Bailique

Militares do Exército em Macapá começam a ser deslocados nesta quinta-feira para São Luís, por solicitação da Justiça Eleitoral. Eles irão reforçar as garantias de tropas federais ao pleito de domingo, em mais de 70 municípios maranhenses. Os militares pertencem à 22ª Brigada de Infantaria, de Macapá, comandada pelo general Viana Filho.

Compartilhe:

Militares do Exército em Macapá começam a ser deslocados nesta quinta-feira para São Luís, por solicitação da Justiça Eleitoral. Eles irão reforçar as garantias de tropas federais ao pleito de domingo, em mais de 70 municípios maranhenses. Os militares pertencem à 22ª Brigada de Infantaria, de Macapá, comandada pelo general Viana Filho.

Debate
Que os memes são uma mania ninguém contesta, um hilariante fenômeno mesmo. Mas pra tudo há limite, especialmente em tempos de eleições gerais no país. No debate da Tv Amapá, 3ª feira, circulou a notícia nas redes sociais de que a emissora iria processar Davi.

Memes
O candidato foi acusado pelo PSB de usar imagens da emissora para produzir memes, o que seria proibido segundo as regras estabelecidas pela emissora, afiliada da Rede Globo no Amapá.

Reclamação
Eduardo Neves, assessor de Capi, disse que praticamente simultaneamente foi lançado um meme favorável a Davi, com imagens da tv ainda durante a exibição do debate entre os candidatos a governador.

Ação
Num grupo de jornalista, Eduardo Neves disse que tal prática poderia ensejar o acionamento judicial do candidato do Democratas. A emissora também foi provocada pela assessoria do PDT a respeito.

Desfecho
O jurídico da Tv Amapá então disse que deveriam parar a veiculação dos memes, o que acabou sendo acatado. Depois não se falou mais em ação judicial. Era recomendação, não uma proibição.

Internet
A Polícia Civil do Amapá investiga 30 casos de golpes aplicados pela internet. A 6ª Delegacia de Polícia Civil da capital recebeu faz um alerta à população sobre a incidência de várias modalidades de crimes que vêm sendo praticadas através das plataformas OLX e também o badalado Mercado Livre.

Golpes
Segundo a delegada Joseane Carvalho, os estelionatários têm feito muitas vítimas em Macapá e no interior do Estado. Ainda de acordo com a autoridade policial, essas ações criminosas possuem ramificações em outros estados da Federação, como Ceará, Amazonas, Tocantins, Mato Grosso, São Paulo e Paraná.

Orientações
Desconfie de produtos muito baratos; exija nota fiscal e negocie diretamente com o dono; evite fazer negócio com intermediário (normalmente o estelionatário se diz irmão, primo, sócio, gerente do proprietário do objeto); não antecipe pagamento de qualquer espécie para garantir o produto.


 
Compartilhe: