Social

Os exames documental e médico já representam o ingresso dos aprovados, antecedendo a solenidade de posse dos primeiros profissionais efetivos da Defensoria Pública do Estado do Amapá (Defenap). A posse está prevista para ocorrer até o início do mês de abril.

Compartilhe:

Concursados – Os 40 candidatos aprovados no primeiro concurso para defensor público do Estado do Amapá são convocados para os exames documental e médico. O Edital de Convocação foi autorizado pelo governador Waldez Góes nesta quinta-feira, 17, no Palácio do Setentrião. Os exames deverão ser entregues em 20 de fevereiro, na Secretaria de Estado da Administração (Sead).
Os exames documental e médico já representam o ingresso dos aprovados, antecedendo a solenidade de posse dos primeiros profissionais efetivos da Defensoria Pública do Estado do Amapá (Defenap). A posse está prevista para ocorrer até o início do mês de abril.

 


Clic.
Parabéns especial, à jovem advogada Neliany Rabelo da Rocha pela passagem de seu aniversário. Felicidades!

 

  
Em Destaque.
O Governo do Amapá garantiu a ascensão profissional a 303 servidores da Polícia Militar do Estado do Amapá (PM/AP) na última quinta, 17.
Solenidade de formatura e nomeação de militares, pertencentes aos quadros de oficiais e de praças, é referente a dezembro de 2018 e aconteceu no Comando Geral da PM/AP, em Macapá, com a presença do governador Waldez Góes.

 


Brasília.
O Senado se reúne no dia 1º de fevereiro para a posse dos novos senadores eleitos em 2018.
A previsão é de que a cerimônia de posse aconteça às 15h. Em seguida, será realizada sessão para a eleição dos cargos da Mesa do Senado.
A sessão de posse dos senadores é relativamente rápida, não há discurso dos parlamentares, apenas a fala do senador que irá presidir a sessão.
Tomarão posse, pelo Amapá, o senador reeleito Randolfe Rodrigues (REDE) e Lucas Barreto (PTB). Senador Davi Alcolumbre (DEM), ainda tem 4 anos de mandato e deverá concorrer à presidência do Congresso Nacional.

 


Close.
Queridíssimo Ronery Brito lança no próximo dia 4, sua mais nova obra, o livro “Até Que Ele Venha”.
Noite de autógrafos acontece no Macapá Shopping, às 19 hs.

 


Flash.
Amigo Jucicleber Castro, em dia de muitas comemorações pela passagem de seu aniversário. Parabéns especial!

 

Inscrições abertas.
A Secretaria de Estado do Desporto e Lazer (Sedel) está com o período de inscrições abertas para matrícula e rematrícula para as atividades esportivas desenvolvidas nos Centros Didáticos da capital e do município de Santana. São diversas modalidades esportivas desenvolvidas pelas escolinhas que vão proporcionar a melhoria na saúde física e contribuir no processo de formação de cada aluno entre crianças, adolescentes e adultos. As vagas são ofertadas de forma gratuita para todas as faixas etárias.

Encontro.
Aconteceu na última quinta-feira, 17, no Sebrae Amapá, o 1º Encontro Estadual das Federações das Indústrias do Amapá e do Pará.
Evento foi promovido pela Fieap em conjunto com o Fórum do Setor Produtivo do Amapá, quando foram discutidos as vocações e os desafios para o desenvolvimento econômico dos dois Estados.
Na ocasião, ocorreu a assinatura da Carta do Amapá, documento que contém as reivindicações e as propostas dos representantes dos setores primário, secundário e terciário.

Resultado.
Apenas 55 alunos tiraram nota mil na redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2018, de acordo com anúncio feito nesta sexta-feira (18) pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais e Pesquisas Anísio Teixeira (Inep).
No total, o Inep diz que corrigiu 4.122.423 provas de redação na aplicação regular do Enem, que aconteceu nos dias 4 e 11 de novembro. Os dados, portanto, não incluem as provas do Enem PPL, aplicado para pessoas privadas de liberdade.
Além do leve aumento no número de notas mil, o Enem 2018 teve uma grande queda no número de participantes tiveram a redação zerada.

Remédios.
Pessoas que moram em locais sem serviço regular de saúde pública poderão comprar antibióticos sem receita médica. É o que prevê projeto que está em análise na Comissão de Assuntos Sociais (CAS), do Senado.
A intenção é garantir o tratamento em locais com dificuldade de acesso a serviços médicos.


 
Compartilhe: