A Amazônia é nossa!

Mas, afinal de contas, porque repentinamente Monsieur Macron, ambientalistas internacionais e parte da imprensa voltaram totalmente seus olhos para a Amazônia e suas irresponsáveis queimadas com certeza propositalmente provocadas para gerar este pandemônio político nacional e internacional que estamos vivendo atualmente? A grande sacada política de Monsieur Macron é justamente mobilizar a agenda mundial em […]

Compartilhe:
Dramatic colorful landscape on a river in the amazon state Venezuela at sunset

Mas, afinal de contas, porque repentinamente Monsieur Macron, ambientalistas internacionais e parte da imprensa voltaram totalmente seus olhos para a Amazônia e suas irresponsáveis queimadas com certeza propositalmente provocadas para gerar este pandemônio político nacional e internacional que estamos vivendo atualmente?

A grande sacada política de Monsieur Macron é justamente mobilizar a agenda mundial em torno da Amazônia.

 

Porque e para que?

Para atrair ambientalistas, ong’s internacionais, imprensa, sociedade mundial e principalmente a juventude em torno de seu discurso sobre a Amazônia.

 

Objetivo:

Ele quer sere sutilmente já está sendo o grande centro das atenções da comunidade mundial e francesa, imprensa parisiense, ambientalistas “macronizados”, juventude ecológica, etc, tudo para ficar bem na foto, melhorar a imagem “lavieen rose” e figurar como o grande salvador da pátria Amazônia, o defensor mor e grande guardião da questão amazônica.

 

E depois?

Bom, depois de dado um tempo, pode sutilmente ocorrer o Plano B de Macron:

Tentar politicamente controlar nosso espaço territorial, nossas riquezas naturais, minérios, ouro, madeira, petróleo, etc…

 

E porque?

Puro complexo histórico de inferioridade territorial e da falta abundante de riquezas naturais que temos de sobra. E de lembrar que parte do território Francês atualmente está em chamas e com graves danos ao meio ambiente assim como uma parte do território boliviano. A rica Austrália já sofreu recentemente sérios incêndios e graves danos ambientais assim como o mesmo ocorreu no Canadá, Estados Unidos e em parte da região da Flórida. E não se viu por lá movimentos de protestos de ambientalistas, ong’s e parte da imprensa que nos julgam e condenam sem antes sondar os bastidores dos fatos.

Agora, de uma coisa tenham a mais absoluta certeza:

A Amazônia é nossa!


 
Compartilhe: