava no voo da Latam que viria a Macapá e chegou a fazer um vídeo sobre a situação a bordo. Mesmo diante das informações repassadas pela tripulação de uma rotina contornável, ela e outros cinco passageiros passaram mal e não seguiram no voo.

Mercado
Em uma entrevista de emprego, candidatos estão acostumados a serem questionados sobre experiência e habilidades adquiridas em empregos anteriores. Mas agora existem novas técnicas que exigem dos postulantes a necessidade de rever esses conceitos.

Dicas
Maria Silvia Bastos foi presidente do BNDES e hoje é CEO da Goldman Sachs, ensina que o que mais pergunta é se o candidato já errou e se aprendeu com isso. Quem diz que não, é reprovado na entrevista.

Autoridade
O professor Marcelo José de Oliveira, uma das maiores autoridades locais sobre o processo de licenciamento de pesquisas de petróleo na Costa do Amapá, compareceu ao Parlamento Estadual para palestrar.

Petróleo
O pesquisador foi convidado a apresentar um resumo de suas pesquisas sobre a polêmico embargo das prospecções na Foz do Rio Amazonas. Suas revelações foram consideradas esclarecedoras.

Rádio
Tanto o proponente da convocação como os demais parlamentares da Casa se disseram satisfeitos com o nível do debate e a relevância dos esclarecimentos. Sábado ele estará em nosso Conexão Brasília.

Susto
O voo da Latam que decolou ontem de Brasília a Macapá registrou um susto para os passageiros, pouco antes da partida. Foi uma pane elétrica que provocou um apagão a bordo, provocado por uma queda de energia. Para quem entende de aviação trata-se de um problema até rotineiro. Mas para leigos…

Zoeira
Nas redes sociais rolou muito “disse me disse” sobre o incidente com o avião da Latam e até num dos principais jornais da capital federal, como o Correio Braziliense, sobrou até a alegação de que foi preciso fazer uma “chupeta” para fazer a aeronave funcionar. Essa gíria é comum sobre carros com bateria arriada.

Nota
A coluna entrou em contato com a assessoria da LATAM, que em nota enviada à nossa redação esclareceu que não houve “pane elétrica” no voo LA3528 (Brasília-Macapá). “A companhia informa que a aeronave passou por uma queda momentânea de energia sem riscos à segurança”.


 
Compartilhe: