O Brasil e seus heróis

Estaremos ainda vivendo uma fase de inversão de valores onde as expressões e as velhas e carcomidas emoções ideológicas lamentavelmente tem o claro objetivo de desqualificar a promoção da justiça neste Brasil varonil?

Compartilhe:

Qual nação não curte seus heróis? Qual nação não ama sua história de lutas e dificuldades, na defesa da liberdade e do que é reto?

Mas lá, no planalto central do Brasil, há quem diga que o Brasil não precisa de heróis. A expressão, dita no calor da emoção, sem querer querendo acaba dando uma geral no tempo histórico e imprime a impressão de que todo ato heroico do passado e do presente é irrelevante, ou seja, é desprezível, o que pega muito mal.

Estaremos ainda vivendo uma fase de inversão de valores onde as expressões e as velhas e carcomidas emoções ideológicas lamentavelmente tem o claro objetivo de desqualificar a promoção da justiça neste Brasil varonil?

Parece que sim, que ainda tem gente insistindo em querer manter ou impor este ambiente sujo e surreal a nós brasileiros, justamente o velho “modus operandi”, as “eternas ondas”, por assim dizer, de fazer com que a corrupção continue sendo varrida para debaixo do tapete, deixando tudo lá, escondidinho, por enquanto, para deixar o tempo passar…

Perguntinha que não quer calar:

O que seria do futuro do Brasil,com tanta corrupção a nos assombrar, não fosse à aprovação e aplicação da Lei da Ficha Limpa, a Lei Complementar nº 135, de 2010, e a operação Lava-Jato?

Resposta óbvia:

Estaríamos no buraco, fechado pra balanço, tentando achar uma luz no fim do túnel, e com a economia nacional bem abalada.

Sim, senhores e senhoras, o Brasil precisa muito de heróis, de paladinos da justiça.

Túnel do tempo: Tiradentes foi condenado ao enforcamento e esquartejamento no dia 18 de abril de 1792.Sua casa foi completamente salgada e seus descendentes tidos e havidos como malditos pela coroa, tudo porque ele queria um Brasil livre, independente, justo, soberano e republicano. Só foi reconhecido como herói nacional após a proclamação da República, em 1889.

Atualidade: O juiz Sérgio Moro e os procuradores da Lava-Jato cumpriramcom o seu dever.A grande maioria do povo brasileiro continua aplaudindo de pé. Para muitos, são paladinos da justiça. Na avaliação da opinião pública Sérgio Moro sai muito mais fortalecido após ser sabatinado no Senado Federal.


 
Compartilhe: