Manifestos

Moradores do Igarapé da Fortaleza voltaram a fazer manifestações no final de semana. Eles reivindicam melhorias no fornecimento de energia elétrica e recuperação de ruas esburacadas. Rodovia Salvador Diniz foi bloqueada.

Compartilhe:

Moradores do Igarapé da Fortaleza voltaram a fazer manifestações no final de semana. Eles reivindicam melhorias no fornecimento de energia elétrica e recuperação de ruas esburacadas. Rodovia Salvador Diniz foi bloqueada.

Transporte
Prefeitura de Macapá realiza audiência pública sobre edital do transporte público nesta segunda-feira (27). Uma discussão que envolve toda a sociedade.

Feminicídio
Frente Parlamentar de enfrentamento ao feminicídio, da Alap, está em Oiapoque buscando soluções para rede de atendimento às mulheres vítimas de violência. Frente

Exemplo
Após entregar primeiro centro de média e alta complexidade, inclusive, com tomógrafo de última geração, prefeita Beth Pelaes se destaca pelo poder de articulação em Brasília no sentido de buscar melhorias para Pedra Branca.

Cheia
Laranjal e Vitória do Jari estão sob constante monitoramento por causa da cheia do rio Jari. Ajuda humanitária já foi enviada para atender famílias atingidas pelo fenômeno natural.

Consultas
Sesa ampliará o call center para agendamento de consultas com especialistas. O serviço contará com oito servidores cedidos pelo Super Fácil que estão sendo capacitados pela Sesa.

Vacina
Amapá atinge meta de cobertura vacinal contra o Influenza. Até esta sexta-feira, 24, cerca de 180 mil pessoas foram imunizadas nos 16 municípios amapaenses.

Medicamentos
Medicamento sem registro na Anvisa deve ser exigido da União, decide STF. Pleito foi tratado pessoalmente pelo governador Waldez junto aos ministros da corte.

 

Rapidinhas

Para encerrar a programação alusiva ao Dia da Luta Antimanicomial, comemorado em 18 de maio, a Coordenação de Saúde Mental da Sesa realizou sexta-feira, 24, uma caminhada para chamar a atenção da população sobre a importância da inclusão social de pessoas com doenças mentais.

A caminhada começou em frente ao Caps Gentileza, no bairro Laguinho, em Macapá, e percorreu ruas próximas, com a presença de servidores da rede de atendimento de saúde mental, pacientes, familiares e acadêmicos de psicologia.

Segundo a coordenadora do evento, Jessyka Oliveira, o objetivo foi, além de mostrar para a sociedade que os serviços de saúde mental estão à disposição de todos, envolver os pacientes na programação.

A Sesa já está adequada às novas resoluções do Conselho Federal de Medicina (CFM) quando o assunto é atendimento psiquiátrico.


 
Compartilhe: