Real favorito no Japão

comentários

Há alguns anos quando de decisões  envolvendo clubes do mundo inteiro era sempre  esperada  a presença de um time brasileiro, em razão  da categoria do futebol do país, identificado como o único penta campeão. Hoje, entretanto, a situação é outra, e o torcedor se satisfaz a apenas a acompanhar o desenrolar de partidas com adversários que, em outras épocas, eram apenas pequenos obstáculos.

E vale citar a lembrança de Santos, Corinthians, Internacional, São Paulo e Grêmio. É o que vai acontecer em Yokohama, no Japão, quando, a partir das 8h30m (hora de Brasília), de hoje, quando jogarão, pela semifinal do Mundial de Clubes da Fifa,  Real Madrid e  América, do México, para indicar o adversário do Kashima Antlers, do Japão, que  ganhou ontem do Atlético Nacional, da Colômbia, por 3 a 0, na outra semifinal.

A análise sobre a ausência do futebol brasileiro nessas finais mundiais diz muito sobre o atraso que o futebol no país sofreu nos últimos anos lutando  para  ganhar  a Libertadores,  como aconteceu com o Corinthians, em 2012, posição que confere  o  direito à disputa do título mundial.

Nos últimos 15 anos, o Brasil só conquistou quatro títulos mundiais – Corinthians, em 2000 e 2012, Internacional, 2006 e São Paulo,  2005. Quando um time brasileiro entrava para a disputa de um título mundial, tinha-se quase a certeza de vitória. Com as experiências negativas nos últimos anos o reflexo foi  o enfraquecimento dos clubes e, paralelamente, o crescimento de outros países, como a Colômbia, e ainda sem nenhum perigo para a hegemonia européia, detentora de melhor organização e, conseqüente, resultados positivos. A partida de domingo, entre Real Madrid e Kashima, é evidente o favoritismo do time espanhol.

Prisão
Todos ainda se lembram do conflito do dia 23 de maio entre torcedores do Flamengo e Corinthians, no Maracanã, quando se enfrentaram torcedores dos dois times e com prisão dos visitantes que acabaram em número de 32 presos. Decorridos 52 dias do episódio, 28 agressores continuam presos no Rio e, ontem, foi concedida a  liberdade a apenas um – Vitor Hugo Sousa. Os demais continuam na prisão, sob a infração  de tumulto em evento esportivo, lesão corporal, danos ao patrimônio público, assistência, corrupção de menores e associação criminosa. A pena prevista é de até 21 anos de reclusão.


Desespero do Inter

comentários

A queda do Internacional, pela primeira vez para a Série B, com o era natural provocou as mais diversas reações dos adeptos do time Colorado. A instabilidade emocional de mãos dadas e a má administração resultaram na triste situação do clube gaúcho com 108 anos de existência e recordista no país de números de sócios. O último episódio dos dirigentes foi a agressão do ex-presidente Fernando Miranda que, sem controle, agrediu o jornalista Julio Ribeiro, em pleno programa ao vivo, na televisão. Por isso, os descaminhos do Colorado e sua ida à Série B.

Cristiano Ronaldo
Os títulos da Europa e da Liga de Campeões deram ao português Cristiano Ronaldo a vitória de mais uma Bola de Ouro da revista France Football, em solenidade em Yokohama, onde o Real Madrid joga amanhã a semifinal do Campeonato Mundial Inter clubes, contra o América, do México. Com mais esse troféu, Ronaldo completa sua quarta vitória, perdendo para Messi, laureado cinco vezes. Na eleição, o brasileiro Neymar ficou em quinto lugar, depois de Messi, Griezmann e Suarez. A nova Bola de Ouro, hoje comandada pela France Football resultou da unificação feita com a Fifa a partir de 2010.

Rogério Ceni
Já como treinador do São Paulo, o ex-goleiro Rogério Ceni, que tem 25 anos de clube, começa definir o perfil do seu trabalho para a temporada de 2017. Sem experiência em direção técnica, o aval dos seus ex-companheiros de campo  no tempo jogador  sempre muito disciplinado, chegando antes e saindo depois, sempre exigindo lealdade aos interesses do clube.  Ceni tem anunciado que trabalhará para unir o elenco que vai dirigir, pedindo disciplina e obsessão pela vitória.

Guardiola
O todo poderoso Pepe Guardiola que apareceu com o maior nível dirigindo o Barcelona, agora está sofrendo o que a imprensa inglesa chama de arrogância. Guardiola foi contratado pelo Manchester City a peso de ouro e com o estigma de “o melhor treinador do mundo” vê seu prestígio diminuir pelas sucessivas do time no campeonato nacional. Quando ele foi contratado conseguiu dez vitórias consecutivas, vindo depois a ressaca nos 15 jogos seguintes, onde obteve apenas quatro vitórias. O pesadelo aumentou quando o time perdeu para o modesto Leicester City, por 4 a 2, quando a imprensa caiu em cima dele.


Brasileirão: alegria e tristeza

comentários

Três destaques distintos na 38ª rodada do Brasileirão, no último fim de semana: a supremacia absoluta do Palmeiras, campeão da temporada com duas rodadas de antecipação e a categórica vitória no jogo contra o Vitória, em Salvador, vencendo a partida por 2 a 1, com o time formado por jogadores da base, feito relevante, porque o time baiano precisava da vitória para se manter na Série A. O segundo, a queda para a Série B, do Internacional, depois de idas e vindas durante a temporada, com mais erros do que acertos na parte administrativa que, por desconhecimento, ou prepotência, que se utilizou quatro treinadores em curto espaço de tempo, inclusive Paulo Roberto Falcão, ídolo do clube, dispensado após apenas cinco jogos. O resultado é que o time  vai visitar, pela primeira vez, o descenso, em seus 108 anos de existência, para tristeza dos torcedores. Depois de decisões erradas, a diretoria Colorada já anunciou o treinador Carlos Zago. O terceiro, envolveu a tragédia da Chapecoense.  Não houve a partida com o Atlético Mineiro, que foi decidida em WO, por decisão da CBF. O exemplo do Atlético Nacional, da Colômbia, frutificou e os dirigentes brasileiros seguiram a mesma linha, com o reconhecimento às vítimas da Chapecoense.

Sheik dispensado
Depois de brilhar em vários times do país, Émerson Sheik recebeu o bilhete azul do Flamengo, que o dispensou. Sheik tem 38 anos e, quando deixou o Corinthians, foi jogador de destaque na Gávea. O seu salário  era de R$ 300 mil, valor que o clube prefere  para pagar a jogadores mais novos visando a  preparação para a Libertadores de 2017.

Botafogo 
Desacreditado no inicio do Brasileirão, deu a volta por cima conseguindo a quinta colocação no Brasileirão e cravando sua participação na Libertadores de 2017. Satisfeito com o treinador Jair Ventura, a diretoria anunciou a renovação por  dois anos, dando estabilidade para continuar o bom trabalho, não apenas na conquista da vaga para a Libertadores, como  também pela estrutura do time durante toda temporada.

Real e Cristiano
O time que está em Yokohama, no Japão, preparando-se para a semifinal do Mundial de Clubes, contra o América do México, vive outra expectativa, com a possibilidade de Cristiano Ronaldo ganhar a Bola de Ouro da revista France Football. O prêmio instituído pelo órgão francês tem o mesmo modelo da Bola de Ouro da Fifa e premia o melhor jogador da temporada. Além de Cristiano, Messi também está concorrendo.


Inter: a hora da agonia

comentários

Com o coração nas mãos o time do Internacional enfrenta, esta tarde, o Fluminense, no Rio, pela última rodada do Brasileirão e tem como única alternativa vencer a partida e, ainda, torcer por algumas composições. O adversário maior do time gaúcho é o Vitória que, no mesmo horário, enfrenta do Palmeiras, em Salvador. De pronto é preciso que o Inter vença a partida e alimente a esperança dos palmeirenses vencerem. Nessas duas hipóteses, o Inter somaria 45 pontos, mesmo número do Vitória, dependendo então de número de vitórias e saldo de gols.

No meio disso tudo, está o Sport, que joga com o Figueirense que já está rebaixado. Uma visível estatística comprova o seguinte: Se o Vitória perder e Internacional e Sport venceram resultaria a seguinte equação: Com a derrota, Vitória ficaria estacionado nos 45pts. No caso de vitória do Sport sobre o Figueirense, hipótese viável, o time pernambucano somaria 47pts. Resta a situação do Internacional: no caso de vitória no Rio, sobre o Fluminense, atingiria os 45pts, número igual ao obtido pelo Vitória. Então o Sport estaria teoricamente mantido na Série e a questão ficaria restrita a Inter e Vitória, cujo desfecho seria através do comportamento de ambos em número de vitórias e saldo de gols.

Mas tudo isso de resolve se o Vitória ganhar seu jogo o mesmo acontecendo com o Sport alternativa que nada sobraria para o Internacional, que durante o ano inteiro andou fazendo mudanças em seus treinadores e, agora, está prestes a pagar um peso caro demais, indo parar na Série B, espantalho de todo time da primeira divisão do futebol brasileiro.

O Internacional estava se prevalecendo para ficar onde está confiando no recurso que fez à CBF pedindo os pontos do Vitória nos jogos em que participou o jogador Vitor Ramos que, segundo a denúncia, jogou sem condições depois da sua vinda do Monterrey, do México, para o Bahia. Ontem, o STJD, da CBF despachou o processo considerando lícita a transferência, arquivando o processo. Mesmo assim o clube gaúcho pensa em recorrer, mas, por certo, não terá êxito na tentativa.

Hoje será disputada a 38ª e última rodada do Brasileirão de 2016, já com o Palmeiras campeão. Para os pretendentes à Libertadores ainda haverá luta. É o caso do Corinthians que ocupa a 7ª colocação e só os seis primeiros têm acesso à competição.O Timão joga com o Cruzeiro e ainda espera o tropeço do Botafogo e do Atlético Paranaense.


Chapecoense campeã

comentários

A dor extrema sempre traz algum reconhecimento que, na verdade, não compensa o sentimento de perda, mas coloca em grau elevado a solidariedade ela que é um dos atos de bondade com o próximo e união entre as pessoas. È isso que está ocorrendo com a Chapecoense, depois da tragédia de Medellin.

Na tarde de ontem, a Conmebol, responsável pelo futebol sul-americano, concedeu à agremiação catarinense o título de campeã da Copa Sul-Americana, título que não pôde conquistar em campo.
Além da decisão da entidade, também a CBF anunciou que doará ao clube R$ 5 milhões para ajudar na reconstrução da equipe de futebol e, ainda, a marcação de um jogo amistoso com a Colômbia, no inicio de 2017, com renda totalmente revertida para as famílias vitimadas.

Apesar da tragédia, o comando da Chapecoense não abandona a idéia de participar das atividades do calendário nacional.Para tanto pensa em formatar novo elenco, com jogadores por empréstimo e mesmo por aquisições no mercado de futebol do país. Pensam os dirigentes em acelerar as categorias de base, aproveitando algum jogador que sem destaque na categoria Sub-20.

A idéia é formar um bom elenco, porque no calendário de 2017 terá compromissos importantes, inclusive, como campeã da Sul-Americana, disputar a Recopa, com o próprio Atlético Nacional, que será um jogo para valer, não como inimigos, mas como adversário.

Até hoje o mundo não entendeu a atitude do comandante Miguel Quiroga , responsável pelo avião caiu com a delegação da Chapecoense que tinha ordem de prisão na Bolívia por ter desertado das Forças Armadas do país. As autoridades bolivianas decretaram a prisão do comandante e mais três integrantes, todos preparados pela aeronáutica e depois abandonaram seus postos para exerceram funções noutros países. A idéia é que ele preferiu alongar o vôo com destino à Medellin com medo de ser preso no aeroporto.

Copa do Brasil
Paralisado devido ao acidente com a Chapecoense, o futebol volta aos gramados esta noite, com a decisão entre Grêmio e Atlético Mineiro pela posse da Copa do Brasil. A partida será na Arena em Porto Alegre, a partir das 21h45m, com vantagem para o Grêmio vencedor do primeiro jogo em Belo Horizonte por 3 a 1, podendo esta noite perder por até um gol de diferença e chegar ao seu quinto título na Copa.


Inter joga última rodada

comentários

O vice-presidente do Internacional, Diego Giacomini voltou a público, primeiro para mais uma vez pedir desculpas pela declaração de que a tragédia que envolveu a Chapecoense era igual ao time gaúcho e quase e inevitável queda para a Segunda Divisão em 2017 e também tranqüilizar o futebol brasileiro que irá normalmente jogar no Rio de Janeiro, contra o Fluminense, diferente da opinião inicial de que estava pensando em não a campo.

A situação do Internacional e de fato dramática. Em 17º lugar na classificação geral do Brasileirão tem com o adversário maior o Vitória que enfrentam o Palmeiras em Salvador, com a vantagem de três pontos. Basta ganhar a partida para deixar de fora o time de Porto Alegre.

No caso de derrota do time baiano e possível vitória sobre o Fluminense a vaga para a 1ª divisão será decidida pelo comportamento de ambos durante as 38 rodadas.

Ferreira Gullar
O grande poeta maranhense Ferreira Gullar, vascaíno, morreu domingo, no Rio de Janeiro, aos 86 anos. Tive a felicidade de conviver pouco tempo com o poeta e sentir seu grande talento, este mesmo que desenvolveu desde criança, na fase escolar. Entre as grandes obras do poeta, destaque-se o poema: que transcrevo agora:

Traduzir-se
Uma parte de mim
é todo mundo;
outra parte é ninguém:
fundo sem fundo.
Uma parte de mim
É multidão;
Outra parte estranheza
e solidão.
Uma parte de mim
pesa, pondera;
outra delira.
Uma parte de mim
Almoça e janta;
Outra parte
se espanta.
Uma parte de mim
É permanente;
Outra parte
Se sabe de repente.
Uma parte de
É só vertigem;
Outra parte,
Linguagem.
Traduzir uma parte
Na outra parte
Que é uma questão
Da vida ou morte


Neymar fora da Bola de Ouro

comentários

Mais uma vez Messi e Cristiano Ronaldo aparecem como favoritos para a conquista da Bola de Ouro da Fifa, em janeiro. Ontem, a entidade divulgou relação dos três finalistas para a disputa da Bola de Ouro 2016, e a única surpresa foi a inclusão do francês Griezmann, do Atlético de Madrid. Neymar, que constava da lista de 20 nomes, este ano ficou de fora. Marta, que já foi cinco vezes laureada com o prêmio, mais uma vez foi selecionada e vai disputar com Melanie Berenguer e Carli Lloyd. Mantendo a tradição, a Fifa selecionará 50% dos votos dos treinadores e capitães das equipes os 50% restantes serão votos dos jornalistas. A cerimônia será no dia 9 de janeiro de 2017, na sede entidade, em Zurique. Cristiano Ronaldo ganhou 2008, 2013 e 2014. Messi conquistou cinco vezes o Bola de Ouro.

Abel de volta
O Fluminense, agora com novo presidente Pedro Abad, foi atrás do treinador Abel para dirigir o time, pelo menos em 2017. Nada foi revelado sobre o contrato; A apresentação foi ontem, ocasião em e que Abel disse que é preciso muito trabalho para se chegar a um ponto ideal. Disse que é preciso ter alma e, para ele, é o que está faltando. A idéia do cube tricolor é melhorar o nível do time que, este ano, faltando ainda uma rodada, ocupa a 12ª colocação, com apenas 49 pontos.

Vasco
O Vasco quer promover uma guinada na equipe, agora que está na Série A, depois de uma luta feroz para deixar a Série B. Para isso, foi buscar o treinador Cristovão Borges. A saída de Jorginho só se consumou devido ao sufoco que o time passou no final da Série B. Mantivesse Jorginho e Zinho o mesmo padrão do primeiro turno, ambos teriam permanecido em São Januário.

Cuca
Alguma coisa muito forte impediu que o treinador Cuca continuasse dirigindo o Palmeiras. Depois do título do Brasileirão, o normal seria a manutenção do treinador. Antes mesmo de acabar a competição já tinha manifestado o interesse de sair do Parque Antártica. A alegação do treinador é que precisa aprender mais futebol e, para tanto, vai aproveitar o tempo disponível e fazer estágio na Europa, principalmente Inglaterra, Espanha e França. Como alegação confirmou também o interesse de passar mais tempo com a família, que mora em BH. Atendendo ao interesse de Cuca, o Palmeiras procurou contratar um novo profissional. E o seu nome é Eduardo Batista.


A agonia do Internacional

comentários

O comportamento do Internacional que tem o percentual negativo de 77% para cair para a Série B, foi muito lamentado pelos desportistas que julgaram o presidente do clube, Vitório Píffero, infeliz nas intervenções quando defendia o Colorado, esquecendo da dor da tragédia da Chapecoense, enlutando o esporte mundial, em especial, o futebol. O time sulista, está com receio de deixar a Série A, e a principio se recusa a enfrentar o Fluminense, na última rodada do Brasileirão, domingo, 11, caso a CBF não interceda para punir o jogador Vitor Ramon, do Vitória, sob a alegação de que ele atuou pelo time baiano sem condições. Para não cair pela primeira vez para Série B, o Inter precisa ganhar do Fluminense e o Vitória perder para o Palmeiras. No caso de vitória do Inter os dois estariam empatados com 45 pontos e a decisão sobre a vaga dependerá do números de vitórias e saldo de gols. O desespero do Internacional é tão grande com o temer de sair da Série A, o que fez a imprensa a escrever que o Inter está mais vermelho de vergonha. O presidente do clube, Píffero, chegou a dizer que a queda do Inter era semelhante a tragédia da Colômbia.

Velório
É de geral tristeza o ambiente em todo Chapecó que, desde ontem, está recebendo os corpos das vítimas do acidente aéreo. O velório será coletivo na Arena Condá e os caixões serão conduzidos do aeroporto ao local da cerimônia por carros dos Bombeiros . As pessoas pertencentes à cidade de Chapecó serão enterradas na cidade e os demais serão transportados para suas cidades. O velório contará com a presença de autoridades do esporte e política. O presidente Michel Temer irá à cidade para participar da cerimônia. O presidente da Fifa Gianni Infantino estará presente também.

Campeã
A primeira Idéia foi da Conmebol de dar à Chapecoense o título da Copa Sul-Americana, competição que seria decidida entre o time brasileiro e o Atlético Nacional, da Colômbia.Agora os dirigentes do Atlético resolveram também a aceitar a sugestão da cidade da América do Sul. Falta agora só a Conmebol oficializar o título.

Série B
O medo do Internacional de cair para a Série B está no fato do time nunca ter disputado esta competição. Oito times grandes do futebol já visitaram o descenso e até alguns, como Vasco e Bahia que caíram três vezes; Os times que disputaram a Série B, foram Atlético Mineiro, Bahia (3) Botafogo (2), Grêmio (2),Palmeiras (2), Corinthians , Fluminense e Vasco (3).


A dor da Chapecoense

comentários

Este espaço que ocupo sempre o faço dominado pela alegria e a concepção de que o esporte é o conjunto e forma do dom da vida, esta que nos foi dada por uma Inteligência Maior, e que até hoje está envolta em simbolismo jamais decifrado e, como reza a Bíblia, ao definir a morte “que é a separação da alma e do corpo enquanto a morte espiritual é a separação da alma e de Deus.” É a explicação e o consolo nesta hora de tristeza pelo infausto acidente com o avião que transportava a delegação da Associação Chapecoense de Futebol, fundada em 1973, vitimando 75 dos 81 passageiros.

O esporte em geral e o futebol por dimensão são, como disse, alegria, sempre afastando a tristeza para escanteio. Essa alegria todos nós vivenciamos domingo, há apenas três dias, vendo o campeão Palmeiras levantando o título do Brasileirão, diante de uma

Chapecoense corajosa, eficiente, limpa, honesta, gentil e briosa, valorizando a conquista do Verdão, que somou sua alegria ao coroamento da dedicação e esforço. O perdedor, no caso a Chapecoense, deixou o gramado inferiorizado no placar, é certo,mas com orgulho tão igual como o do vencedor.

A trajetória da Chapecoense, fundada em maio de 1973, já era vista como do primeiro plano nacional, atuando de igual contra adversários de tradições longevas, sem, porém, desmerecer em seu espírito de luta. A prova disso é a posição alcançada no Brasileirão que termina domingo 11, obtendo a nona colocação, perto de Grêmio, Botafogo, Atlético Paranaense e deixando para trás grandes do futebol do país, Ponte Preta, São Paulo, Cruzeiro e Fluminense . Outro gigantismo da personalidade da associação de Santa Catarina seria a inédita final que faria da Copa Sul-Americana, com o Atlético Nacional, da Colômbia, amanhã, destino no qual encontrou o infortúnio.

Não podemos dizer às vítimas o quanto sentimos pela perda de vocês, e o tanto que fizeram para fazer o mundo melhor, através da alegria. Todos nós sabemos definir a morte e ela não é mistério para ninguém. O lamento em episódio como este, a 34 quilômetros da cidade de Medelin, hoje pacificada, humana e diferente da época em estive em Cáli, em 1964, é, repito, que a morte de cada ser humano, brilhante ou comum não seja gratuita, deixando em todos nós, mesmo sem qualquer ligação com as vítimas, a sensação de desamparo, o qual, entretanto, cede lugar a tantas outras desventuras e também muitas alegrias. O reconhecimento imediato das dores de hoje atingiram seu auge através do Atlético Nacional, que vai propor que a Chapecoense seja declarada campeã da Copa Sul-Americana. Gesto nobre comum ao esporte.


Palmeiras, o melhor

comentários

O último final de semana foi festivo para Palmeiras e Vasco, o time paulista pela conquista do Brasileirão, depois de 22 anos de espera e, o carioca, pela tão esperada subida à Série, depois de ameaçada por longo tempo. A conquista era esperada, porque nas duas últimas rodadas o time palmeirense precisava de apenas um ponto para se distanciar do Santos, seu principal adversário. A vitória sobre o Chapecoense veio por 1 a 0, consolidando liderança do time de Cuca por quase toda competição. Os comandados de Cuca se aproximaram da vitória, quando, no Maracanã, o Flamengo acabou com o sonho do Santos, vencendo a partida.

Cuca: Meio às comemorações havia uma dúvida do Palmeiras em relação ao treinador, Cuca que está indeciso sobre sua permanência, pois quer reservar mais tempo para estudar mais futebol. Para isso esta projetando ir para França, Espanha e Inglaterra para se aperfeiçoar. Além disso, existe tanbém problema famíliar, porque sua residência é em Curitiba, o que representa mais uma dúvida para definir seu futuro.

Vasco: O Vasco viveu seu drama particular ao enfrentar o Ceará, que não se amedrontou com o fator fora de casa e da grande necessidade do Vasco querer ir para à Série. Chegou até a comandar o placar, fazendo um a 1 a 0. No segundo tempo, o time dirigido por Jorginho despertou, cravando 2 a 1 e a comemorar a volta à elite do futebol do país.

Daniel Alves: Titular na seleção brasileira, o lateral Daniel Alves fraturou a perna esquerda na partida do Juventus contra o Genoa, e que acabou perdendo por 3 a 1. Segundo estimativa, o jogador ficará sem atividade durante pelo menos quatro meses, período que vai atrapalhar o planejamento de Tite para a segunda fase das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018. A seleção volta a jogar no dia 23 de março, contra o Uruguai e a 28, contra o Paraguai. Considerando quatro meses de inatividade é certo que DA não esteja na relação para esses dois jogos.

Zé Roberto: Uma novidade no título do Palmeiras, foi a presença de Zé Roberto, com 42 anos de idade. Após os festejos, Zé Roberto disse que não está pensando em se aposentar e que vai continuar jogando no Palmeiras por algum tempo ainda. Pelo o que se viu contra o Chapecoense, o jogador apesar da idade, representa um esteio do time, tanto na defesa como no ataque. É exemplo para muitos outros jogadores que, aos 35 anos, de julgam velhos e param.