Por um Brasil melhor

Diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de ordenar a prisão do senador Delcídio do Amaral, líder do PT no Senado, a Rede Sustentabilidade, que no Amapá tem o senador Randolfe Rodrigues e o vereador Nelson Souza como principais expressões, emitiu nota dizendo que reforça sua confiança nas instituições brasileiras e no cumprimento da […]

Compartilhe:

Diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de ordenar a prisão do senador Delcídio do Amaral, líder do PT no Senado, a Rede Sustentabilidade, que no Amapá tem o senador Randolfe Rodrigues e o vereador Nelson Souza como principais expressões, emitiu nota dizendo que reforça sua confiança nas instituições brasileiras e no cumprimento da Justiça.
Para a Rede, a decisão do Supremo é soberana, foi embasada em provas e deve ser respeitada. No entendimento do partido, qualquer tentativa de obstruir investigações e influenciar decisões da Justiça deve ser punida com rigor, especialmente quando o alvo é o STF e a tentativa vem de um senador.
Na leitura dos votos, os ministros do STF lembraram a importância de preservar a independência das instituições da influência de agentes públicos com interesses escusos. Disse a ministra Carmen Lúcia: “Não se confunde imunidade com impunidade”. A Rede compartilha dessa crença e acredita que nenhum país justo pode prescindir de representantes éticos que respeitem os limites de seus cargos.
Para o senador Randolfe Rodrigues era necessário respeitar a decisão do STF e tratar a questão com transparência, garantindo que a sessão, anteontem, discutisse o caso abertamante. ‘O Estado Democrático de Direito é aquele em que ninguém está acima da lei, seja ele presidente da república, deputado ou senador”, disse Randolfe antes da liberação do Senado em relação à prisão do líder petista.


 
Compartilhe: