Hoje tem Fla no Brasileirão

comentários

Depois de intervalo de 35 dias face à Copa do Mundo, o futebol brasileiro volta a colocar em jogos sua força vital, realizando, hoje, à noite, quatro partidas, válidas pela 13ª terceira do Brasileirão, reunindo o líder, Flamengo, com 27 pontos, no duelo com o São Paulo, às 21h45m, no Maracanã. Os demais são Vitória x Paraná; Corinthians x Botafogo; Atlético Mineiro x Grêmio. Ligados à Copa da Rússia os torcedores brasileiros, por certo, irão, em peso aos estádios, para rever seus ídolos, depois de mais de um mês. As oito equipes têm tudo para apresentar excelente nível de futebol,devido ao descanso no longo período sem atividade oficial. A direção técnica dos clubes aproveitou para inovar e conseguir tirar proveito dessas 25 rodadas que faltam.

Alemanha decepção
Na seleção dos piores da Copa elaborada pelos jornalistas do mundo inteiro a Alemanha teve três jogadores relacionados : Khedira, Ozil e Muller, a Polônia, dois, Costa Rica, Dinamarca, Nigéria e Argentina esta com o goleiro Caballero, que fez autêntico gol contra. Tida como favorita para conquistar seu quinto título, os alemães decepcionaram e saíram na primeira fase.

Vinicius Junior
Contratado pelo Real Madrid, há dois anos , o jogador Vinicius Junior, agora com 19 anos, começou seu trabalho físico no clube espanhol e logo chamou a atenção pelo estilo. Em determinado momento ele imitou Ronaldinho Gaúcho olhando para um lado e jogando a bola para outro. Foi admirado pelos seus novos companheiros.

Zico
Dezesseis anos depois, Arthur Antunes, o Zico, foi contratado pelo novamente pelo Kashyma Antlers para comandar o futebol do clube japonês. Zico teve muita influência no futebol daquela região, como prova a categoria da seleção nipônica na Copa da Rússia, quando chegou a fazer frente à Bélgica, depois de marcar dois gols na forte defesa européia. A estada do Galinho em Tóquio será até dezembro deste ano.

Queda de treinadores
Depois que as seleções não chegaram a lugar nenhum é natural que os seus treinadores não tenham mais condições de continuar. Pelo mundo afora está havendo as demissões, como na Islândia e na Argentina. Jorge Sampaoli já recebeu o bilhete azul em Buenos Aires e fala-se agora em Diego Simeoni que já disse não aceita porque “a seleção tem muitos donos”.


França no pódio mais alto

comentários

De forma categórica a França conquistou o título de bicampeã mundial de futebol impondo-se, por 4 a 2 a Croácia, em partida final, domingo, em Moscou. Desde os primeiros jogos dos franceses que ficou bem claro a sua superioridade em relação a várias outras seleções, o que, de fato aconteceu, na disputa final com os croatas, valentes e organizados, mas sem forças para conter o adversário. Domingo, em Moscou, os franceses firmaram compromisso, de que, em mais quatro anos, poderão repetir o feito no Catar, quando poderá ter a maioria dos atletas de 2018 porque a média de idade da equipe agora era a menor de todas as outras seleções, com apenas 26 anos, e apoiada em grande filosofia de jogo, como ficou provado nos campos de Moscou.

A partida final terminou França 4 Croácia 2, depois de desenrolar empolgante que contemplaram os torcedores presentes em Moscou e também os restante do mundo ligado no jogo. Mesmo não ganhando o título, a Croácia saiu louvada como a grande estrela da competição, tendo, como recompensa, a indicação de Modric, como o melhor jogador de toda a Copa. Além do segundo lugar, vários outros prêmios foram conferidos a equipe vice-campeã. Igualmente vitoriosa em vários setores a França teve no jogador Mpabbé o mais laureado. Com 19 anos de idade foi aclamado como a revelação da Copa, igualando-se ao Rei Pelé, que, em 1958, foi autor de um gol brasileiro na Copa da Suécia, antes e completar 18 anos.

Brasil
A seleção brasileira que deixou o país com o prestígio de favorita, acabou naufragando não conseguindo passar das quartas de final, quando perdeu para a Bélgica que, ao final, obteve a terceira colocação em disputa com a Inglaterra. O treinador Tite que já foi homologado para trabalhar até 2022, no Catar, se obriga a colocar em prática planos que levem à seleção apresentar a bom padrão até aquele período. O sonho do hexa que alimenta o futebol brasileiro não virá apenas pela vontade e, sim, por trabalho sério sem permitir intromissão política na formação da equipe. A primeira medida é valorizar os clubes, amparando-os financeiramente para não perderem seus melhores jogadores para outros centros, fato que enfraquece o conjunto nacional que acaba abdicando do seu estilo de jogo nacional, incorporando ao do estrangeiro.


Campeão da Copa sai hoje

comentários

Depois de um mês de grandes emoções, finalmente ao meio dia de hoje, em Moscou, chega o momento da decisão da Copa do Mundo de Futebol, com a presença dos dois maiorais da competição, França e Croácia que, no período da competição encantaram o mundo com eletrizantes jogadas de seus artistas que hoje, entre vencedores e perdedores, dão adeus com a promessa de voltarem em 2022, no Catar, sede da 22ª. Copa. O sistema perfeito de disputa dirigido pela Fifa, conclui com méritos para os vencedores da reta final, no caso, franceses e belgas. Visto por ângulos diferentes como os maiores mestres do espetáculo, que levou o mundo, em seu gigantesco tamanho, a um espaço pequeno, com vistas para Moscou. Como em decisão é difícil a indicação de um favorito, porque os adversários se equivalem no campo da batalha. A França, com o elenco formado por jovens jogadores ofereceu, desde os primeiros jogos que seu destino seria grande e até, como aconteceu, na reta final. A Croácia, pequeno país, oriundo da extinta Iugoslávia, tem no sangue a grandeza do futebol e de Copa em Copa vem brilhando, e isso já aconteceu em 1998, na disputa da França, quando disputou a semifinal com os franceses, caindo mais tarde campeões para os cmpeões.

As duas seleções vêm prometendo sucesso de competição a competição. Em 2014, no Brasil, os belgas foram recebidos com grande pompa de favoritos, mas acabaram não vingando. O mesmo aconteceu com a Croácia, longe de favoritismo, mas com a fama de futebol excelente.

E Moscou as duas seleções tiveram caminhos diferente, mas, ao final, se juntam como as melhores. Para chegar à final, os franceses dobraram os belgas em partida considerada como ponto alto da competição. Igualmente os croatas derrubaram os ingleses, depois de uma prorrogação, por pelo escore de 2 a 1, depois de duríssimo empate no tempo normal. No elenco de ambas as seleções, o mundo já conhece nomes de destaque que vai inundar de notícias o mundo durante muitos anos. É o caso de Mpabbé, Kanté, Giroud,pelos franceses e de Modric, Rakitic, Mandzuzic, pelos croatas, destinadas a ganharem as manchetes do mundo inteiro, percam ou ganhem. O mundo acompanhara hoje a final inédita no futebol mundial. Será uma alegria para todos.


Terceiro lugar será conhecido hoje

comentários

Neste sábado, a partir das 11 horas, de Brasília, a 21ª Copa do Mundo de Futebol começa a dar o seu adeus para os desportistas, com a partida entre Inglaterra e Bélgica, decidindo o terceiro lugar, com flagrante favoritismo dos belgas que, por pouco, não chegaram à grande decisão, prevista para amanhã. Os ingleses que perderam a semifinal para os croatas deixaram o campo de jogo afirmando que, embora derrotados, saiam satisfeitos da disputa, por ter indo longe demais e a luta pela terceira colocação era uma grande conquista.

Neymar
O interesse do Real Madrid por Neymar revigorou depois que perdeu Cristiano Ronaldo que já firmou compromisso com o Juventus, da Itália. O clube espanhol enviou emissário ao Brasil para conversar com o jogador tentando consolidar uma decisão favorável por parte do jogador. A saída de Neymar do PSG é considerada muito difícil por vários motivos. O primeiro, é o preço para a transferência. O clube francês pagou mais de R$ 800 milhões para um contrato até 2022 e não estabeleceu multa rescisória. Em pleno vigor, no contrato não há argumento para o Real apoiar o pedido de mudança, a não ser o interesse do PSG negociar o jogador. Neymar está de férias no Brasil e o representante do Real terá condição de conversar com o pai do jogador, seu principal empresário.

CBF x Conmebol
Existe no ar séria crise entre a CBF e a Conmebol, devido ao voto do presidente Antonio Carlos Nunes no Marrocos para sediar a Copa do Mundo de 2026, contra os votos declarados de todos os país da América do Sul pela promoção proposta pelo Estados Unidos, México e Canadá, para promover o evento. Segundo o presidente da entidade sul-americana, Alejandro Dominguez, o voto brasileiro foi considerado uma traição, porque já havia entendimentos de que o melhor para o futebol seria a promoção pelos três países. Carlos Nunes é presidente tampão ao mandato de Marco Del Nero que foi afastado pelo Fifa, sob suspeita de corrupção. Nunes fica na presidência da entidade até 2019, quando assume o novo presidente eleito Rogério Caboclo. A entidade vive em clima de suspeição, porque Del Nero foi afastado e o antigo presidente, José Maria está preso nos Estados Unidos, por corrupção.


Final inédito na Copa de Moscou

comentários

Final inédito é o que o mundo verá no domingo, no Estádio Luzhniki, em Moscou, às 12 horas, de Brasília, entre França e Croácia. As duas seleções já se confrontaram na Copa de 1998, em Paris, quando disputaram a semifinal, ganha pelos franceses, que, afinal, foram os campeões daquele ano, com o Brasil vice. Teoricamente, a partida de domingo, não aponta favoritos, embora a França tenha apresentando melhores condições nas fases anteriores, diferente do adversário que brigou em todas as partidas. Os croatas tem contra eles o fato de ter disputado três períodos de prorrogações, o que eleva mais 90 minutos, contra nenhum dos franceses. Nas equipes vários jogadores têm se destacados e apontados como grandes nomes da competição. No lado croata, Modric, Mandzuhic e pelos franceses Pogba, Mbappé, Kanté, Griezmann. Não há como indicar favoritos para domingo, porque as duas seleções reúnem méritos extraordinários com variáveis para atrapalhar o adversário.

Terceiro lugar
Ausente de semifinais da Copa desde 1966, quando ganhou o título derrotando à Alemanha, a seleção da Inglaterra levou 52 anos para decidir classificação e disputar novo título, oportunidade que ocorreu quarta-feira, em Moscou, contra a Croácia, da qual perdeu, na prorrogação por 2 a 1, após o empate no tempo normal. A Croácia que entrou na competição sem ser indicada como grande favorita, surpreendendo a todos com atuações vibrantes que lhe permitiu decidir com a França o título desta Copa, de número 21.

Os ingleses com sua elegância de sempre assimilaram a derrota, dizendo que foram muito longe. Não questionaram o gol de empate dos franceses, que segundo analistas foi disputado em condições de falta. Qualquer outro países exigiria a participação do vídeo , para analisar o lance em que o atacante levantou o pé na altura da cabeça do defensor. A decisão do terceiro lugar será amanhã, no Estádio Luzhniki, em Moscou, às 11 horas (de Brasília).

Cristiano Ronaldo
Noutra época a transferência de Cristiano Ronaldo, do Real Madrid para o Juventus, da Itália, teria repercussão fora do comum. Mas dividindo os espaços com a Copa do Mundo o assunto tem merecido apenas pequeno registro. Tão logo termine a Copa, surgirão notícias sobre transferência de jogadores, principalmente os mais vitoriosos nos jogos de Moscou.


Tite divide opiniões

comentários

Como sempre acontece após a disputa de Copa do Mundo, salvo, lógico, quando o Brasil sai vitorioso chove criticas ao treinador responsável e, desta vez nova carga é feita sobre Tite, apontado por uns por ter falhado na condução da seleção nos jogos da Copa da Rússia, mas tendo, ao contrário, louvores de outros seguimentos, considerando-o com grandes méritos. A carga favorável ao treinador partiu da Associação de Treinadores, dirigida por Zé Mario, manifestando total apoio à manutenção da Comissão Técnica, já agora para a Copa América, de 2019, no território nacional e, ao longo prazo, à Copa de 2022, no Catar. Segundo o interesse da entidade, Tite tem contrato até o fim do deste mês de julho, merece continuar dirigindo o grupo, que poderá estar fortalecido em mais quatro anos. No sentido contrário, o jornalista Neto, da Bandeirantes, detonou não só o treinador como o dirigente Edu Gaspar e o jogador Neymar, apontando-os como responsáveis pelo fracasso na Rússia. A intenção da CBF é manter o treinador que pediu 10 dias para responder se aceita continuar. Como resposta as criticas de Neto à seleção, os apoiadores de Tite e dos jogadores, lembram uma frase dita por Mandela, na qual ele expressa a sua visão da disputa, dizendo, ‘Nunca perco, ganho ou aprendo”.

França já
Depois de passar pela Bélgica, a França já é finalista para definir o campeão de 2018, faltando apenas a decisão entre Croácia e Inglaterra que fazem a outra semifinal. Com forças iguais a duas seleções têm as mesmas credenciais chegar à final. A Inglaterra conquistou o direito de participar da sem depois de 52 anos, desde 1966, quando jogou e ganhou título daquele ano derrotando a Alemanha. O grande final será disputada neste domingo e o terceiro lugar, na véspera, ambos em Moscou.

Cortois
A única manifestação sobre a derrota da Bélgica para a França partiu do goleiro Cortois, afirmando que a França não provou nada e que a vitória se deu por lance de sorte. Os belgas, depois de sua trajetória na classificação esperavam vencer a partida e fazer a final, no caso, como Croácia ou Inglaterra.


Hoje sai o outro finalista da Copa

comentários

Conhecido o primeiro finalista da Copa da Rússia, hoje será a vez de Inglaterra e Croácia para ganhar o privilégio de disputar o título máximo do futebol mundial. Com forte equilíbrio técnico, franceses e belgas concorrem para fazer uma partida sem favoritos, em duelo entre ataque e defesa os mais destacados durante as fases preliminares. A partida será às 15 horas, em São Petersburgo.

Catar 2022
Depois da saída nas quartas de final, a seleção brasileira começa a se movimentar para a formação de novo elenco para competir na Copa do Mundo de 2022, no Catar. A manutenção de Tite é considerada certa, embora o treinador tenha pedido 10 dias para responder. A quase certeza de Tite provém do interesse dos jogadores da própria CBF. Além da Copa de 2022, o futebol brasileiro terá que se preparar para sediar a Copa América em 2019, em vários estados brasileiros. De inicio já pensado em planos de trabalho para ampliar o leque de jogadores novos, alguns até pertencentes à atual equipe da Rússia. Há nomes obrigatórios na nova formação , entre os quais Felipe Coutinho, Gabriel Jesus, Lucas Paquetá, Arthur, Vinicius Junior, Casemiro, Douglas Costa, Firmino, Neymar. A continuidade de Tite o obrigará a trabalhar mais com a base com intuito crescente de renovação no elenco.

Neymar
O modelo atual de alguns analistas do futebol é colocar Neymar como o centro de atração das críticas da participação brasileira na Rússia. O fato é que vários dos críticos de hoje não atentaram que o jogador estava sendo usado pelos grandes grupos internacionais e seus excessos não eram analisados. Deram-lhe uma posição inadequada quanto ao seu valor como jogador e, agora, descobrindo as suas carências, usam de pesadas criticas. Neymar foi vítima de gente que só se interessa pelo futebol para ter lucro, deixando de lado a vida física do jogador.

Argentina
Depois do apagado papel na Rússia, os dirigentes da Associação de Futebol do país se movimenta para recolocar o pais no âmbito de sua importância. O treinador Jorge Sampaoli quer continuar dirigindo a seleção, mas a entidade o rejeita e a solução é contratar outro nomes para bem do futebol bicampeão do mundo.


França e Bélgica, na primeira semi

comentários

Hoje, às 15 horas, em São Petersburgo, será disputada a primeira semifinal da Copa do Mundo, da Rússia. Estarão frente à frente França e Bélgica, seleções que tiveram destacados desempenho nas fases anteriores. De acordo com as forças mostradas até agora não haverá favoritos e, tanto franceses como belgas, têm categorias para chegar à vitória e disputarem o título, previsto pra Moscou, domingo, 15, contra as seleções da Inglaterra e Croácia. O duelo coloca uma equipe que já conquistou o título de 1998, e outra que nunca chegou a ser campeã. Ambas, porém, se destacaram nas disputas anteriores. A Bélgica, por exemplo, participou da Copa de 2014, no Brasil, com as honras de uma das mais fortes para o título. Não vingou, mas amadureceu para 2018, e agora está em situação privilegiada. Quanto à França o otimismo é grande e desde o inicio da competição recebeu dos analistas o voto de grande favorita.

Tite
Desclassificado na parte final da Copa do Mundo, Tite voltou ao Brasil e como justificativa disse “ o futebol tem o ganhar mais do que o resultado em campo”. É uma declaração polêmica, mas induz a uma revelação das dificuldades que ele enfrentou durante o período em que preparou a seleção para a disputa na Rússia. Alguns analistas concluem que o treinador encarou a missão com mensagem de superioridade e seus conceitos colocavam como certos o sucesso na jornada, atitude fantasiosa tendo vista as dificuldades de todos envolvidos na tarefa. O ganho do futebol vai além do resultado dentro de campo. Isso sugere que ele não quis ou não pôde fazer críticas à CBF, por razões de hierarquia, mas, pelo visto discordava de muitos fatos. Com o prestígio em alta, mesmo depois da derrota na Copa, Tite deve continuar no comando da seleção, e para isso e ele disse que dará uma resposta em 10 dias. O Brasil terá uma partida amistosa em setembro, no dia 8, em Nova Yorque, contra os Estados Unidos. Provavelmente contará com os mesmos jogadores da jornada da Rússia. Até lá ele não terá tempo para reformular alguns pontos que possa discordar, como de ter apenas quatro dias para treinamento da equipe, às vezes, para jogos importante.


Futebol na hora da verdade

comentários

Na hora da derrota é muito fácil detectar os erros que levaram a equipe ser superada. Mas pode-se encontrar razões que favoreçam uma boa análise a favor da derrotada. Foi o caso do jogo Bélgica e Brasil que resultou na eliminação da seleção brasileira de tentar o título de hexa campeão. A campanha do treinador Tite não deve ter responsabilidade sobre os 2 a 1 dos belgas. Ele comandou o selecionado durante 26 partidas e venceu 24 delas. Perdeu, todavia, no momento crucial para o desempenho no futebol mundial.

A seleção que escalou sexta-feira foi, para ele, a melhor possível. Os torcedores alinhados com a vitória, não têm não nenhum critério optando sempre pela preferência pessoal, diferente do treinador vivendo o dia a dia com os jogadores conhecendo melhor seus recursos.

A derrota para a Bélgica decorreu de de ações naturais de jogo, onde prevaleceu a estratégia nas concepções nas jogadas durante a partida. Nisso, parece-me, a vantagem dos belgas. No inicio do jogo viu-se nitidamente a diferença de esquema com os jogadores belgas bloqueando os avanços dos brasileiros impedidos de se aproximarem do goleiro Cortois. O drama brasileiro começou quando surgiu o primeiro gol, aumentando o desequilíbrio do time de Tïte. O segundo então, aumentou o abismo e, nessa hora, seleção teve que buscar variantes para conter o desastre. O Brasil agiu como se esperava com o talento que tem. O sistema belga manteve-se inalterado chegou, afinal, a vitória e a classificação.

A saída do Brasil mais vez na reta final da Copa deve suscitar reflexões que devem ser acolhidas pelo futebol brasileiro. A saída precoce dos jovens talentos brasileiros causa grande prejuízo ao desenvolvimento da área. Durante as transmissões do jogo os locutores repetiram que as quatro saídas da seleção nas ultimas se deu por derrota para países europeus, canal direto do futebol brasileiro. O que se viu em Karan, sexta-feira não foram os craques com a qualidade que notabilizou Pelé, Töstão, Jairzinho e outros. A seleção brasileira jogou como europeia. Com estilo de onde vive. E derrota passa ser inevitável.


Brasil pronto para reta final

comentários

Nos sete jogos reservados aos grandes finalistas da Copa, o Brasil já realizou quatro e o quinto, será hoje, às 15 horas, na cidade de Karan, contra a Bélgica, para apontar o semifinalista. Na hora do jogo, a seleção já saberá qual será o adversário, depois de conhecer o resultado de França x Uruguai que, igualmente, buscam a condição de disputar o título. Para hoje, pelo o que definiu o treinador Tite, o time terá a volta de Marcelo, recuperado da lesão na coluna vertebral e a entrada de Fernandinho, no meio de campo, no lugar de Casemiro, suspenso em função do segundo cartão amarelo, sofrido contra o México. Como de hábito, Tite fez treino isolado anunciou o zagueiro Miranda como capitão, para amanhã.

Na partida de hoje, o Brasil pode ser considerado favorito em razão dos belgas terem padrão de jogo diferente do que se pratica na América do Sul. A força do futebol da seleção brasileira consiste na velocidade e na improvisação dos jogadores, com a visão de desenrolar de visar sempre jogar para frente, buscando sempre a meta adversária. A Bélgica, entretanto, vem apresentando bom futebol desde 2014 na Copa do Brasil, mas não vingou não chegando ao sucesso que esperava. O time tem bons jogadores, como Hazard, Lukaku, excelentes atacantes, mas carece de boa linha de defesa, permitindo sofrer gols fáceis como aconteceu contra o Japão quando chegou a perder 2 a 0, salvando-se por seus bons atacantes. Numa apreciação crítica, o Uruguai seria maior adversário do que a França, numa eventual classificação dos europeus.

A Fifa anula os cartões amarelos na fase semifinalistas das equipes. O Brasil tem o risco de Neymar com um cartão amarelo e sem poder acumular outro no jogo de hoje. O mesmo acontece com a França, através de Pogba. O regulamento prevê anulação só na semifinal, se esses jogadores tiverem novo cartão ficarão fora da semifinal, condição ruim para brasileiros e franceses.

Os dois vencedores de hoje e mais os de amanhã – Croácia x Rússia e Suécia x Inglaterra – voltarão a campo nos dias 10 e 11 desse mês, ambos com às 15 horas, para a disputa da semifinal. A grande final será no domingo 15, com o terceiro lugar, na véspera.