O adeus de Bernardinho

comentários

O pessoal ligado ao voleibol está acostumado à só ter notícias boas dessa modalidade que consta com efetiva contribuição ao esporte olímpico do país, com várias medalhas de ouro, nos 23 anos em todas as disputas de que participou. Mas ontem, a notícias não foi tão alegre como à de sempre: o treinador Bernardinho, depois de 16 anos à frente das seleções nacionais pediu dispensa, prometendo não de desligar de todo do esporte da rede, mas reservar tempo para tratar da saúde e se dedicar à família. Ele será substituído por Renan Dal Zotto, medalhista olímpico em 1994 e com experiência na direção de várias equipes.

Bernardinho assumiu seleção em 2001 e sob seu comando conquistou duas medalhas olímpicas (Rio, 2016) e (Atenas, 2004), e também oito título da Liga Mundial. Dedicado inteiramente a função de treinador, Bernardinho entendeu que chegou a hora de parar com a intensa atividade de um calendário muito forte, dentro e fora do país.

O treinador enfrentou um problema de saúde em 2014, quando teve que extrair o rim direito, afetado com um tumor maligno, o que, mesmo assim, não o afastou da seleção.

A decisão foi em razão da doença que afetou o treinador da seleção de canoagem, Jesus Morlan, de quem é muito amigo e que, de repente, foi acometido por um câncer cerebral, o que chocou Bernardinho e por considerar que já tinha dado sua contribuição ao esporte brasileiro.

Renan Dal Zotto, o novo treinador, foi confirmado por Radamés Latari, diretor da Confederação. Rena fez parte da equipe que conquistou a medalha de prata em Los Angeles, em 1994, e que sempre se manteve em atividade, dirigindo várias equipes.

Legado em debate
Os descaminhos da CBF vão, a partir de agora, penalizar a entidade que está batalhando para receber 100 milhões de dólares, legado da Fifa, correspondente à Copa do Mundo de 2014.

Segundo a advocacia da entidade de Zurique o comportamento dos três últimos presidentes da entidade brasileira – Ricardo Teixeira, José Maria Marin e Marco Polo Del Nero – foi irregular e o dinheiro que serviria para a construção de 15 centros esportivos nas subsedes da Copa foi desviado para outros objetivos e, pela denuncia do desvio da verba, a Fifa agora procurar destinar os recursos para os fins propostos.


Rússia sob ameaça de banimento

comentários

O esporte está sempre muito ligado às pessoas e, a cada dia tem grandes novidades, umas boas outras más. A última é de entristecer. Um congresso de desportistas de vários países reunidos na Irlanda, decidiram propor às entidades mundiais que eliminem a Rússia das competições mundiais, como reação a atitude daquela nação de institucionalizar o dopping em seus atletas. A principio, a denuncia é que algumas modalidades olímpicas ou não, usavam o artifício, suspeita que foi comprovada através de associações que cuidam da matéria. Nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em agosto, vários atletas foram impedidos de competir, devido a confirmação de que eram usuários das drogas. Normalmente, o caso de dopagem ocorre em grupos isolados, diferente dos russos, que tornaram o vício em caráter oficial. Entidades como Fifa, COI e outros órgãos internacionais é que terão a missão de levar avante a proposta de banimento de vez dos atletas russos

Copa a três
Outra novidade no campo esportivo é a proposta junto, à Fifa, de dirigentes dos Estados Unidos, Canadá e México realizarem a Copa do Mundo de Futebol de 2026 de forma conjunta, a exemplo do que já fizeram Coréia e Japão, em 2002. Provavelmente, a iniciativa é para dividir os custos do mega evento com a necessidade de vários complexos de estádios, agora para agregar 48 seleções, conforme proposta da Fifa. Entendem os países que para um só é tarefa demasiada. Vejam o exemplo do Brasil. Embora tivesse boa parte dos estádios, o país investiu pesado em novas construções que geram despesas adicionais e desmandos políticos.

Ronaldinho Gaúcho
Há mais de dois foram dos gramados, o jogador Ronaldinho Gaúcho poderá vestir a camisa do Nacional, do Uruguai, durante a Copa Libertadores em 2017. É que o presidente do clube uruguaio disse que espera contar o RG7 na disputa da Copa, considerando que não está maluco em contratar o brasileiro, ídolo mundial. O Nacional está na chave com a Chapecoense, Lanús (Argentina) e Zulia, (Venezuela)

Messi
Continua rendendo a ausência de Messi na premiação de melhor do mundo. O Barcelona alegou a não ida de Messi e de outros jogadores decorreu de reservar a equipe para o jogo decisivo pela Copa do Rei contra o Atlético de Bilbao, cuja derrota na partida de ida tem que ser revertida. Essa, pelos menos, foi a informação do treinador Luís Enrique.


CR7, o rei do futebol em 2016

comentários

Era muito natural que Cristiano Ronaldo, pelas vitórias na temporada de 2016, fosse escolhido por todo mundo, como o melhor jogador do ano até por outros companheiros, conforme pesquisa, entre 118 jogadores, de 13 clubes brasileiros, em pesquisa que ele alcançou 56,77%, derrotando Messi, com 31,35%.
A vitória do craque português e do Real Madrid decorreu de seu desempenho e conquistas de quatro eventos internacionais, começando pela Liga dos Campeões da Europa, da Eurocopa, com Portugal,  da Bola de Ouro da revista France Football e o Mundial de Clubes, domingo, no Japão. Além do rosário de vitória o RC7 é o mais cotado para ganhar ainda o Melhor Jogador do Ano, prêmio dirigido pela Fifa, em Zurique, no dia 9 de janeiro.

Despertar
Parece que o malogro dos 7 a 1, na Copa do Mundo de 2014, contra os alemães despertou o sentimento de inferioridade do futebol brasileiro em relação a treinadores.
Depois dom fracasso, os clubes brasileiros começaram a investir em treinadores estrangeiros, a começar por Jorge Fossati e Careca, vindo depois vários deles, como Juan Carlos Osório, Edgardo Bauza, e agora o Corinthians está tentando o colombiano Reinaldo Rueda, desprezando a idéia de Guto e Luxemburgo.
O importante nessa importação é a reformulação dos métodos   para trabalhar em equipes com elencos grandes. Para não correr a idéia já expressada por muitos de que mesmo Pepe Guardiola não teria êxito no país, pois existe alguma  distancia da disciplina que se aplica na Europa e na América do Sul, em geral.
Realmente o sistema usado pelos clubes brasileiros de dispensar o profissional nas primeiras derrotas teria que se mudado dando lugar a outra filosofia de trabalho.

Marin
Preso nos EUA há mais de dois anos, o ex-presidente da CBF, José Marin Marin já manifestou o desejo de, mesmo liberado pela justiça, não pretende voltar ao Brasil, por lamentar que foi traído pelos dirigentes que não lhe deram os recursos oriundos da Copa do Mundo, de 2014.
A justiça dos Estados Unidos deve julgá-lo em breve e, com 84 anos de idade, deve ficar preso, no máximo, dois anos. Ele está em prisão domiciliar.


Chapecoense já trabalha

comentários

Depois da tempestade sempre vem a bonança. É o estado de graças que vive o ambiente na Chapecoense que ontem começou efetivamente o trabalho para se pense com o futebol brasileiro, depois de ter o time todo dizimado no desastre de avião. O  reencontro foi comandado pelo treinador Wagner Mancini e  com a presença do lateral Nilo, um dos poucos sobreviventes do episódio em Medellin. Vários outros jogadores, oriundos de outros times, e também a presença de vários nomes do elenco da base do clube. Campeão  da Copa Sul-Americana, a Chapa tem vaga certa na Libertadores, além de participar  nos calendários regional em nacional.

Ganso
Depois de ser pretendido por vários clubes brasileiros, Paulo Henrique Ganso, saiu do Santos para o São Paulo. Foi para o Sevilla, da Espanha, com a promessa de se firmar desenvolvendo um futebol para  muitos extraodinário. Mas não foi o aconteceu.  Contratado desde de agosto de 2014 só atuou  12 vezes no  time titular, marcando apenas um gol. O treinador Jorge Sampaoli, que o contratou, alertou que não pode mais protege-lo, na equipe. Para os torcedores do Sevilla Ganso só tem nível para times de segunda classe.

Imperador
Amigo e colega de Adriano, o Imperador, Leonardo Moura,que foi convidado por Renato Gaúcho para ir para o Grêmio,disse que lamenta a atividade atual do amigo, mas acha que ele deveria continuar jogando, porque ainda tem muito para dar. “Ele está feliz, disse Leo Moura” mas sua vida é dentro de campo”. Os últimos jogos de Adriano foi em 2012, pelo Corinthians, depois no Atlético Paranaense, onde atuou sem poucos jogos, transferindo para o Miami United, disputando apenas quatro  jogos. Apesar da ausência  nos estádios, Adriano ainda pensa em novo clube.

Copinha
Começam as evidencias na disputa da Copa São Paulo de Futebol Junior,em todo território paulista. Sempre prevalecem a categoria dos grandes clubes do país, como já está demonstrado com a classificação para a série seguinte dos  times de Palmeiras e São Paulo. Entretanto,  isso  não invalida a presença de equipes de menor índice técnico, porque o benefício para o futebol brasileiro é grande, pelo aparecimento de novos valores, muitos deles escondidos no interior do  Brasil e que, mais tarde,aparecem como ídolo para o povo.


Guardiola diz que fica

comentários

A presença de Gabriel Jesus fez o treinador Pepe Guardiola, do Manchester City, dar nova  versão   de que treinaria no máximo mais três anos no período, no qual deixaria a vaga para outros.
Na apresentação de Jesus, o espanhol mudou o discurso e, após elogiar o jogador brasileiro, a nova conquista do City, Guardiola reformulou suas declarações afirmando que ficará até os 60 anos de idade. A mudança talvez tenha influência de Gabriel Jesus ao qual teceu o grandes elogios dizendo esperar dele tudo que  o fez no Brasil. Foi grande a interferência de Pepe levar a revelação  do futebol para a Europa.

Rogéio Ceni
Para provar  que sua nova função de  treinador é de fato para valer, o ex-goleiro Rogério Ceni comçou duro seu trabalho no São  Paulo com a promessa de que time vai para as cabeças, com presença em todas as competições de que participar. O começo das atividades iniciadas ontem continuarão por toda semana,visando o melhor do elenco.
Mancini
Indicado para dirigir a Chapecoense depois da tragédia do time inteiro, Wagner Mancini está trabalhando duro em Chapecó para levar o time, a fazer presença nas futuras competições, inclusive na Copa Libertadores. A seleção para  escolher o novo treinador foi muito grande, recaindo no nome de Mancini pela competência e afinidade ao clube catarinense.

Marcelo
Precisamente há 20 anos, o lateral saiu do Fluminense para ir para o futebol espanhol, onde tem se destacado como o mais importante lateral esquerdo com presença certa na Seleção Brasileira de Tite. O jogador brilha no Real Madrid ao lado do craque português Cristiano Ronaldo e do galês Gareth Bale.


Copinha, exemplo de força

comentários

Mesmo no momento das janelas  abertas permitindo a troca de jogadores, época ideal para os clubes reforçaram seu elenco para a temporada,  um assunto chama   a atenção dos torcedores representada pela  disputa da 48ª Copa São Paulo de Futebol Junior, espalhada por todo o estado, com a participação de 120 clubes do país inteiro, colocando em campo, cerca de três mil jogadores, com a idade de até  20 anos. Acredito que esse índice seja recorde mundial por se saber que o Brasil é o rei do futebol, facilitando o acesso natural do praticantes de qualquer tendência, devido ser praticado com regras elementares com livre acesso para todo mundo.

Evento como a Copinha propicia uma reserva extraordinária quanto à renovação da modalidade, em condição de olhar para o futuro com bastante otimismo. Atividade como a que o Brasil todo assiste através dos canais de televisão remonta ao início desse esporte onde as diversas seleção chegaram ao título de penta mundial.

Sempre foi em evento como o da agora que seleção canarinho empolgava o mundo mostrando fenômeno como Pelé, Didi, Garricha, Tostão,  Jairzinho, Rivelino e uma lista enorme  que hoje vive  a memória  do povo brasileiro.

A competição que vai até o dia 25 data do aniversário de São Paulo. A competiçãojá ofereceu grandes nomes que enfeitaram as principais galerias do país inteiro.

Todo torcedor lembra de Raí, Cafu, Rogério  Ceni, Dida, Falcão, Toninho Cerezo, pois eles começaram disputando a Copinha, que ainda hoje chama a atenção do futebol.

O maior motivo para extrair conclusão da Copinha é que o Brasil tem grande vantagem em relação aos seus grandes adversários, pois o envio de tanta gente com idade da até 20 anos, pode não ser inédito, mas se inclui como arma poderosapara quando tiver que medir forças  comoutros da mesma força.

Com essa demonstração de forças precisa de muito pouco para o futebol brasileiro voltar por cima e  nada temer dentro das quatro linhas. Precisa, sim, de reconhecer a força que tem e, confiante, ir à luta sem temer adversários. É mais um recado para a CBF para não dormir e  aproveitar a força que Deus lhe deu.


Copa, privilégio de poucos

comentários

O sonho político de qualquer país é promover a Copa do Mundo de Futebol, mas materialmente poucos são aqueles que têm coragem de partir para a promoção tendo que primeiro verificar  a capacidade de enfrentar tamanho desafio, como fez o Brasil em  2007 quando se projetou a sediar a de 2014, sem antes ter o cuidado se realmente estava apto. Conclusão, em razão da responsabilidade saiu em campo derrubando a lógica e cometendo o absurdo de construir novos estádios, tendo exemplos como o Morumbi, Pacaembu e remodelar outros com o porte do Maracanã, orgulho do país e maior estádio do mundo. As conseqüências  todos sabem comprejuízo financeiro e moral, além de abrir as comportas para a corrupção.
Além da construção de novos complexos possibilitou o surgimento de outros em vários estados, com a Arena das Dunas,em Natal. Em rápida passagem pela capital rio-grandense do Norte vi  o  estádio, belo, imponente, digno de um centro com vários grandes clubes da primeira linha do futebol nacional o que ali não ocorre. As disputas regionais não chegam a empolgar a população, ficando as dependências sujeitas a eventos internacionais  raramente  programados. Coloque isso quadro nas 12 sub-sedes da Copa e imagine o quadro negativo, salvo naquelas de futebol de primeiro time

Guardiola
A atual experiência de Pepe Guardiola no Manchester United, da Inglaterra, o está fazendo pensar que, em mais três anos, deixará de  ser treinador porque afirma que não vai ficar em atividade aos 60 anos.O desencanto de Guardiola decorre da posição do Manchester no Campeonato Inglês, sem segundo lugar, atrás sete pontos do Chelsea. Guardiola aumentou seu currículo quando elevou o time do Barcelona às alturas, ganhando a fama de melhor do mundo e agora se se vê frustrado com o desempenho modesto da equipe que dirige. O anuncio pode ser desabafo de momento e poderá mudar mais tarde, porque muitos clubes ainda o desejam

Imperador
Em tempos, Adriano, o Imperador mesmo sem ser solicitado era pau para toda obra, era o menino de ouro do futebol. Nesse tempo não se furtava em ser fotografado em qualquer circunstancias. Os tempos mudaram e,  na semana passada, tentaram tirar uma foto dele com negativa imediata: estou muito gordo, pareço Hulk.


China investe no futebol

comentários

No meio humorístico costumam-se dizer que a China endoidou e partiu para inflacionar o futebol do mundo, quando anuncia que ofereceu R$ 8 milhões por mês ao jogador Cristiano Ronaldo, do Real Madrid, para jogar no Shangai Senshua, time da primeira divisão do país. O precedente leva a considerar que os dirigentes chineses  estão de fato disposto a gastar fortuna para fortalecer o futebol, pois já contratou Tevez, pela incrível soma de R$ 11 milhões mensais, importância que fica bem longe ao craque CR7.

Claro que a intenção do futebol chinês  é pensar no futuro. Com uma população de mais de 1 bilhão e 300 milhões de habitantes, o desejo é fazer presença na modalidade mais atraente do mundo que leva, por exemplo, seguramente 4 bilhões de pessoas a acompanhar ao vivo a Copa do Mundo.

O exemplo é seguir o que fizeram os Estados Unidos quando, na década de 70, contratou Pelé, não parando do craque brasileiro, porque chamou também Beckenbauer, Bergman e  ainda outros brasileiros. Com isso, o país norte-americano antes conhecido mais pelo basquete, o rugby e basebol, hoje é, também, notado pelo futebol, fazendo presença  quando enfrentam outras forças do futebol.

A investida do futebol chinês no mundo futebolístico já vinha sendo notada nas sucessivas contratações de jogadores de níveis de seleção brasileira. Como Gil, Renato Augusto e tantos outros. É evidente que a idéia é plantar para o futuro, porque além de expandir o conceito pelo mundo atende também à juventude chinesa, porque o futebol é um esporte de atividade natural permitindo  o acesso de todos os jovens, sem grande talento para o jogo.

Em Jogos Olímpicos a China tem se mostrado com bastante vigor, tendo, inclusive, sediado os Jogos de 2008, em Pequim, onde vários dos seus atletas de destacaram.

Entendem os dirigentes que o se gasta com esporte  não é considerada despesa e, sim, investimentos, porque o resultado é benéfico com relação à saúde da população, por serem as atividades esportivas o melhor caminho  para desenvolver  saúde. E é isso que fazem os países do primeiro mundo por saberem a importância do corpo são em mente são.


Tite e Gabriel, os melhores

comentários

Quando a bola não rola vale tudo na especulação no reino do futebol. Este é o momento em que os clubes fazem a avaliação para a próxima temporada, arrumando a casa, trazendo novos jogadores e contratando treinadores.
O Corinthians depois de levar o “não” de pelos quatro treinadores, notadamente do colombiano Reinado Rueda, acabou promovendo Fábio Carille, prata da casa e que trabalhou com Tite.
O Vasco que sofreu para subir para a Série A, resolveu mudar seu elenco para 2017 e anunciou a dispensa de 17 jogadores, alguns até conhecidos como Romarinho e Rafael Silva. O presidente Eurico Miranda quer o time brilhando na próxima temporada e anunciou que clube tem R$ 200 milhões para investir no futebol e vai ao mercado buscar bons jogadores.

Outro que deixa o Vasco é Nenê que vai para Minas viver junto à família. Do Vasco passo para o Fluminense. A dispensa de Magno Alves do tricolor parece uma noticia sem expressão, mas o jogador de 40 anos se desligou do Fluminense e vai jogar no Ceará. A importância de Magno Alves é que todo time que defendeu sempre foi artilheiro

Deixando de lado o assunto, os jogadores comentaram a pesquisa que apontou Tite o melhor treinador de 2016. O resultado decorreu de um apanhado entre 118 jogadores do país e pontuou o treinador da seleção como o melhor do ano. O segundo escolhido foi Cuca.  Gabriel Jesus foi eleito o melhor por sua atuação no título do Palmeiras. O treinador Celso Roth aparece como o pior do ano. A sua aparição no Internacional concorreu para ganhar esse título. Dirigiu apenas quatro jogos e não conseguir somar pontos para tirar o Inter na Segundona.

Copa Sul-Americana
O Brasil já conhece os seis clubes que disputarão a Copa Sul-Americana de 2017. Os times são Corinthians, São Paulo, Ponte Preta, Cruzeiro,  Fluminense e Sport. O Chapecoense que faria a final contra o Atlético Nacional, da Colômbia, este ano não participará, mas estará na Libertadores sendo um dos oito do Brasil. O sorteio dos grupos será realizado no dia 31 de janeiro de 2017. A Copa é uma competição paralela à Libertadores com times que não se classificaram para a competição entre os 47 da maior competição da América do Sul.


Libertadores já tem tabela

comentários

A Conmebol sorteou, ontem, em Assunção, os grupos com os clubes para as primeiras disputas da Taça Libertadores da América de 2017.De acordo com a tabela os times brasileiros começam a competição, com os seguintes  adversários: Atlético Paranaense x Milionários (Colômbia); Botafogo x Colo Colo (Chile); Atlético Nacional (Colômbia) x Santos; Indepediente (Colômbia) xFlamengo; Penarol (Uruguai) x Atlético Mineiro; Palmeiras x Libertad (Paraguai); Nacional (Uruguai) x Grêmio; Chapecoense x Guarani (Chile).
Fla não joga.
O presidente do Flamengo Eduardo  Bandeira de Melo afirmou com todas as letras que o time rubro negro se nega a jogar em 2017 no Maracanã caso o estádio seja entregue a grupos de atravessadores, o que representará sérios prejuízos para o clubes para os torcedores e, finalmente, para o futebol. Bandeira de Melo já encaminhou uma proposta propondo um grupo inglês que atende aos interesses do Flamengo.Caso contrário, afirmou o time não jogará no Maracanã.

Infantino aprova
A polêmica inclusão do vídeo nos jogos de futebol recebeu do presidente da Fifa, Gianni Infantino inteiro aval, pois acrescenta vai possibilitar ao futebol, às vezes com problemas, principalmente na área de favorecimento. O novo sistema teve seu teste no Mundial de Clubes, no Japão e segundo Infantino teve êxito, pois em  apenas um lance houve dúvida, logo esclarecida. Há meses na presidência desde a saída de Joseph Blatter, o novo mandatário afirmou que aprova o sistema, porque é maneira de dar mais transparência à entidade, que as vezes é julgada pelo mundo inteiro.

Brasil segundo
A Fifa fez seu último ranking do comportamento das seleções de futebol e Argentina manteve a primeira colocação, com o Brasil em segundo. O treinador Tite não se mostrou insatisfeito por considerar que a seleção brasileira melhorou muito seu desempenho passando de sexto lugar para o segundo. No ranking da Fifa, o futebol sul-americano aparece com cinco relacionados, sendo os três restantes são Chile (4º )Colômbia (5º ) Uruguai (9º ).

Flávio Carille
Permanece a indefinição do Corinthians sobre o nome do novo treinador do time para 2017. Depois de tentar e ter o não de Dorival Junior, Jair Ventura e Reinaldo Rueda, o presidente Roberto Andrade admitiu que vai efetivar  o interino Flávio Carille para a próxima temporada. Os nomes de Marcelo de Oliveira e Vanderlei Luxemburgo recebeu recusa do presidente.