Porto

Apresentado ontem em Macapá o projeto para que a capital posa ser a sede de um megaporto às margens do Amazonas, só que formando um condomínio portuário de 34 quilômetros de extensão. Autor da proposta é o presidente da Praticagem do Amapá, o ex oficial da Marinha Mercante Ricardo Falcão. Projeto arrojado!

Compartilhe:

Apresentado ontem em Macapá o projeto para que a capital posa ser a sede de um megaporto às margens do Amazonas, só que formando um condomínio portuário de 34 quilômetros de extensão. Autor da proposta é o presidente da Praticagem do Amapá, o ex oficial da Marinha Mercante Ricardo Falcão. Projeto arrojado!

Academia
O Curso de Especialização em Estudos Culturais e Políticas Públicas, da Unifap, acaba de abrir inscrição a pesquisadores, acadêmicos e movimentos sociais interessados em cursar a disciplina Políticas Públicas e a Questão Indígena na Amazônia.

Internet
Aulas públicas serão ministradas pela Profa Dra Carina Almeida com inscrições abertas a movimentos sociais, pesquisadores e estudantes interessados; Inscrições gratuitas via email pospcult@gmail.com até o dia 28.

Eleições
O Ministério Público Eleitoral encaminhou recomendação aos donos de postos de combustíveis com orientações sobre o período eleitoral.Deverão formalizar contrato com candidatos para venda do produto.

De olho
A recomendação é uma medida para evitar venda irregular de combustíveis como já registrado antes. A distribuição do produto por candidatos já gerou prejuízos à população, como a falta de abastecimento.

Escrito
Os contratos deverão ficar à disposição da PRE, para acompanhamento e fiscalização. Além disso, a emissão de tickets, vales ou similares para abastecimento, só pode ser feita por meio de contrato escrito.

Alimentos
A Câmara Setorial de Produção de Alimentos debateu, em reunião nontem no Palácio do Setentrião, dentre outros assuntos, os entraves e a busca para o desenvolvimento da Pesca e Aquicultura no Amapá. O GEA anunciou uma nova legislação estadual voltada a desburocratizar os licenciamentos.

Produção
A Câmara Setorial, criada em 2017, visa integrar órgãos estaduais, federais, entidades, iniciativa privada e produtores. Trata-se de uma mesa de diálogos permanente na busca de soluções para os entraves da produção de alimentos, e de caminhos a serem traçados para o desenvolvimento do segmento e, claro, do Amapá.

Pesca
Durante o encontro, o engenheiro de pesca Anderson Pantoja apresentou um Plano de Desenvolvimento do Setor Pesqueiro, tendo como base a realidade local, vivida e testemunhada pelos produtores e pescadores. Segundo ele, a costa do Amapá é a mais produtiva do Brasil, especial Calçoene e Oiapoque.


 
Compartilhe: