Tem gente pra tudo

Na data seguinte, quando familiares foram ao cemitério, a cruz tinha sumido – no lugar dela, uma outra, de madeira ordinária, com a haste e o travessa seguros por um nó de cadarço de sapato. Eu, heim!

Compartilhe:

Há quem diga que o ser humano é capaz de tudo, em termos de imprevisto e de coisas fora do eixo. Há gente que tem coragem até de mamar em onça. Quantas vezes vemos belas moças abraçadas com todo amor a um cara que, comparando, fica muito atrás do ‘O Feio’ de Roberto Carlos que, por sua vez, apesar de toda a feiúra que possui, deixa as garotas suspirando. Há casos de filho convivendo sexualmente com a mãe; filha com pai, também; irmão com irmã, e por aí vai… O imperador indiano Shah Jahan gastou soma incalculável sem contar os 20 mil homens que pagou para construir Taj Mahal, o mausoléu de Agra, em homenagem a uma das suas esposas, Aryumand Banu Begam, com a qual tivera 14 filhos. Lula se diz o homem mais honesto do Brasil, porém a Justiça comprova o contrário. O ‘Elogio da Loucura’, de Erasmo de Rotterdam, mostra muito bem do quanto a humanidade é capaz. Mas pra encerrar, conto o caso de dona Maria, aqui do Jornal. Ela diz que não homenageia mais os seu mortos nos cemitérios, porque cansou de levar flores e velas e outras homenagens. Mas quando vira as costas, levam tudo pra colocar em outras sepulturas. O Elder Carlos, também aqui do Jornal, conta o caso em que foi erigida bonita cruz no túmulo do chefe da família na véspera do Dia de Finados. Na data seguinte, quando familiares foram ao cemitério, a cruz tinha sumido – no lugar dela, uma outra, de madeira ordinária, com a haste e o travessa seguros por um nó de cadarço de sapato. Eu, heim!

 

Felicidade

Ao chegar no jornal, abri meu e-mail e deparei com duas preciosidades. A primeira, das Edições Paulinas, que diz: ‘A automotivação é um processo diário. Sua força beira a magia’. A outra, do ‘Pão Diário’, com o título ‘Como ser feliz’. Fala sobre a felicidade, alinhando dez dicas para se viver mais contente. Vou partilhar estas dicas: 1ª – Doe algo; 2ª – Faça uma gentileza; 3ª – Agradeça sempre; 4ª – Trabalhe com disposição e vigor; 5ª – Visite os idosos e aprenda com as experiências deles; 6ª – Olhe com atenção para o rosto de um bebê e maravilhe-se; 7ª – Ria com frequência — é o lubrificante da vida; 8ª – Ore para conhecer o caminho de Deus; 9ª – Planeje como se você fosse viver para sempre — você viverá; 10ª – Viva como se hoje fosse seu último dia de vida na Terra. Essas são excelentes ideias para se ter uma vida feliz. Reforce cada uma dessas dicas com louvor, e sua felicidade será completa. ‘Aleluia! Louva, ó minha alma, ao Senhor. Louvarei ao Senhor durante a minha vida…’ (Salmo 146:1,2).

 

Treinamento para a vida
Recentemente, conheci uma mulher que levou seu corpo e mente ao limite. Ela escalou montanhas, enfrentou a morte e até quebrou um recorde mundial do Guinness. Agora, ela está engajada num desafio diferente — criar seu filho com necessidades especiais. A coragem e fé que empregou nas escaladas das montanhas, ela agora derrama na maternidade.

Em 1 Coríntios 8–9, o apóstolo Paulo fala de um corredor competindo numa corrida. Após instar uma igreja encantada com seus direitos a terem consideração uns pelos outros, ele explica como vê os desafios de amor e altruísmo como uma maratona de resistência. Como seguidores de Jesus, eles devem abrir mão dos seus direitos em obediência a Ele.

Assim como os atletas treinam seus corpos para poder ganhar a coroa, nós também treinamos nosso corpo e mente para a nossa alma florescer. Ao pedirmos ao Espírito Santo para nos transformar, momento a momento, deixamos nosso velho homem para trás. Fortalecidos por Deus, deixamos de proferir aquela palavra cruel. Pomos de lado nosso dispositivo eletrônico e permanecemos presentes com nossos amigos. Não temos de dar a última palavra em um desentendimento.

Ao treinarmos para correr no Espírito de Cristo, de que maneira Deus poderia querer moldar-nos hoje? O treinamento conduz à transformação. — Amy Boucher Pye


 
Compartilhe: