Social

A operação visa garantir que a eleição ocorra dentro da normalidade. Para isso, os locais de votação receberão policiamento de guarda até o dia de votação.

Compartilhe:

Segurança – Cerca de mil militares serão mobilizados durante as eleições deste ano no Estado.
O trabalho inicia nesta quinta-feira, 4, quando o Tribunal Regional Eleitoral do Amapá (TRE/AP) começa o transporte das urnas eletrônicas que serão usadas no próximo domingo, 7, nas sessões eleitorais do interior.
Além da escolta dos equipamentos, cerca de 430 militares vão atuar na guarda dos locais de votação.
A operação visa garantir que a eleição ocorra dentro da normalidade. Para isso, os locais de votação receberão policiamento de guarda até o dia de votação.

 


Clic.
Bonita Isabela Santos em dia de comemorações pelos 20 anos de idade

 


Em Destaque.
Casal Pietrina e Edson brindando a felicidade na recepção do casório, ocorrido no fim de semana, e prestigiadíssimo pela sociedade amapaense.

 


Clic.
Alunos da Escola de Ensino Infantil Pai Nosso em visita a restaurantes temáticos de Macapá nesta quarta-feira, 3. A atividade faz parte do projeto desenvolvido por meio de parceria entre Secretaria de Educação e Associação Brasileira de Bares e Restaurantes do Amapá (Abrasel/AP).
As visitas iniciaram nesta quarta, mas a programação acontece desde terça, 2, com apresentação de palestras sobre alimentação escolar saudável, onde os alunos tiveram contato com informações e nutricionistas.
Programação de visitas seguem até esta quinta, 4, com degustação de alimentos por aproximadamente 60 crianças em cada turno, que frequentam o 1º e 2º períodos na escola.
Na imagem, a criançada na maior alegria quando visitava o Restaurante Encanto Amazônico.

 


Close.
Os apaixonados Dáira e Rodrigo, quando oficializavam noivado no último fim de semana.

 


Flash.
Jornalistas Laiza Magalhães e Beatriz Moura, em visita à Secretaria Municipal de Saúde, na manhà desta quarta, 3.
Elas produziram um documentário nas escolas municipais sobre o descarte do lixo e o cuidado com o meio ambiente, temáticas de projetos já desenvolvidos no município.
O documentário Lixo: um grito pelo meio ambiente já foi apresentado em circuitos audiovisuais pelo país e também no 41º Congresso Brasileiro de Ciências da Comunicação (Intercom), que aconteceu este ano em Joinville (SC).

 

DigiSUS.
A Secretaria de Estado da Saúde vai implementar, a partir deste mês, o sistema de fila de espera virtual para todas as especialidades.
A ferramenta permitirá que os usuários, que por algum motivo, não consigam marcar uma consulta para alguma especialidade, acompanhem pela fila de espera virtual atualizações sobre a marcação da consulta, o que irá evitar que o usuário enfrente filas, e fique sabendo da sua consulta pelo celular ou pelo aplicativo ‘digiSUS’.

Consultas.
O novo aplicativo (digiSUS) é mais um passo para a completa informatização do sistema de marcação de consultas.
Os pacientes de alguns municípios do Amapá já podem marcar consultas e serem notificados de mudanças ou alterações nas consultas agendadas pelo Sistema Nacional de Regulação (Sisreg), ferramenta que permite a marcação online de consultas, através do aplicativo ‘digiSUS’, ambos desenvolvidos pelo Ministério da Saúde (MS).

Vaquinha.
O financiamento coletivo, também chamado de “vaquinha”, arrecadou R$ 11.359.919,32 a candidatos nestas eleições.
Por enquanto, 1.490 candidatos declararam à Justiça Eleitoral ter recebido recursos dessa forma. Dentre eles, 10 dos 13 presidenciáveis informaram ter recebido R$ 2.263.454,13 por “vaquinha” eleitoral. Os dados são do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Projetos.
A Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá (Fapeap) realiza nesta quinta-feira, 4, o seminário de avaliação dos projetos apoiados pelo Programa Primeiro Projetos.
O programa visa financiar pesquisadores, estudantes e técnicos, além de apoiar a aquisição, instalação, modernização, ampliação ou recuperação da infraestrutura de pesquisa científica e tecnológica nas instituições de ensino superior. O Programa Primeiros Projetos foi implementado no Estado do Amapá através de um Convênio entre o CNPq e a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Amapá – FAPEAP.


 
Compartilhe: