A conquista da lua

O momento de aproximação do módulo Águia com o solo lunar foi bastante tenso, e teve de ser feito manualmente, uma manobra de cálculo fantástica da tripulação, conforme expressa a narrativa histórica.

Compartilhe:

“Este é um pequeno passo para um homem, um gigantesco salto para a humanidade”, disse o astronauta Neil Armstrong ao se tornar o primeiro humano a pisar o solo lunar no dia 20 de julho de 1969, às 23h56, horário de Brasília, enquanto que cerca de 1 bilhão de pessoas ouviam no rádio ou assistiam nas grandes metrópoles os primeiros sinais de comunicação da tripulação do módulo lunar Águia, da Apolo 11. O astronauta Michael Collins, 38 anos, ficou na órbita da Lua enquanto que o módulo Águia com os astronautas Neil Armstrong, 38 anos, comandante da missão Apolo, juntamente com Edwin Aldrin,39 anos, realizavam o pouso do módulo.O momento de aproximação do módulo Águia com o solo lunar foi bastante tenso, e teve de ser feito manualmente, uma manobra de cálculo fantástica da tripulação, conforme expressa a narrativa histórica:

– Houston. A vocês pode ter parecido que a parte final da descida foi longa demais. O sistema automático de pouso nos estava levando direitinho para o centro de uma cratera do tamanho de um campo de futebol, cheia de pedras e buracos de bom tamanho e rodeada de outras pedras grandes. Tivemos de desligar o automático e voar manualmente até uma área mais limpa adiante, até encontrar um lugar razoavelmente plano.

Quais foram às primeiras impressões visuais de Armstrong e Aldrin, sobre o ambiente lunar?

Armstrong: “Não é espetacular? Magnífica vista aqui fora. Tem uma beleza dura toda pessoal. É um pouco como as áreas desertas dos Estados Unidos. É estranho, mas é muito bonito aqui”.

Aldrin:“Uma magnífica desolação!”
Os dois astronautas passaram duas horas e dez minutos trabalhando emocionados na chamada Base da Tranquilidade, isto é, a área de pouso do módulo Águia. Fixaram a bandeira americana e colocaram em funcionamento um sismógrafo, refletor de raios laser, antena de comunicações, painel para estudos de radiações (vento) solares e câmera de TV. Colheram 27 quilos de amostras de pedras e poeira da Lua, para pesquisa. Na tarde do dia 21 de julho de 1969, o módulo Águia sobe com seus tripulantes despede-se do ambiente lunar para encontrar-se com a Columbia, em órbita do satélite. Ufólogos e diversos pesquisadores afirmam: os três astronautas tiveram contatos com naves espaciais, fato confirmado por Aldrin e Michael Collins. Outros mais afirmam: Armstrong teve uma visão ou um contato de terceiro grau com uma inteligência superior. Verdade ou mentira, os fatos foram evidenciados em jornais e revistas, como a Revista Veja, e até hoje são objeto de estudo e pesquisa.A Revista Veja, na época, publicou uma edição especial de 96 páginas, por sinal bem ilustrada e argumentada intitulada A Conquista da Lua, de Galileu até hoje, textos de Roberto Pereira e Raimundo Rodrigues Pereira, uma preciosidade de minha biblioteca, doada por meu pai, professor João Lourenço da Silva. Um marco na história da humanidade!


 
Compartilhe: