Na paz

As deputadas estaduais Marília Góes, do PDT, e Cristina Almeida (PSB), são o que se pode chamar de adversárias históricas no Parlamento. São de partidos que se alternam no poder nos últimos anos no Amapá. Mas de uns tempos para cá andam mais unidas do que nunca e isso envolve até as famílias de ambas.
Clima de paz, dizem.

Compartilhe:

As deputadas estaduais Marília Góes, do PDT, e Cristina Almeida (PSB), são o que se pode chamar de adversárias históricas no Parlamento. São de partidos que se alternam no poder nos últimos anos no Amapá. Mas de uns tempos para cá andam mais unidas do que nunca e isso envolve até as famílias de ambas.
Clima de paz, dizem.

Militar
A Marinha do Brasil tem novo comandante na grande área da Amazônia Oriental, que compreende os estados do Amapá, Pará, Maranhão e Piauí. Trata-se do vice-almirante Newton Costa Neto, que substitui o também vice-almirante Edervaldo Teixeira.

Troca
Edervaldo passou dois anos na função. A cerimônia de passagem de comando aconteceu na sexta-feira (15), no Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), na cidade de Belém (PA).

Meta
O combate às organizações criminosas que atuam no Estado é uma das prioridades da Procuradoria-Geral de Justiça, Ivana Cei, conforme declarações dela no dia em que tomou posse no cargo.

Mesa
Ontem, Ivana (MP) reuniu com o secretário Carlos Corrêa (Sejusp), para iniciar um calendário de ações estratégicas articuladas de enfrentamento ao crime por no Amapá.

MPF
Dois ex-funcionários da Caixa e outras três pessoas foram denunciados pelo Ministério Público Federal por fraudes cometidas para acessar linha de crédito chamada Construcard, de material de construção.

Turismo
Alunos de mestrado da Universidade Columbia, de Nova York (EUA), formado por americanos, chineses, coreanos, um brasileiro, um indiano e um mexicano estiveram visitando a cidade de Macapá. A proposta foi vir ao Brasil para estudar a arquitetura inserida no ciclo de carbono.

Tour
O grupo visitou Brasília e Macapá. Uma agência de receptivo proporcionou ao grupo uma viagem inesquecível pelo rio amazonas e ilha de Santana. Foram acessorados pelo gruia de turismo Claudomir Facundes, da Poroc Turismo, que agradeceu a confiança no trabalho dos profissionais do mercado local.

Chance
Olha, apostar no chamado turismo receptivo é mais que apropriado para um estado pequeno como o Amapá, que ainda está buscando se consolidar como destino turístico. A ideia é aproveitar cada oportunidade de pessoas ou grupos para potencializar e torna-los multiplicadores.


 
Compartilhe: