Festa paralímpica começa hoje

comentários

O povo brasileiro viverá novas emoções com a cerimônia de abertura dos Jogos Paralímpicos, esta tarde e noite, no Estádio do Maracanã, local que há um mês o Brasil vibrou com os Jogos Olímpicos, do Rio de Janeiro. A festa de hoje reúne atletas portadores de deficiências físicas e mentais, e que contam com a participação de representantes de 178 países, com 4 mil 350 competidores. Serão disputadas em várias arenas da cidade do Rio Janeiro 23 modalidades, desdobrando-se em mais de 315 eventos, com o principais provas do programa olímpico de verão, como atletismo, natação, voleibol, futebol, ciclismo, esgrima, canoagem, levantamento de peso.

Esse tipo de competição surgiu em 1960, durante os Jogos Olímpicos de Roma, ganhando forças em Montreal, Canadá, em 1976, ano da Olímpiada. A grande evolução em termo de quantidade e presença maciça dos atletas foi em Seul, Coréia, em 1988. Antes de tudo isso, a idéia foi iniciada na Alemanha , após a segunda guerra mundial, procurando ocupação para os mutilados dos combates. A partir de 1976 foi permitida a presença de competidor com deficiências visual e mental, além de pessoas com lesão da medula espinhal.

A cada ano os Jogos vêm ganhando espaço junto aos países, como os Estados Unidos, que dão apoio através das Forças Armadas e, aqui no Brasil, que tem sempre equipes destacadas, com valores individuais, como Daniel Dias, nadador, verdadeiro herói, com 18 medalhas, sendo 15 de ouro. Ele vai parte da equipe este ano. Serão 11 dias de competição. No dia seguinte à abertura, serão iniciadas as disputas de várias modalidades, como atletismo e natação.Em Londres, em 2012, o Brasil conquistou a sétima colocação entre os países e, este ano, objetivo é ficar entre os cinco primeiros, o que será possível pelo fato de atuar dentro de casa e com o maior número de atletas inscritos.

A Tocha Olímpica chegou ontem ao Rio de Janeiro, passando por vários bairros da cidade. Hoje, ela estará no Maracanã, quando servirá de base para acender a Pira, símbolo de atividade dessa natureza. A explicação para a mudança de nome de Paraolimpíada para Paralimpica, sem a letra 0, foi a pedido do Comitê Paralímpico Internacional, que procurou igualar o que já era norma nos outros países de língua portuguesa, Angola, Cabo Verde,Guiné Bissal, Moçambique, Portugal, Timor Leste, São Tomé e Príncipe. Por isso, a mudança pois os brasileiros chamavam de Paraolimpíadas.


Tite em novo teste

comentários

O segundo jogo da seleção do Brasil, contra a Colômbia, será um bom teste para o treinador Tite, que mostrou eficiência no comando da equipe na partida contra o Equador. O jogo será na Arena Manaus, às 21h45m, e o anuncio é que a equipe será a mesma, ou seja, com Alisson, Daniela Alves, Miranda, Marquinhos, Marcelo, Renato Augusto, Paulinho, Casemiro, Paulinho, William, Neymar e Gabriel Jesus.

Revelado pelos próprios jogadores, o fato é que havia certo temor da seleção para o jogo anterior, contra os equatorianos, devido ao pouco tempo de treinamento da equipe, convocada três dias antes da partida, em Quito. Hoje, os jogadores reconhecem que houve grande superação de todos, baseado no fato de que, devido a carência de uma boa preparação, o mais importante era a união de todos em torno da vitória. O resultado foi positivo e a alegria voltou à seleção, ânimo que estava amortecido face à colocação do Brasil na luta pela classificação. No tempo de Dunga, a seleção terminou na sexta rodada em sexto lugar com apenas nove pontos, distante dos lideres – Uruguai e Equador – com 13 pontos.

Com nove pontos atuais e na quinta colocação, o Brasil tem chance remota de assumir a liderança, pois para isso, terá que esperar por uma derrota da Argentina, que hoje, também, enfrenta a fraca Venezuela, com apenas um ponto ganho e sete derrotas. A Argentina é a atual líder, com 14 pontos, enquanto Uruguai, Chile e Equador, ocupam a segunda colocação, com 13 pontos.

Tite resolveu manter a escalação mesmo não tendo gostado da atuação de William, e até pensado em lançar Felipe Coutinho. Por fim, optou ainda pelo titular, considerando que, mesmo assim, ele contribuiu bastante para a vitória e aumentar a confiança do grupo para o jogo desta noite. A presença da seleção, na capital amazonense, tendo sido bem sucedida, como provou o treino apronto da equipe. O torcedor aderiu em peso à programação comparecendo em massa aos treinamentos, provocando até alguns tumultos, sem gravidade. No desejo de ficar perto dos jogadores, alguns cercearam o movimento dos jogadores, levando o jogador Neymar a cair. Como compensação, para assistir aos treinamentos foi exigido como entrada, um quilo de alimento não perecível.

Voleibol
O jogador Serginho da seleção brasileira de voleibol se despediu ontem em festa com mais de 40 mil pessoas no ginásio. Serginho, de 40 anos, atuava como líbero e conquistou quatro medalhas – duas de ouro –Atenas 2000- Rio, 2016 e duas de prata – Pequim e Londres.


Futebol, ontem e hoje

comentários

Os mais jovens torcedores por não vivenciaram a rotina do futebol do passado, diametralmente oposto ao cenário moderno, diferente em tudo, até mesmo no tocante aos craques, mais abundantes noutras épocas, pela facilidade que existia do jovem jogar suas peladas, limitando o campo com duas pedras, simbolizando o gol. A diferença de hoje consiste no comportamento, menos jogadores que, na essência, tem os mesmos objetivos, chegar ao auge da carreira profissional.

Uma grande mutação houve no comportamento dos torcedores que hoje são obrigados a serem mais comportados dentro dos estádios, com limites a tudo o que eles tinham no passado, inclusive cervejas e cigarros, agora com bastante reservas. No tocante a publicidade, no futebol de antes o jogador tinha em sua camisa um só lugar a propaganda dos patrocinadores. Hoje, todo vestuário tem marca, nos punhos, no peito, etc. Outro aspecto relevante para mudança de estilo entre ontem e hoje é a parte de patrocinadores. Antes as empresas ajudavam aos clubes, que tinham autonomia. Hoje, contudo, os clubes não pode prescindir das empresas, que alimentam os gastos dos clubes, porque a renda vinham das arquibancadas, agora, não, vem da publicidade.

Em algo houve mudança. Refere-se a condição física dos jogadores. No passado, os treinamentos já tinham os requisitos de hoje e, em razão, era comum encontrar-se jogador com forma física ruim, com prejuízo para seu desenvolvimento técnico. Hoje, porém, existe todo um sistema visando a melhor adequação do vigor físico de cada jogador, Essa nova dinâmica trouxe benefício ao futebol moderno. Após os jogos, no passado, os jogadores não tinham regra de comportamento, e até uma cerveja era possível. Modernamente, aos jogadores é reservado tempo para recuperação, inclusive em banheiro para reposição dos quilos perdidos nas partidas.O que realmente mudou foi o acesso da Imprensa aos jogadores. As regras atuais limitam a ação dos jornalistas que são submetidos a horários , com entrevistas em zonas mistas, sem a liberdade comum.

Essa visão moderna do futebol acompanha toda evolução do ser humano desde que a tecnologia tomou conta do mundo. O não aparecimento de grandes craques, como Tostão, Jairzinho, Gérson,Rivelino, Pelé, decorreu da limitação dos espaços no centros urbanos, onde os terrenos baldios serviam de campo para o desenvolvimento do jogador nato. A Proliferação de clubes e a falta de escola natural para o surgimento de novos talentos dificultou e, no momento, o jovem vem de escolinhas, e como se fala, futebol não se aprende nas escolas.


Tite convence na primeira

comentários

O alívio foi geral não apenas em função da vitória sobre o Equador e muito mais pelo desempenho da seleção dirigida, pela primeira vez, pelo treinador Tite que, segundo opinião geral, reforçou o conjunto dentro e fora de campo, priorizando a harmonia do grupo. Havia certa expectativa quanta à presença do novo treinador, ante a visão desgastada dos profissionais anteriores, que apesar de grande esforço não correspondia às expectativa e prestígio do futebol brasileiro.

Na vitória de 3 a 0, sobre o Equador na noite de quinta-feira algumas circunstâncias favoreceram ao treinador Tite, sendo a maior o fato de que parte do elenco vinha da vitória do futebol olímpico, motivado e, acima de tudo, com melhor treinamento. O segundo ponto que não pode ser desprezado é o fato de que qualquer profissional que comanda inicialmente um conjunto heterogêneo é sempre bem aceito como novidade e suas orientações são seguidas pelos comandados.

Isso, porém, não invalida a qualidade do treinador que levou o Corinthians a títulos importantes, inclusive o mundial de clubes. Deve-se considerar para justificar o bom desempenho da seleção em Quito a média de idade dos jogadores, muitos deles com menos de 25 anos,, como Gabriel Jesus e Neymar.

O importante é que ocorram duas alternativas. A primeira que Tite tem voz ativa na CBF, pois a sua orientação como grande responsável terá prioridade no comando da equipe. Segunda é ter a confiança da entidade valorizando-o mesmo nas derrotas, e não seguir exemplos anteriores que o treinador ficava com a corda no pescoço no primeiro revés da seleção.

Novo teste será nesta terça-feira, em Manaus, quando a seleção enfrentará a Colômbia, abrindo a oitava rodada das eliminatórias. Como aval do primeiro jogo em Quito, a seleção irá confiante e isso é meio caminho andado para chegar à nova vitória, e melhorar suam posição na tabela de classificação, atualmente em quinto lugar, com 12 pontos, um a menos dos colombianos, em terceiro lugar.

Em Manaus, local da partida, a seleção terá quatro dias para descansar. A delegação chegou na própria quinta-fera e, com isso, terá quatro dias para se preparar. Haverá tampo para Tite corrigir detalhes do primeiro jogo.

Sempre notícias, o jogador Messi voltou a jogar na seleção da Argentina e com ele, a equipe ganhou do Uruguai, por 1 a 0, com gol do próprio Messi. Agora a Argentina que enfrenta a Venezuela, em Caracas, nesta terça-feira, está na liderança da competição, com 14 pontos e, diante da fragilidade do adversário, deve manter a ponta, pois Uruguai, Colômbia e Equador, mesmo que vençam, não alcançam os argentinos.


Massa se aposenta

comentários

Muito ligado ao futebol o desportista brasileiro também tem sua atenção para as demais modalidades do roteiro mundial, Essa notícia, da aposentadoria do piloto Felipe Massa, anunciando que esta temporada de 2016 será sua última na Fórmula, evento que o viu desde 2002, período no qual, participou em 242 Grandes Prêmios, obtendo vitórias e 14 primeiras largadas. O piloto afirmou que ainda correrá no Brasil, mas acredita que sua última prova será Oriente Médio no fim o calendário anual. Em 2008, Massa esteve a poucos metros para ser campeão mundial, mas, num golpe de sorte beneficiou o inglês Lewis Hamilton.

Cuba punida
No tempo áureo de Fidel Castro, em Cuba, o esporte cubano exportou campeão das mais diversas modalidades, sendo que no atletismo muita gente boa brindou as pistas com recordes. Ainda havia a equipe imbatível de boxe e o voleibol masculino e feminino, Até o hoje, a marca mundial do salto em altura é de Xavier Sotomayor, com a estupenda marca de 2m45cm, obtida em 1993, na Espanha. Agora, o esporte na Ilha é um arremedo de outros tempos. Foi descoberta agora que a atleta Yaresly Bart teve sua medalha de prata cancelada por uso de dopping. A competição foi em Pequim, 2008. Do céu ao inferno. Nos Jogos do Rio de Janeiro não apareceu em nada, com apenas 11 medalhas,sendo cinco de ouro.

Japão
Com receio de quaisquer sindicâncias a respeito da origem o patrocínio dos Jogos de 2020, os dirigentes do Japão criaram várias comissões para apuração de houve qualquer interferência para privilegiar o país para os Jogos de 2020. O cuidado dos japoneses é evitar que hajam denuncias como é comum no futebol,m cujas últimas sedes das Copas do Mundo têm processos para apuração dos meios que levaram a vitória. Os dirigentes japoneses querem evitar o que está ocorrendo agora com Franz Beckenbauer, investigado pela Copa de 2006.

Corinthians
Clube de massa, qualquer treinador do Corinthians tem apresentar resultado, sob pena de ser dispensado sem mais nem menos. É o caso de Cristovão Borges que está dirigindo o Timão, mas sobressaltado. Todo resultado em campo é analisado:se for negativo, carga sobre ele. Positivo fica sempre a questão vai continuar ? No empate de quarta-feira, com o Fluminense, no Rio, pela Copa do Brasil, Cristovão deu graças a Deus já está terminada a janela de transferência para a Europa, maneira com que ele espera manter o elenco o maior tempo possível. A saída de Elias, para o Benfica deu consolo ao treina dor, porque, de agora em diante poderá contar com uma equipe completa.


Torcer pelo Brasil e Tite

comentários

O torcedor brasileiro tem hoje, tarde e noite, duas aspirações: torcer pela vitória do Brasil diante do Equador, em partida constante da sétima rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Essa, pois, é a primeira. A segunda é desejar que o treinador Tite acerte a mão e a seleção saia vitoriosa porque do contrário, uma tempestade vai cair sobre ele, embora tenha como ressalva o fato de ser o primeiro jogo sob seu comando e, por isso, ainda compreensivo.

O fato é que o jogo é difícil para os brasileiros que enfrentam um adversário sub-líder da competição, e atuando diante de seu torcedor. O agravante é que o time escalado por Tite fez, praticamente, dois treinos coletivos, muito pouco para uma atividade de conjunto. Num dos coletivos, em Quito, Tite evitou a Imprensa, para que não fosse divulgado o esquema que vai usar. Dificultou, também, a escalação dos 11 de hoje, embora tenha vazado que é aquele que todos sabem , ou seja: Alisson, Daniel Alves, Gil, Miranda, Marcelo; Casimiro, Paulinho, Renato Augusto.William, Gabriel Jesus e Neymar. Além de Equador e Brasil, jogam hoje também, Colômbia x Venezuela; Paraguai x Chile; Argentina x Uruguai; Bolívia x Peru. A liderança está dividida entre argentinos e equatorianos, com 13 pontos, e os brasileiros ocupam a sexta colocação, com nove pontos.

Paralimpiada
Depois do sucesso dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, com a participação de 206 países, volta agora à disputa da Paralimpiada, com 66 países, que começam a intervir a partir de 7, dia dedicada à Pátria.O Brasil tem como melhor colocação a sétima posição, obtida em Londres, em 2012 e agora no Rio espera superar e chegar entre os cinco melhores.

Cristovão Borges
Clubes como Flamengo e Corinthians, de grande massa de torcedor torna muito difícil a posição dos treinadores. Cristovão Borges, contratado pelo Timão chegou a causar surpresa alguns torcedores, principalmente os corintianos. Na última partida dirigida por ele, o Timão perdeu e sua posição no clube ficou ameaçada e ele sabe disse, argumentando para os repórteres falando que “os treinadores nunca estão seguros”.

Arouca
Bom jogador, Arouca brilhou em vários times dos países, inclusive no Santos.Atualmente jogando pelo Palmeiras, acabou sendo punido por uso de dopping. Ele foi flagrado no jogo da 15ª rodada do Brasileirão, contra o Internacional. O jogador está suspenso preventivamente e pode pegar uma pena elevada.


Brasil, em nova aventura

comentários

Está chegando a hora: nesta quinta-feira, a seleção brasileira de futebol, agora comandada por Tite faz a tentativa para melhorar posição nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, jogando em Quito, contra o Equador, líder da competição, com o Uruguai, com 13 pontos ganhos e quatro vitórias.

Nos seis jogos disputados na era Dunga o Brasil ganhou um jogo empatou três e perdeu um, para o Chile. Quando se trata de seleção o torcedor se enche de entusiasmo, mas, com certa reserva em relação ao trabalho de preparação.

Vejam o exemplo atual: Os jogadores, vindo de lugares diferentes chegaram na noite de ontem, na capital equatoriana. Durante o dia, participaram de pequenos exercícios, com o treinamento coletivo reservado para hoje e amanhã. Sem treinamento é dificil se admitir bons resultados. Este era o problema de Dunga, que acabou demitido. Tomara que o mesmo não ocorra com Tite, pois vai acabar desacreditado, como seus antecessores. Por muito tempo, a seleção confiou no talento de seus craques. Hoje, a realidade é outra.

Fla, alegria geral
Nos últimos três Brasileiros, a luta era calcular pontos para fugir do rebaixamento. Por fim, acabava escapando. Este ano, na 22ª rodada, está mostrando vitalidade e chegou até a vice-liderança, atrás do Palmeiras, de Cuca. A história mostra uma realidade na vida do time. Os grandes títulos do clube foram conquistados, em sua maioria, com gente de casa, como Carlinhos e Andrade. Quando a diretoria investiu em estrelas, como Luxemburgo, Mano e Muricy pouco ganhou ou melhor perdeu. Novamente, com gente tida sem grande expressão, está indo bem.É o caso de Zé Ricardo que, modestamente, fala que “é cedo para pensar em título.” Mas, no íntimo, está pensando mesmo.

Inter no buraco
Quem poderia imaginar que o Internacional, talvez o clube mais organizado do país, com mais de 100 mil sócios, iria atravessar um período amargo indo parar na zona de rebaixamento do Brasileirão. Sempre existem causas. Depois de cair, a diretoria voltou a contratar Falcão e logo o dispensou e ficou a ver navio a espera de um novo salvador. Achou um profissional conhecido de todos:Celso Rother. Não está dando certo. E agora, José ?

Despedida
Gabigol deu adeus ao futebol brasileiro. Vai para o futebol italiano, defender o Inter, de Milão.Todos vão torcer pelo seu sucesso, mas o futebol brasileiro fica privado de mais uma esperança, de apenas 19 anos.


Brasileirão com toda força

comentários

Passadas as emoções do Rio/16 e prestes a vivê-las novamente com os Jogos Paralímpicos, o torcedor brasileiro têm novamente a chance de acompanhar as alternativas do esporte, indo também aos gramados vibrar por seu time do coração na disputa da vigésima segunda rodada do Brasileirão, que tem o Palmeiras líder, com 40 pontos.

Devido aos Jogos do Rio, o Brasileirão ficou em segundo plano e, agora, volta com força total, com 10 jogos, iniciado ontem com Ponte Preta e Corinthians e com prosseguimento hoje com nove jogos, inclusive o importante Fluminense e Palmeiras, pondo em jogo a liderança.

Faltando ainda 16 rodadas para a conclusão é impensável se apontar um favorito para o título final, embora o comportamento de algumas equipes possa indicar não o favoritismo mas boa tendência disputar o título de 2016, em poder do Corinthians campeão no anterior, quando de tornou hexa. Na zona da Libertadores, estão, além do Palmeiras, líder, o Atlético Mineiro, o Corinthians e o Flamengo.

Apesar de algumas reclamações quando da instituição do modelo de jogos às 11 horas da manhã, continuou vingando, mesmo considerando o sacrifício dos jogadores em atuarem em clima forte com prejuízo técnico e, ainda mais, para a saúde dos jogadores.

Hoje haverá dois jogos às 11 , reunindo Santos e Figueirense e Cruzeiro, e Santa Cruz. Somados a outros fatores negativos, justifica-se o declínio do futebol brasileiro que já foi tido como o melhor do mundo.

Seleção
A seleção brasileira de futebol embarca hoje para Quito,onde na quinta-feira, enfrenta a seleção equatoriana pela sétima rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2108, na Rússia. O treinador Tite recebeu os jogadores anunciando em seguida que na capital equatoriana fará dois treinos, amanhã e terça-feira. Quarta-feira descansa para medir forças no dia seguinte,contra um dos lideres das eliminatórias. Após o jogo, a delegação viaja para Manaus, cidade que no dia 6 joga contra a Colômbia.

Paralímpicos
A alegria é imensa com a perspectiva da abertura, no Maracanã, dia 7 de setembro dos Jogos Paralímpicos, que reúne atletas de vários países. Como a disputa será no Rio de Janeiro o Brasil tem condição de melhorar sua posição na corrida das medalhas, superando o recorde de 43 delas, na disputa em Londres, em 2012.

A competição reúne 523 provas de 23 modalidades. O nadador Daniel Dias é o grande herói brasileiro , com 15 medalhas, sendo 10 de ouro. O interesse pela competição é muito grande, pois serão disponibilizados mais de oito milhões de ingressos e na primeira vendagem foram negociados 133 mil entradas.


O primeiro teste de Tite

comentários

Por questão de bom senso pouco adianta culpar à CBF pela rotina dos dias atuais no futebol mundial, onde a pressa e a volúpia de conquistas se misturaram no só balaio os cuidados para dar ao preferido esporte mundial o carinho que exige.

A seleção brasileira tem, no dia 1 de setembro, uma parada dura, em Quito, jogando com à do Equador numa partida importante que pode dar ao futebol brasileiro certa tranquilidade, caso passe com vitória. Explica-se o porquê: sexto colocado com nove pontos, após seis rodadas, no caso de derrota o mundo vai cair sobre a cabeça deTite, que foi colocado na direção para dar novo feitio em direção à classificação.

O perigo consiste em que o adversário de quinta-feira joga em casa e com o privilégio de ser líder da competição , após ter demonstrado categoria capaz de permanecer entre as quatro seleções, automaticamente classificadas para Moscou, em 2018. E onde estar a dúvida quanto o desfecho do jogo para o Brasil ?
Simplesmente, porque a seleção brasileira só começa a se juntar e treinar amanhã, embarcando no mesmo dia para o Equador. Ninguém atentou para o fato de que os problemas de Mano Menezes, Felipão e Dunga eram justamente estes de não ter tempo para preparar o elenco para competições importantes. Depois de ficar, por muito tempo na lista de espera, finalmente Tite assumiu a seleção e com elas todos os problemas anteriores.

Raciocine se uma equipe de futebol formada por jogadores atuando em clubes diversos e até em outros países, pode, em dois treinos apenas, apresentar padrão de qualidade? Claro que não. Disse no inicio que a culpa da CBF é limitada, pois o modelo do futebol é diferente de outros tempos, onde ainda se podia chamar o futebol de esporte. Ele hoje ocupa lugar destacado nas empresas e empresários, que lucram bastante com isso.

Tite fará apenas dois treinos para a partida de quinta-feira. Na segunda-feira, um dia depois do desembarque da delegação. O apronto final para definição dos 11 titulares será na terça e, lógico, com preferência para os mais conhecidos. Tido como inteligente, o treinador Tite demonstrou sabedoria no seu primeiro ato, convocando sete dos 23, que conquistaram o ouro olímpico. O importante é esperar para ver e torcer por algo dificil de acontecer, ou seja, exibição brilhante das duas seleções, porque os equatorianos também sofrem do mesmo pecado de, também, depender da improvisação para ganhar três pontos.


Mesmo esquema para Tite

comentários

É natural que o torcedor brasileiro se envolva de corpo e alma a tudo que se relaciona a futebol, pois é a modalidade que tem dado grande alegria, pelo menos quando era dirigido com sabedoria e decência e, acima de tudo, com interesses limitados. Hoje, o futebol passou a ser frequentado por uma fatia exagerada de pessoa que se mete nele para enriquecer ou exibir vaidade. O Brasil joga nesta quinta-feira, em Quito, contra o Equador, pela sétima rodada das eliminatórias para a Copa da Rússia, em 2018. Era natural e mais do que necessário longo planejamento para a seleção.

Vejam bem o que vai acontecer. Depois da convocação do treinador Tite, a equipe embarca neste domingo para a cidade equatoriana e fará apenas um treino na segunda-feira e outro, no dia seguinte no local da partida. Tudo bem, mas para esporte coletivo é muito pouco, principalmente considerando os titulares pertencem a clubes e locais diferentes.

A confiança é que o novo treinador resolva o problema, o que é improvável, pois milagres não existem, pois, nesse caso, iria beneficiar o adversário. E o mais sério é que seleção equatoriana ocupa a primeira colocação nas eliminatórias e vai jogar diante de seu torcedor. Depois vem a reclamação de que o futebol brasileiro não é mais o mesmo. Também pudera, com um calendário deste é dificil imaginar coisa melhor. Dirão, e os outros, por certo, vivem o mesmo drama. Não interessam os outros, o importante somos nós. Na verdade, o esquema de Tite será mesmo de antecessores. E daí ?

Esporte Olímpico
Depois dos pífios resultados do esporte brasileiro nos Jogos Olímpicos do Rio, os dirigentes começam a dizer que o Brasil em Tóquio será outro, com melhores marcas em todos os setores.

Convém alertar, porém, que não é dizendo que se vai melhorar nos próximos eventos, mas sim, fazer de fato o dever de casa. Por exemplo, agora no Rio/16, houve um dado que pode ser encarado com o muito certo para o futuro: o apoio das Forças Armadas amparando 87% dos medalhistas nacionais em número de 19. Os Estados Unidos são líderes nos esportes olímpicos porque lá os seus representantes são, na grande maioria, universitários, o que não ocorre no Brasil, cujo esporte dessa área, inexiste. Como hoje não existe amadorismo quem não tem a filosofia da formação através da educação tem mesmo é que financiar, sob pena de, apenas, só poder aplaudir os campeões