Campo

Bastante concorrido ontem o Dia de Campo Aprosoja 2018, na Fazenda Chaparral, no Km 20 da Rodovia AP 070. Uma parceria institucional entre a CNA/Senar com a Casa do Agro, SDR, Faeap e Rurap possibilita a chegada do programa Soja Plus, programa de gestão de propriedade que visa a melhoria contínua no campo.

Compartilhe:

Bastante concorrido ontem o Dia de Campo Aprosoja 2018, na Fazenda Chaparral, no Km 20 da Rodovia AP 070. Uma parceria institucional entre a CNA/Senar com a Casa do Agro, SDR, Faeap e Rurap possibilita a chegada do programa Soja Plus, programa de gestão de propriedade que visa a melhoria contínua no campo.

Índio
O Estado do Amapá vai realizar o primeiro Exame de Massa específico para os povos indígenas. O objetivo é proporcionar aos índios, que não puderam concluir seus estudos na idade regular, a oportunidade de certificação de ensino nos níveis fundamental e médio.

Regra
O exame é de caráter excepcional, e atende as especificidades linguísticas e culturais de cada etnia indígena do Amapá. As inscrições serão presenciais e começarão pelas aldeias localizadas em Oiapoque.

Agro
O primeiro semestre registrou aumento médio de 7,9% de exportações do Brasil, em relação ao mesmo período do ano passado. Mas a Região Norte foi ainda mais adiante, batendo 10,7% de aumento nas vendas.

Vendas
Segundo dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior os grãos de soja e a proteína do gado produziram um volume de vendas na ordem de US$ 2,1 bilhões (de dólares) para a região.

Raking
Em primeiro lugar nas exportações da região, está o minério de ferro, com movimentação de US$ 4,8 bilhões; em segundo soja em grãos, com US$ 1,5 bilhão; em terceiro minério de cobre, com US$ 1,2 bilhão.

Mulher
Sancionada no dia 7 de agosto de 2006, a Lei Maria da Penha chega aos 12 anos de criação, considerada pelas Nações Unidas uma das três melhores legislações do mundo no enfrentamento à violência contra a mulher. Um seminário, no sábado, pode debater os avanços e desafios da matéria.

Palestras
O encontro, no fim da tarde de ontem, no salão de eventos Jesus de Nazaré, no Centro de Macapá, e contou com as palestrantes Ester de Paula, professora e primeira secretária de Políticas para as Mulheres do Amapá, e Lívia Cristina Pontes dos Prazeres, delegada de Crimes Contra a Mulher do Amapá.

Lei
Eficaz em sua doutrina, a Lei Maria da Penha contribuiu para a diminuição de cerca de 10% na taxa de homicídios contra mulheres praticados dentro das casas das vítimas. O seminário, com pontos de exposição e discussão, foi uma realização do MDB Mulher, que atua na unificação de ações.


 
Compartilhe: