Repressão

PF deflagrou, ontem, Operação João XXI no Amapá e Pará. Objetivo é desbaratar quadrilha que vinha fraudando o seguro-defeso. Prejuízo é superior aos R$ 69 milhões.

Compartilhe:

PF deflagrou, ontem, Operação João XXI no Amapá e Pará. Objetivo é desbaratar quadrilha que vinha fraudando o seguro-defeso. Prejuízo é superior aos R$ 69 milhões.

Corruptos
No curso da Operação João XXI, pelo menos oito servidores públicos do Ministério do Trabalho e Sine foram presos. Eles seriam peças fundamentais no esquema criminoso.

Roubo e tráfico
Falando em operação, quem também cumpriu mandados de prisão, busca e apressão, no Amapá, foi a Polícia Civil. 20 pessoas foram presas nesta terça (31).

Arrombamento
Bandidos tentaram, sem sucesso, invadir agência do BB em Afuá (PA). Eles tentaram se aproveitar dos holofotes voltados para o Camaródromo para tentar cometer o crime. No ano passado ocorreu situação similar, mas, com sucesso.

Guarda
Guarda Municipal amplia frota e garante cursos de capacitação para corporação. Convênios foram celebrados com os ministérios da Defesa e da Integração Nacional.

Flagrante
Mãe foi presa ao tentar entrar com maconha no Iapen. Mulher de 43 anos de idade tinha sete volumes de maconha escondidos na vagina. Droga seria entregue ao filho preso.

Convenções
MP Eleitoral expediu recomendação sobre convenções partidárias no Amapá. Segundo a legislação eleitoral, as atas devem ser registradas em sistema específico, criado pelo Tribunal Superior Eleitoral, e entregues até o dia seguinte ao da realização da convenção.

Apoio
Waldez Góes (PDT) anunciou apoio ao ex-presidente Lula, mas PT – local – diz que decisão só será tomada após orientação da executiva nacional.

Assinatura
Assinado pelo presidente da sigla no Amapá, governador Waldez Góes, o comunicado oficial foi feito nessa segunda-feira à direção do partido, em Brasília.

Preparativo
Fundação Ulisses Guimarães vai preparar assessores e candidatos para as eleições deste ano. A ferramenta será na modalidade Educação à Distância (EAD).

 

Rapidinhas

32 agentes de segurança pública vão participar de um treinamento de ocorrência com explosivos nesta quinta-feira, 2, na Aifa, em Macapá. Haverá detonação e demonstração de equipamentos antibombas.

Participarão do treinamento 25 policiais militares, 4 policiais civis e 3 policiais rodoviários federais que estão fazendo o 45º Curso de Unidades Especializadas de Fronteira, com duração de 10 dias, ministrado pela Senasp com apoio da Sejusp.

A capacitação encerra no dia 8 de agosto e visa preparar os profissionais de segurança para enfrentarem ilícitos penais que são típicos das regiões de fronteiras e, promover um bloqueio e desarticulação das atividades de financiamento, planejamento, distribuição e logística do crime organizado.

As disciplinas do curso, são: Direitos Humanos, Reconhecimento e Identificação de Drogas, Identificação de Artefatos Explosivos, Tática de Confronto Armado, Patrulha e Abordagem Policial, Técnicas de Entrevistas, Natação Utilitária e Policiamento Embarcado.


 
Compartilhe: