Emoções natalinas

comentários

Dia 6 de dezembro, domingo, o Coral do Judiciário, às 19h30, dará início às suas apresentações à luz do Natal. A famosa e brilhante Cantata Natalina do Tjap, que neste ano alcança a sua 17ª versão, com música, alegria e encantamento, se apresentará primeiramente na escadaria da Praça da Bandeira, na esquina da avenida FAB com a rua General Rondon. Com o espetáculo ‘O Acender das Luzes’, o belíssimo show, sob o comando da maestrina Leandra Valério, contará com vasto repertório, principalmente de emocionantes canções natalinas. Em outros dias posteriores, o Coral do Judiciário fará apresentações em diversos locais. O entusiasmo da presidente do Coral, Nilce Lima, bem traduz o que se assistirá nesta época de festas: ‘O público pode aguardar um espetáculo encantador, de confraternização e paz. Queremos transmitir esse espírito natalino para as pessoas, e fazer um momento único’.


Sessão Especial

comentários

Nesta quarta-feira, 3, no plenário do Senado Federal, acontecerá Sessão Especial destinada à entrega da Comenda de Direitos Humanos Dom Helder Câmara. O presidente do Instituto Joel Magalhães (Ijoma), Padre Paulo Roberto (foto à esq.), terá reconhecido nacionalmente seu trabalho à frente do Ijoma na luta pelos direitos aos portadores de câncer no estado do Amapá.
O Ijoma se tornou referência e um alento aos doentes e familiares, tanto na assistência médica quanto na psicológica.
A cidadania como conquista de direitos, em um momento tão devastador como é a descoberta e o tratamento de um câncer, tem sido a bandeira de Padre Paulo, protagonista em todo o processo de criação de uma das mais belas obras sociais do Amapá.
Garantir o direito dos doentes e impedir que esse direito seja violado e ainda proporcionar um atendimento digno e de qualidade fez do Ijoma e da atuação de Padre Paulo merecedores de tão importante premiação
‘Nada mais justo homenagear uma personalidade pública como é o Padre Paulo que faz da luta pelos direitos humanos uma pratica social. O caráter desse trabalho e a atuação de Padre Paulo tem sido durante todo esse tempo fortalecedores do valor da pessoa humana e da melhoria das condições de vida de inúmeros cidadãos e de suas famílias’, diz o senador Davi Alcolumbre (foto à dir.), autor da proposição que distingue Padre Paulo em nível nacional.


Recondução

comentários

O promotor de justiça e atual presidente da Associação dos Membros do Ministério Público do Amapá (Ampap), José Cantuária Barreto (segundo da dir. para esq.), foi reeleito para dirigir a instituição no biênio 2016/2018. A chapa do presidente reeleito foi a única inscrita. ‘Unidos pela Ampap’ é composta, além do presidente, pelos seguintes promotores de justiça e respectivos cargos: Vinícius Carvalho, vice presidente; Ricardo Crispino, 1º secretário; Manuel Felipe Silva Junior, 2º secretário; e Gisa Veiga, tesoureira. 


Educação

comentários

 A Escola Visconde de Mauá, do Serviço Social da Indústria (Sesi), abriu ontem e  vai até dia 23, matrículas para o ano letivo de 2016, para o Ensino Fundamental (1º ao 9º ano) e Ensino Médio (1º ano). A segunda etapa de matrícula acontecerá nos dias 6, 7 e 8 de janeiro de 2016. A Visconde de Mauá possui ambientes escolares diferenciados, como laboratórios de informática e de ciências, piscinas, quadras poliesportivas, biblioteca e área de convivência. Reforço escolar das disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, aulas de Lego Zoom e de robótica são ofertadas no contraturno para os alunos de forma gratuita.


Que só Delcídio que nada!

comentários

Não cabe ao líder petista Delcídio do Amaral a marca de ter sido o primeiro senador da República brasileira preso no exercício do mandato. Na verdade, a lista de senadores presos é imensa, chega a 11, e quase 12, porque o inteligentíssimo Rui Barbosa fugiu do risco de ir pras grades, indo dar aulas de inglês a brasileiros na Inglaterra ao saber que o presidente Floriano Peixoto estava prestes a encarcerá-lo, como antes fizera com mais quatro então senadores: Amaro Cavalcanti, João Soares Neiva, João de Almeida Barreto e Eduardo Wandenkolk. Depois, o presidente Prudente de Morais decretou a prisão de dois senadores, porque pretendiam assassiná-lo: João Cordeiro e Pinheiro Machado. A dupla queria matar Pridente de Morais com a cumplicidade do vice presidente Manuel Vitorino, esse, por sua vez, Presidente do Senado, de acordo com a Constituição que vigia na época. O oitavo senador preso foi o paraense Lauro Sodré, por ordem do então  presidente Rodrigues Alves, por levantar a Escola Militar contra a vacina obrigatória. A prisão dos dois outros senadores presos ocorreu em 1963. Eles eram do estado de Alagoas: Péricles e Arnon de Mello (pai do Presidente da República ‘impitimado’ e hoje senador Fernando Collor de Melo), acusados da morte de um senador do Acre. Depois eles foram inocentados pela Justiça.


Emoção pra toda vida

comentários

O Ballet da Rússia traz pela primeira vez ao Brasil o espetáculo Stars of the Russian Ballet, apresentando os melhores momentos de ‘O Quebra Nozes’, ‘A Bela Adormecida’, ‘Spartacus’, ‘Cinderela’, ‘Carmen’, ‘Romeu e Julieta’, ‘O lago dos cisnes’, ‘Scheherazade’, ‘Corsário’, ‘Tarantelle’, ‘Dom Quixote’ e o emocionante ‘Bolero de Ravel’.
O diretor, Augusto Stevanovich, convidou os maiores talentos do ballet clássico russo para essa programação. Todas as 27 capitais brasileiras já receberam das mais diversas montagens de ballet clássico e contemporâneo, mas Stevanovich afirma que esse é um espetáculo inesquecível, apresentado em um novo formato de ballet clássico que faz parte da programação do projeto cultural da Rússia no Brasil.
Stevanovich tem como objetivo popularizar a dança clássica internacional no Brasil, e para isso conta com o apoio de diretores e produtores de vários teatros da Rússia.
O Ballet da Rússia ainda não possui patrocínio de grandes empresas, mas com com a venda dos ingressos e várias ações promocionais Stevanovich espera que empresas queiram ter seu nome ligado a esse maravilhoso projeto financiado exclusivamente com a venda de ingressos.
‘Levar o espetáculo do Amazonas ao Rio grande do Sul, do Mato Grosso ao Rio de Janeiro, é um grande desafio, porém a cada cidade onde vamos com os artistas, levamos sentimento ao público. Essa emoção fica marcada para toda vida fidelizando nosso público e fazendo com que cada vez mais pessoas queiram ter a experiência de assistir ao Ballet’, diz o diretor.
(Agradecimento ao amigo Chico Terra, pela informação.


Música e poesia

comentários

Brenda Melo é quem toma conta, hoje, a partir das 19h, do palco do Projeto Botequim no Espaço Recreativo do Sesc Araxá. A grande artista apresenta ‘Tática’, o show que a celebriza como a mais nova estrela da música amapaense. Com a linda voz que tem, Brenda divide o palco do Botequim, hoje, com as cantoras Loren Cavalcante e Rebecca Braga. Os Poetas Azuis, além de Annie Carvalho e Carla Nobre, também se apresentam, recitando poesias.


Novidades

comentários

Prefeito Clécio Luís dá entrevista coletiva, hoje, às 9h, na Sala de Reuniões da Prefeitura Municipal de Macapá. O objetivo do encontro com jornalistas é apresentar o novo Sistema de Cadastro Habitacional de Macapá e anunciar o lançamento de edital para o processo de seleção do Residencial Jardim Açucena. 


Reconhecimento

comentários

O deputado estadual Pedro da Lua (PSC), a propósito do aniversário da Polícia Militar do Amapá, foi homenageado, nessa quinta-feira, 26, ao receber a condecoração ‘Láurea de Menção Honrosa aos 40 anos de Criação da PMAP’. A comenda se deve à atuação do parlamentar em defesa da corporação e aos investimentos que ele conseguiu como a inauguração da Brinquedoteca do 8º Batalhão da Polícia Militar. Esta é a quarta homenagem recebida pelo deputado Pedro da Lua, da PM. Ele atribui o reconhecimento ao fato de ter escolhido abraçar uma das instituições de maior prestígio da sociedade amapaense, mas que vinha sendo ao longo dos anos relegada pelo poder público. ‘Sou da seguinte filosofia: PM. Quando longe, a gente sente falta; quando perto, a gente se sente mais seguro’.


Por um Brasil melhor

comentários

Diante da decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de ordenar a prisão do senador Delcídio do Amaral, líder do PT no Senado, a Rede Sustentabilidade, que no Amapá tem o senador Randolfe Rodrigues e o vereador Nelson Souza como principais expressões, emitiu nota dizendo que reforça sua confiança nas instituições brasileiras e no cumprimento da Justiça.
Para a Rede, a decisão do Supremo é soberana, foi embasada em provas e deve ser respeitada. No entendimento do partido, qualquer tentativa de obstruir investigações e influenciar decisões da Justiça deve ser punida com rigor, especialmente quando o alvo é o STF e a tentativa vem de um senador.
Na leitura dos votos, os ministros do STF lembraram a importância de preservar a independência das instituições da influência de agentes públicos com interesses escusos. Disse a ministra Carmen Lúcia: “Não se confunde imunidade com impunidade”. A Rede compartilha dessa crença e acredita que nenhum país justo pode prescindir de representantes éticos que respeitem os limites de seus cargos.
Para o senador Randolfe Rodrigues era necessário respeitar a decisão do STF e tratar a questão com transparência, garantindo que a sessão, anteontem, discutisse o caso abertamante. ‘O Estado Democrático de Direito é aquele em que ninguém está acima da lei, seja ele presidente da república, deputado ou senador”, disse Randolfe antes da liberação do Senado em relação à prisão do líder petista.