Guerra

Guerra entre facções ganha capítulos cada vez mais violentos. Agora, além dos desafetos, criminosos estão sequestrando e ameaçando decapitar seus parentes. Fato sem precedentes.

Compartilhe:

Guerra entre facções ganha capítulos cada vez mais violentos. Agora, além dos desafetos, criminosos estão sequestrando e ameaçando decapitar seus parentes. Fato sem precedentes.

Reconhecidas
Falando em facções, Estado reconheceu no ano passado existirem sete facções lutando pelo domínio de território no Amapá. O que chama atenção é o fato de os líderes comandarem tudo de dentro da cadeia.

Gás
Duas mulheres e um homem foram presos por furto de mais de 60 botijões de gás em Macapá. Eles descarregavam um caminhão, no bairro São Lázaro, abastecido com o produto furtado quando houve denúncia e abordagem.

Inclusão produtiva
Beneficiária do ‘Renda’ ganha impulso para criar negócio próprio de gastronomia. Dilma Santos foi sorteada com um curso sobre como planejar um pequeno negócio.

Alimentos
Alimentos arrecadados em corrida são doados para instituições filantrópicas. As cestas básicas foram entregues para a Casa da Hospitalidade, em Santana, e o Abrigo Ciã Katuá, em Macapá.

Condução
Agentes da Operação Lei Seca aprimoram técnicas de condução veicular. Atividade faz parte da grade curricular do I Curso de Agentes de Trânsito, realizado pelo Detran/AP.

Barragens
Segurança de barragens será discutida no Amapá em workshop com especialistas. O estado tem 38 barragens, sendo 23 de mineração, 11 de acúmulo de águas e quatro de hidrelétricas

Reação
Entidade de batuque e marabaixo repudia atitude do pároco da igreja Jesus de Nazaré. Em nota, AABM entende que impedir Dança do Marabaixo no interior de igreja é preconceito.

 

Rapidinhas

Entendendo que o prosseguimento da greve dos professores no Amapá, comandada pelo Sinsepeap, descumpriu uma ordem judicial, desembargador Rommel Araújo, do TJAP, mandou bloquear R$1,2 milhão, via Bacenjud, nas contas do sindicato

Por meio da petição, o Estado do Amapá comunicou o descumprimento da decisão liminar que determinou a suspensão de movimento comandado pelo Sinsepeap, e requereu o bloqueio judicial do valor relativo à multa aplicada.

Para Rommel Araújo, o descumprimento de uma ordem judicial é ato de grave ofensa não apenas às estruturas do Poder Judiciário, mas também de desrespeito à própria concepção de sociedade livre e organizada em um Estado Democrático de Direito.

le destacou ser fato o direito de greve ser fundamental na busca de melhorias das condições remuneratórias e de trabalho. Não menos importante, também é direito do empregador ter respeitado a maneira como se dará o exercício do movimento grevista.


 
Compartilhe: